Quem não conhece o Kinea Renda Imobiliária (KNRI11)? Saiba tudo desse FII

ANÚNCIO

O que a gente precisa estudar quando falamos em um FII? Se for cotação, saiba que o KNRI11 tem preço acima dos R$ 160 atualmente. Se forem ativos, ele tem 19. E o dividend yield? O último ficou em 0,40%. Incrível, não? Então, conheça mais do Kinea Renda Imobiliária.

Para começar, vamos entender que um FII é um Fundo de Investimento Imobiliário. Esse é um fundo que é negociado na bolsa de valores. Por isso, ele é da renda variável. Geralmente, costuma ser um passo inicial indicado para quem quer começar a investir em ações.

ANÚNCIO

No entanto, não é porque é um fundo conhecido que você deve pegar o seu dinheiro e comprar um monte de cotas, ok? É preciso analisar outros pontos também. E é isso que vamos fazer agora mesmo. Continue lendo e saiba o que mais importante do KNRI11.

Os dados atuais

Para começar a conversa, vamos trazer aqui alguns dados atuais (lembrando que fizemos essa matéria no começo de setembro de 2020). Por exemplo, conhecer a liquidez diária do FII é importante porque mostra a “facilidade” em comprar/vender FIIs.

No caso desse fundo, são mais de 32,9 mil negociações. Sobre o rendimento, saiba que o último dele foi de R$ 0,65 para cada cota. E o dividend yield ficou em 0,40%. Sobre o patrimônio líquido do fundo, ele é de R$ 3,7 bilhões, acima da maioria dos FIIs do mercado.

ANÚNCIO

Por fim, para terminar esse primeiro tópico, um ponto importante é falar sobre a rentabilidade do último mês, correto? Ela foi positiva em 5,24%, o que é um ótimo indicativo também. Mas, claro, por ser renda variável, considere que pode oscilar com o tempo – para mais ou menos.

A descrição do fundo

Para entender mais do Kinea Renda Imobiliária, agora vamos falar um pouco sobre no que investe esse FII. Ele é do modelo tijolo e híbrido. Ou seja, ele é composto por todos os segmentos do mercado de imóveis. Assim, tem uma grande variedade de ativos. Assim como o BRCR11 que já citamos aqui no blog.

Ele existe desde 2010 e foi criado para formar uma comunhão de recursos para aplicar em empreendimentos imobiliários, como os comerciais, os centros de distribuição, etc. Assim, a preferência é por aqueles projetos prontos, que visam alienação, alocação e vendas.

Esse fundo também pode ter pontos de varejo, mas não lojas ou agências bancárias. A administração dele fica por conta da Intrag. Agora, vamos trazer pontos mais detalhados dos rendimentos, das cotações e dos ativos, para depois falarmos também das taxas.

Os rendimentos

Agora vamos falar dos rendimentos do Kinea Renda Imobiliária. Saiba que o pagamento é de 95% dos resultados auferidos no regime de caixa. Assim, o investidor recebe até o 10º dia de cada mês seguinte os recursos distribuídos.

Os dividendos pagos pela última vez foram de R$ 0,65, o que dá 0,39% do valor da cota atual. Em 3 meses, a soma ficou em R$ 1,95. Em 6 meses, o valor foi de R$ 3,9. E em 12 meses somou R$ 8,34. Já desde o IPO, o pagamento foi de R$ 93,4, o que dá mais de 50% da cota atual.

Sendo assim, apesar de grande desvalorização do fundo desde 2014 (como vamos explicar abaixo, no próximo tópico), o valor dos dividendos mantém um bom gráfico sempre acima dos R$ 0,70 desde o IPO.

As cotações

As cotações de um FII são interessantes porque elas vão indicar o preço do ativo. Assim como acontece com as ações da B3. Hoje, o preço é de R$ 166,00 do Kinea Renda Imobiliária. No entanto, a gente também deve analisar o histórico do FII para entende-lo melhor.

Em 30 dias, por exemplo, o KNRI11 variou de R$ 156,15 (17 de agosto) para R$ 167,61 (4 de setembro). E quando vemos o histórico todo, desde o início, dá para considerar que o preço mais alto foi em 23 de julho de 2012, a R$ 1.900. O mais baixo partiu aconteceu em 2016, com R$ 103,56.

Sendo assim, a gente acaba tendo um gráfico único desse FII. Ele começa em R$ 1 mil (2010) e em pouco tempo vai até o seu patamar máximo. No entanto, a partir de 2014 ele tem uma queda brusca ficando abaixo dos R$ 200.

Os ativos

Agora para falar dos ativos, saiba que eles somam 19 em 3 estados. Logo, a maioria está em São Paulo, depois Minas Gerais e Rio de Janeiro. Lembrando que eles são bastante variáveis, entre edifícios e centros de distribuição.

Aqui vale fazer uma análise importante sobre a vacância do Kinea Renda Imobiliária. Se você não sabe, vacância é quando o imóvel está sem alugar, ou seja, sem gerar rendas.

Kinea Renda Imobiliária

No caso do KNRI11, considere que no desde setembro de 2019, há 1 ano, a vacância física e financeira se mantém abaixo dos 10%, o que é um tanto importante para o cotista. Enquanto isso, a ocupação física e financeira se mantém acima dos R$ 90%.

As taxas

As taxas também precisam ser estudadas, afinal, elas “tiram” parte do rendimento do investidor. No caso do fundo da KNRI11, a gente tem uma taxa administrativa um pouco mais alta do que a média do mercado de FIIs. Sendo de 1,25% sobre o patrimônio líquido.

O lado bom é que não há outras taxas, como de performance, de gestão, de gerenciamento e nem mesmo a de consultoria.

ANÚNCIO