Descubra qual deve ser o aporte mensal para juntar meio milhão na poupança

ANÚNCIO

Meio milhão, meio milhão, meio milhão… Se você vê algum programa de TV ou ouve rádio, já deve ter ouvido essa vinheta, que vem de uma empresa de capitalização. Mas, e se você pudesse juntar meio milhão na poupança, faria isso? Saiba que dá!

Só que nem sempre a gente acaba fazendo esse esforço mensal para juntar dinheiro porque a gente acha que vai demorar demais. No entanto, o que é demorar demais para você? Saiba que o tempo é sim importante nessa questão. Mas, não somente ele.

ANÚNCIO

Por exemplo, você também tem que saber qual será o valor do seu aporte mensal. Assim sendo, você terá todos os ingredientes que são necessários para fazer as contas. Abaixo, vamos mostrar as opções que existem para chegar nesse valor de R$ 500 mil na poupança.

O rendimento da poupança

Antes de tudo, a gente precisa entender qual é o rendimento atual da caderneta da poupança. Isso foi existe uma taxa que foi estipulada para esse investimento financeiro, que é considerado o mais tradicional e seguro do país.

A partir de 2012 foi criada a nova regra da poupança. Assim, para resumir o assunto, saiba que ela é baseada com base na taxa Selic. Logo, quando a Selic está abaixo dos 8,5%, o rendimento será 70% da Selic e mais a TR (só que a TR está zerada hoje em dia).

ANÚNCIO

Para concluir o assunto, temos hoje um rendimento da caderneta da poupança em 4,5% ao ano. Sendo assim, fica claro que essa nova regra não é, nem de perto, uma boa ideia para investidores. Ainda assim, é uma opção porque tem resgate automático da conta.

Porém, só não se esqueça de que a poupança não tem rendimento diário. O rendimento acontece apenas no aniversário, isto é, após 30 dias da aplicação. Então, se você fizer sacas antes disso não vai ter rendimento algum.

Para terminar o tópico, saiba que a poupança não é uma boa ideia se comparada a maioria dos outros investimentos de renda fixa que temos disponíveis. Mas, como o foco é falar sobre juntar dinheiro, vamos usar o exemplo da poupança, ok? Confira as simulações.

Aportes mensais de R$ 100

Para quem só pode fazer aportes de R$ 100 por mês na poupança, saiba que para chegar no ½ milhão de reais teremos que ter um tempo de 68 anos. Ou seja, é praticamente uma vida inteira, né? Então, acaba não sendo muito compensador.

Isso porque o aporte mensal será baixo e o rendimento da poupança também é. Logo, para resumir o assunto, anote aí essa opção, que pode não ser a melhor para você.

  • Valor Inicial: R$ 0
  • Aporte Mensal: R$ 100
  • Taxa Anual Poupança: 4,5%
  • Tempo de Investimento: 68 anos
  • Patrimônio Acumulado: R$ 515 mil

Mas, temos outras opções que são melhores, especialmente porque o tempo será menor. Conheça-as.

Aportes mensais de R$ 200

Nesse caso, só de termos aumentado o investimento mensal em mais R$ 100 (totalizando R$ 200), a gente já consegue mudar bastante o tempo da aplicação para se chegar nos R$ 500 mil. Veja.

  • Valor Inicial: R$ 0
  • Aporte Mensal: R$ 200
  • Taxa Anual Poupança: 4,5%
  • Tempo de Investimento: 53 anos
  • Patrimônio Acumulado: R$ 506 mil

Assim sendo, vemos que já diminuímos o tempo em 15 anos. O que é muita coisa, né. Portanto, fica provado que vale a pena fazer um esforço maior para juntar meio milhão na poupança investindo R$ 200 mensais.

Aportes mensais de R$ 300

Para quem consegue guardar R$ 300 no mês, saiba que a situação é ainda melhor. Isso porque o tempo que era de 68 anos para quem investe R$ 100 e diminuiu para 53 anos para quem investe R$ 200 vai ser ainda menor.

  • Valor Inicial: R$ 0
  • Aporte Mensal: R$ 300
  • Taxa Anual Poupança: 4,5%
  • Tempo de Investimento: 45 anos
  • Patrimônio Acumulado: R$ 510 mil

Com isso, a gente já pode até começar a pensar em montar uma aposentadoria, né. Imagine alguém que é jovem, com 20 anos. Então, juntando R$ 300 mensais na poupança chegaria na aposentadoria (65 anos), com ½ milhão na conta.

Você também pode gostar de ler:

Aportes mensais de R$ 400

A situação aqui fica melhor ainda. Quem pode juntar R$ 400 mensais por mês vai ter R$ 500 mil na conta em apenas 40 anos. O tempo é bem menor do que os 68 anos de quem investe apenas R$ 100, né.

  • Valor Inicial: R$ 0
  • Aporte Mensal: R$ 400
  • Taxa Anual Poupança: 4,5%
  • Tempo de Investimento: 40 anos
  • Patrimônio Acumulado: R$ 524 mil

Por último, vamos citar uma situação de quem investe R$ 500 na poupança.

Aportes mensais de R$ 500

Nessa última situação para juntar meio milhão na poupança temos que considerar que você terá que ter um ótimo controle financeiro. Afinal, tirar R$ 500 não é simples, apesar de ser compensador, como você vai ver.

  • Valor Inicial: R$ 0
  • Aporte Mensal: R$ 500
  • Taxa Anual Poupança: 4,5%
  • Tempo de Investimento: 36 anos
  • Patrimônio Acumulado: R$ 527 mil

Com isso, fica claro que dá para pensar no longo prazo, mas não tão longo, né. Aqueles 68 anos agora são 36, o que é quase metade. Assim sendo, quanto mais você se esforçar para juntar dinheiro agora, mensalmente, mais rápido o resultado vai vir.

Inclusive, há vários simuladores online na internet para você fazer essas contas. De modo geral, você só precisa saber o seu valor inicial, aportes, taxas e prazos. Depois, a plataforma mesmo simula as condições gerais para você.

ANÚNCIO