10 Dicas Simples para Juntar Dinheiro para Viajar

ANÚNCIO

Viajar é um dos lazeres mais escolhidos pelos brasileiros. Para comprovar isto, basta ver o trânsito que se acumula nas rodovias rumo ao mar nos feriados prolongados periodicamente. Mais do que descer a serra, as pessoas nascidas aqui gostam também de ir para o exterior, conhecer novos lugares e novas culturas.

Mas, ultimamente isso tem sido tão caro…

ANÚNCIO

Para muitas pessoas, viajar ainda é um luxo, mesmo que seja altamente recomendado pelos psicológos e outros médicos da saúde. Há gastos com combustível, transporte, alimentação, hospedagem e uma infinidade de outros tópicos.

Turismo Colaborativo

Para minimizar esses custos e fazer com que mais pessoas viagem pelo Brasil e pelo mundo, algumas plataformas do Turismo Colaborativo tem sido apresentada no mundo online. Esse é um segmento que cresce e que tem o único objetivo de ajudar as pessoas a economizar dinheiro quando o assunto é viagem.

Para os desinformados, Economia Colaborativa é um modelo econômico que tem como base pessoas organizadas em plataformas digitais para conseguirem ajuda uma das outras e isso pode envolver dinheiro ou não. Se você quer saber como isso funciona na prática, confira os tópicos que seguem e veja as sugestões de aplicativos.

ANÚNCIO

Couchsurfing

É uma Rede Social que conecta viajantes com pessoas dispostas a oferecer hospedagem em suas casas e sem cobrar absolutamente nada por isso. O site permite o cadastro das pessoas e libera as procuras de outras. Logo, há hospedagem a ser oferecida e encontrada.

Para ter sucesso no Couchsurfing, é preciso analisar cuidadosamente as avaliações dos outros viajantes sobre o anfitrião, que é o dono do lugar. Depois, basta enviar uma solicitação para ele com as datas previstas e agendar.

Wordpackers

Essa é outra opção para quem tem o objetivo de economizar na hospedagem. A plataforma tem mais de 555 mil viajantes e anfitriões ao redor do mundo. A ideia é trocar habilidades por hospedagens – sendo que se você é bom em tirar fotos, pode procurar um hostel ou albergue que precise do seu serviço por um período. Em troca, você se hospeda no lugar.

Mealsharing

É um site focado em refeições – e não hospedagem. Nele, as pessoas locais oferecem refeições para os viajantes em suas casas e por preços econômicos. É preciso fazer o cadastro no site, procurar um anfitrião que faz o serviço e agendar um horário para o almoço.

Blá Blá Car

É um aplicativo que permite ao viajante conseguir carona e economizar um bom dinheiro com o transporte. Nesse programa você encontra motoristas dispostos a te dar uma carona para destinos iguais ou próximos. Você pode confiar neles através das avaliações de outros viajantes, identificando a melhor opção.

Alooga

A plataforma permite você encontrar diversos itens para alugar – por exemplo: câmeras, bicicletas, roupas, mala. O lema é “você encontra tudo o que quiser, apenas pelo tempo que precisa”. Os valores também são acessíveis.

10 Dicas Simples para Juntar Dinheiro para Viajar
Reprodução: Google

Leia Também

Para quem Gosta e tem o Hábito de Viajar, separamos alguns bônus para Tratar do Assunto. Tem dicas e dúvidas que podem te ajudar para a próxima vez que for por o pé na estrada. São assuntos curtos e dos mais variados, acompanhe!

Bônus 1 – Planejamento da Viagem de Férias

Quando as contas não fecham, os gastos com a viagem podem trazer muita preocupação. Afinal, todo mundo sabe que quase sempre tem a preocupação com o pagamento da fatura do cartão de crédito ou com os gastos extras, que não estavam previstos.

Por isso, Planejar Financeiramente uma Viagem de Férias é Muito Importante.

Estudo o seu orçamento para encontrar o Melhor Destino, esse é o passo número 1. Lembre-se que você precisará de algum tempo para conseguiu poupar o dinheiro suficiente para a sua viagem. Para tanto, mude hábitos de consumo e ajuste itens do orçamento que podem ser diminuídos ou cortados.

O ideal é sempre planejar a próxima viagem quando terminar a última.

Nesse seu cronograma, devem estar incluídos itens como: Transporte, Traslados, Passeios, Visitação, Alimentação, Hospedagem, Despesas com Documentação, Seguros, Compras e uma parte para os Imprevistos.

Outra dica é levar em conta a compra das passagens aéreas, que se compradas com antecedência podem render uma boa economia. Além disso, há programas de milhagens que barateiam o custo da viagem.

Por fim, vale dizer que é imprescindível ter uma Estimativa de Preços – com local, data, gastos. Leve em conta, inclusive, a data da viagem, que pode coincidir com eventos nacionais, como o Carnaval. É importante ter uma meta estabelecida.

Depois, antes de ir, mas já próximo da viagem, faça uma revisão no seu orçamento e atualize os preços. Isso é importante porque estamos vivendo um período de inconstâncias políticas e econômicas e as diferenças dos orçamentos podem ser consideráveis.

Bônus 2 – Erros que Deixam Sua Viagem Bem mais Cara

Se você costuma ter aborrecimentos quando chega a hora de fazer as malas, confira uma lista de itens que podem encarecer sua viagem sem necessidade.

Cartão de Crédito

Pode ser prático na viagem internacional, mas os valores são convertidos em dólares e a data de fechamento também pode mudar o valor, em alguns casos, para cima.

Compra do Câmbio

Se você deixar para comprar tudo na última hora, correrá o risco de ter que arcar com um dia de alta excessiva e aí vai perder muito dinheiro.

Alta Temporada 

Todo destino é mais caro em altas temporadas, portanto, tenha uma ideia para onde vai e procure conciliar com o melhor período para viajar. Em certas épocas do ano, a viagem poderá ser melhor aproveitada.

Passeios 

Em alguns locais, como no Rio de Janeiro, eles são disputadíssimos e os ingressos vendidos na hora podem ser mais caros do que os comprados com antecedência. Se programe para não ter que correr riscos.

Hospedagem

Economize na hospedagem com as dicas acima. Você pode ficar em um hotel apenas para dormir, enquanto aproveita o dia para conhecer lugares diferentes.

Bônus 3 – Destinos Ricos Culturalmente e Baratos Financeiramente

Se você quer muito viajar, mas está sem grana, vale a pena levar em conta conhecer lugares que estão com ótimo custo-benefício. Há opções para todos os gostos – desde praias, cidades modernas, belezas naturais. Acompanhe.

Curitiba 

É um lugar considerado de ótima qualidade de vida, cultura e com uma rica gastronomia. A capital do Paraná tem uma ótima rede hoteleira e um sistema de transporte que funciona. As indicações são: Jardim Botânico, Museu Oscar Niemeyer e o Teatro Ópera de Arame.

Porto Seguro 

Acidade baiana reúne muita história, cultura e praia. O Centro Histórico da Cidade, as famosas Tôa Tôa e Axé Moi são indicadas também, além do Arraial D’ajuda e Trancoso, que são verdadeiros convites para passar as férias.

Vitória 

A cidade do Espírito Santo tem praias, como a de Camburi, onde é possível praticar windsurfe e a de Curva da Jurema. Tem também o Convento da Penha, que fica em um penhasco de mais de 150 metros de altura. Além do Palácio Anchieta e do Theatro Carlos Gomes.

Caldas Novas 

Em Goiás, Caldas Novas está longe do litoral e oferece opções para famílias inteiras com parques aquáticos, Rio Quente Resort entre eles. Também tem a Serra das Caldas, um parque estadual com várias trilhas e cachoeiras.

Bônus 4 – Alternativas para Viagens Econômicas

Também para quem está sem dinheiro, mas não gostaria de ficar “parado”, temos esse último tópico para apresentar alternativas de viagens econômicas – e vamos combinar, nem são, necessariamente, viagens. Dê uma olhada…

Reuniões com Amigos 

Aproveite as férias ou o feriado e marque aquela reunião com os amigos que estão sumidos. Ver um filme, tomar um café ou jantar são ótimas opções para passar o tempo e não precisam de muito dinheiro para acontecer.

Programa Cultural 

Informe-se sobre a programação cultura da sua cidade. Quase sempre há eventos gratuitos e de qualidade, ainda mais em períodos de férias, como o mês de julho ou dezembro.

Agende um Sítio 

Se sua turma de amigos ou família é grande, alugue um sítio para passar uns dias. Vocês podem levar a comida e fazer tudo lá. Além disso, esse sítio nem precisa ser tão longe, o que te fará economizar também no transporte.

Arredores da Cidade 

Conheça os arredores da sua cidade e descubra lugares incríveis. Faça um bate volta em algum final de semana. Em Minas Gerais, tem Monte Verde  São Tomé das Letras, por exemplo.

10 Dicas Simples para Juntar Dinheiro para Viajar

Agora sim chegamos aos finalmentes… Vamos falar sobre Juntar Dinheiro para Viajar. Aqui são Várias Dicas, mas Todas Muito Simples. Decore-as e as utilize com sabedoria. Se você conseguir manter todos esses hábitos, com certeza, vai poder escolher o lugar que quiser para Viajar na Próxima Temporada. Atente-se…

1 – Estipule uma Meta Financeira

Considere quanto você precisará juntar mensalmente. Tudo tem que estar previsto no seu orçamento financeiro pessoal. Nele, tem que haver a porcentagem para pagar as contas fixas, as dívidas, o do investimento financeiro e aí sim das viagens ou das compras programadas.

Quanto ao valor, vai depender da sua proposta, do seu local de destino, da sua renda. Imagina-se que o ideal seja conseguir poupar, pelo menos, 20% do salário mensalmente para viagens. Logo, se você tem uma renda de 2 mil reais, terá de guardar 400 por mês.

2 – Mude Seus Hábitos

Não adianta ter a meta e saber quanto precisará poupar de dinheiro, se você continuar gastando quase tudo que tem com cigarros, baladas, bebidas, festas… Mude os hábitos.

Acorde cedo e faça uma corrida, ao invés de pagar academia, por alguns meses. Isso também te ajuda a economizar dinheiro na compra de remédios. Compartilhe Conhecimento, Faça Cursos Gratuitos, Frequentes Lugares Públicos, Faça Amizade, Use a Tecnologia… É importante mudar e ter uma vida mais sincera com você mesmo, deixando a ostentação de lado.

Por sinal, vá de bicicleta para o trabalho e deixe o carro em casa – economize no combustível e na manutenção.

3 – Compras Desnecessárias

Nem precisamos falar muito neste tópico, não é? Deixe de comprar produtos sem que tenha necessidade disso. O 1º passo é eliminar todo tipo de e-mail que chegue falando algo como “Oferta”, “Promoção”, “Compre”, etc… Descadastre-se agora mesmo.

Deixe de curtir também páginas de produtos que você costuma ter muito interesse, seja de jogos de vídeo ou de livros, por exemplo.

Na hora de passear, vá ao parque e não ao Shopping. O seu tênis já está velho, mas será que ainda não resiste mais alguns meses? E seu boné, que você só usa de final de semana, precisa mesmo ser trocado agora? Por falar em troca, o seu celular ainda funciona muito bem, né…

4 – Faça Você Mesmo

Essa é uma moda que tem caído no gosto de muitas pessoas e não é para menos. A ideia do Faça Você Mesmo, vale para tudo…

Vai dar um presente, faça você mesmo. Pode ser uma costura, um crochê, um porta-retratos ou qualquer coisa que você consiga fazer sozinho. Compre os matérias, faça e economize um bom dinheiro.

A comida também – faça você mesmo – ao invés de ficar comendo fora de casa ou marmitas, que normalmente custam mais dinheiro.

5 – Venda o Que não Usa Mais

Tem um monte de coisas na sua casa que você não usa mais. Roupas, principalmente. Além disso, para que você tem 3 bicicletas em casa se só usa 1? E no vídeo game… 12 jogos? Sendo que você só joga o de futebol.

Faça dos itens que perderam a utilidade, algo de valor.

Ah, aparelhos eletrônicos também sempre ficam parados e sem uso. Faça um limpa nos seus armários, guarda-roupa armários e descubra tudo que possa ser rentabilizado para a sua viagem.

6 – Compras pela Internet

Vamos supor que, mesmo que você esteja fazendo de tudo para economizar dinheiro, você precise comprar algo de extrema urgência. Então, faça o seguinte: pesquise muito os preços e compare os valores. Isso pode ser feito pelas compras online, que, normalmente, tem valores mais baratos.

Leve em conta usar aplicativos que comparam tais preços. Leve em conta também pagar à vista e comprar produtos que tenham um bom custo-benefício. Lembre-se que nem tudo que é caro é bom, ao mesmo tempo, nem tudo que é barato presta. É preciso equilíbrio.

7 – Ganhe Mais Dinheiro

Use seus hobbys e seu tempo extra para Ganhar um Dinheiro a Mais.

É bom na cozinha? Sabe fazer docinhos e pães de mel? Aposte nisso. Faça encomendas e invista parte do seu tempo manuseando as massas e os doces. Tem uma máquina de costura em casa? Faça remendas e barras para fora. Isso pode te render alguns trocados. Leve o cachorro do vizinho para passear, cuide do bebê, acompanhe uma senhora na consulta médica…

Opções não faltam. Dê um jeito, encontre algo que goste, encontre tempo, tenha disposição e consiga uma grana extra. Aproveite as férias e os feriados prolongados para isso.

8 – Alugue um Quarto ou o Carro

Existem aplicativos que te possibilitam fazer isso. Alugar um cômodo de casa, por exemplo, pode ser feito pelo Airbnb. Pesquisa mais sobre esse assunto e veja como é possível conseguir um bom lucro com esses aluguéis que acontecem em alta temporada.

9 – Faça Meditação

Não, cara. Não estamos Loucos. É sério. Estudos comprovam que a meditação pode ajudar muito na vida de qualquer pessoa, dando Foco e Concentração, o que é importante para tirar o estresse diário.

Assim, você conseguirá manter o seu objetivo financeiro e cumprir todas as metas propostas.

10 – Invista o Dinheiro

Lembre-se que todo dinheiro poupado pode render um pouco mais. Deixá-lo na poupança não te garante isso, mas dependendo do prazo da sua viagem, vale a pena pensar em investimentos como o Tesouro Direto ou o CDB, que são opções da Renda Fixa, portanto seguros.

Veja um pouco mais sobre Investimentos Financeiros

10 Dicas Simples para Juntar Dinheiro para Viajar
Reprodução: Google

Dicas de Investimento Para Quem Está Começando

Quando falamos em conseguir dinheiro extra, dá para pensar na rentabilidade de investimentos financeiros – logo, as pessoas pensam na poupança, que tem rendimento, liquidez diária e a garantia do banco, porém essa não é a forma mais certa de se pensar.

No anseio de buscar um investimento seguro e rentável, acabamos por recorrer a algo que nos dê a garantia de “não perder dinheiro” ainda que isso distancie o fator “independência financeira”.

No fim das contas, para as pessoas que querem entrar no mercado financeiro, tudo parece confuso demais. Confira um pouco mais sobre esse mercado e saiba como fazer as escolhas certas.

O 1º passo é analisar com cuidado quais são as possibilidades e os objetivos financeiros, que vai poder identificar qual é a modalidade mais adequada ao seu caso. Para isso, dois fatores são importantes:

  • O montante que você quer aplicar seu dinheiro e
  • O tempo que você quer deixar o dinheiro investido.

Isso é importante porque todos os investimentos exigem tempos ideais para resgate e nem sempre o retorno rápido vai ser a melhor solução. Outras aplicações exigem valores mínimos para abertura de capital.

Pensando nisso, Aigo Pyles, que é fundador da Genesis Associados, listou as opções mais básicas de investimentos financeiros, justamente pensando em quem está começando nesse mercado financeiro.

Poupança

É o investimento mais conhecido e mais usado no país, representando 69,5% das aplicações financeiras realizadas, conforme pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) em 2016.

Porém, a caderneta da poupança não tem os melhores recursos do mercado.

O “aniversário” do rendimento acontece mensalmente, mas, caso você retire o dinheiro antes do vencimento, não vai receber o rendimento que, nesse caso, tornará nulo. No longo prazo, a desvalorização do dinheiro pode ser igual ao contexto da inflação.

Tesouro Selic

Tesouro Direto é um investimento um pouco menos conhecido, mas que tem ganhado muita força na atualidade. Ele é tão conservador quanto a poupança porque tem a garantia do Governo Federal, por outro lado, oferece maior rentabilidade do que o investimento citado anteriormente.

Existem vários tipos de aplicações nesses títulos públicos e a maioria é pago com base na taxa Selic. Logo, as regras para investimentos precisam ser acima de 30 reais. Essa aplicação é vantajosa para quem quer segurança e não abre mão de um retorno seguro e estável.

Outra vantagem favorável é o desconto no imposto de renda, sendo que a alíquota aplicada é feita conforme o período em que o dinheiro está investido, sendo que quanto maior, menos imposto a ser pago. Para aplicações acima de 721 dias, a taxa é de 15%.

CDB – Certificado de Depósito Bancário

No Tesouro Selic o dinheiro ficará disponível para o governo, enquanto que no CDB ele ficará a mando de uma instituição financeira – banco.

A taxa de rendimento é sempre bem próxima ao da Selic, o que se diz favorável à valorização do capital. Esse tipo de investimento é ideal para quem pensa no médio prazo. O risco também é considerado baixo porque a aplicação é regulada pelo Fundo Garantidor de Crédito – FGC.

Letra de Crédito do Agronegócio – LCA

Normalmente, tem melhores taxas de rendimento porque essa opção tem a isenção do imposto de renda. Logo, é altamente recomendável para quem está pensando no longo prazo.

Essa aplicação financeira destina o dinheiro para financiamento do agronegócio brasileiro.

No entanto, o capital inicial é considerado alto e a data de vencimento, normalmente, extensa. Assim sendo, as aplicações não pode ser resgatadas no curto prazo – menor do que 2 anos.

No fim, só torna-se recomendável para quem tem um bom dinheiro para investir e não vá precisar dele por um bom tempo.

Como Poupar Dinheiro

A questão sobre poupar dinheiro é muito interessante. “Qualquer centavo que você poupar pode te ajudar a crescer financeiramente”, porém você nunca deve fazer isso sem ter um planejamento.

Esse cronograma financeiro é quem vai ditar as regras do jogo e dizer se você está sendo um bom jogador ou não.

Tenha metas! Então, para isso, use o seu planejamento financeiro.

A meta é poupar 10% todos os meses? Faça, definitivamente, isso! Siga os 10%! Não deixe de poupar nem um único mês. Entendeu para que serve o planejamento? Para te guiar, para te mostrar o caminho e para te fazer cumprir o “prometido”.

O Planejamento Financeiro é essencial, portanto, se você quer saber como fazer um, de forma prática e simples, clique aqui. É GRATUITO.

Agora, para saber como poupar dinheiro, basta você voltar no exemplo lá de cima – do pai que opta por tomar um sorvete com o filho.

O exemplo que citamos é apenas para dizer que é precisa APRENDER A VIVER COM POUCO. Poupar Dinheiro não quer dizer que você tenha que ganhar muito dinheiro. É uma questão de fazer escolhas.

Aqui no mercado financeiro, temos exemplos vivos disso. Você já viu Warren Buffett ou Bill Gates andando de Ferrari ou expondo suas Porches?

Pois é, as pessoas mais ricas do mundo do mercado financeiro não fazem isso – diferente dos jogadores de futebol ou dos cantores sertanejos, que tem outra visão de mundo.

Você pode trabalhar menos e poupar mais – é o que queremos dizer com VIVER COM POUCO. Um sorvete custa 5 reais enquanto um Game Novo é mais de 100. Você economiza mais de 100% e ainda fica um tempão com o seu filho e faz ele muito feliz.

Por outro lado, você pode trabalhar até tarde e ter muito dinheiro, mas poderá perder “coisas” extremamente valiosas na sua vida.

Tudo é uma questão de escolha, de valor, de reflexão. Leve isso sempre em conta.

Com informações da UOL

ANÚNCIO