10 dicas para juntar dinheiro ganhando pouco em 2018

Neste artigo vamos compartilhar com vocês 10 dicas de dinheiro que vão te motivar para ir mais longe ao seu planejamento financeiro em 2018. A ideia vai além de simplesmente juntar dinheiro ganhando pouco… Tem a ver com sua independência financeira também!

Vamos te apresentar um compilado de dicas de dinheiro extraídas das mais brilhantes mentes do mundo – já ouviu falar em nomes como Warren Buffett, não é mesmo?

Essas dicas podem e vão ter um impacto muito positivo na sua vida financeira – se você se permitir ser uma pessoa mais bem educada financeiramente.

São dicas poderosas que empacotam grandes ideias em poucas palavras. Frases que certamente vão de trazer grandes lições e uma inspiração instantâneas para melhorar sua vida financeira.

Um grande pensador já dizia que motivação é que nem banho: precisamos tomar todos os dias!

A gente fala sobre desafios especialmente no prazo longo para conquistar coisas importantes na nossa visa. E isso requer muita disciplina e consistência da nossa parte! Isso tem a ver com o planejamento financeiro!

Já esse planejamento é que está ligado com a conquista da independência financeira… A se começar pelo hábito de juntar dinheiro (mesmo ganhando pouco).

Tudo isso são os temas que vamos tratar no decorrer do artigo.

Afinal, você já se sentiu desmotivado a organizar as suas finanças alguma vez, não é? Criar o seu plano financeiro e buscar construir um futuro melhor através dos investimentos não é tarefa fácil, não senhor!

Essa falta de ânimo acaba por ser muito normal na maior parte das vezes e até mesmo os grandes especialistas e investidores já se sentiram assim algum dia.

O que a gente não pode fazer é deixar esse sentimento de procrastinação e desmotivação tomar conta da nossa vida e é ai que entra a figura da motivação, é aí que entra a sabedoria universal de grandes nomes da humanidade.

Muitas dessas dicas podem ascender a faísca necessária para que você comece hoje mesmo a juntar dinheiro ganhando pouco e dê início a sua vida de investidor financeiro, com mais conhecimento!

Quando você se planejar, estará muito perto da conquista da sua independência financeira, então vamos lá.

1 – Invista sempre em conhecimento

Essa dica é de Benjamin Franklin – “investir em conhecimento sempre rende os melhores juros”.

Sempre que alguém questiona: “qual o melhor investimento do momento”, saiba que não há resposta para tal.

E sabe por quê?  Não existe nada no mundo como um investimento universal que serve para todas as pessoas. É como no futebol, não há o melhor time do mundo. Em certo ano, o Barcelona é campeão e no outro o Real Madrid, por exemplo.

No mercado financeiro, cada pessoa é única e possui suas características próprias, seu horizonte próprio e sua tolerância ao risco própria. Assim o melhor investimento acaba sendo realmente o investimento em conhecimento!

É esse viés que vai alavancar a sua carreira e tornar você mais sábio.  É isso que vai fazer com que você ganhe muito mais dinheiro ao longo da sua vida – e claro, tudo começa quando você se dispõe a juntar dinheiro.

Abaixo vamos dar uma dica especial sobre como escolher um bom curso de finanças (gratuito)!

2 – Conheça o poder da autoeducação

Essa dica é de Jim Rohn: “a educação formal vai fazer você ganhar a vida. a autoeducação fará você alcançar uma fortuna”.

Essa dica aqui é bem complementar a dica 1.

Todos os grandes investidores e milionários do mundo usam essa regra! E nem precisamos ficar focados no mundo do dinheiro, basta olhar para outras áreas, com a música, onde os grandes artistas fizeram história aprendendo sozinhos!

Aliás, isso não quer dizer que você não possa ter um tutor, ou seja, alguém que te oriente por qual caminho seguir. Porém, a autoeducação tem a ver com o fato de não ficar esperando as notas de reais caírem do céu – porque isso não acontece.

Tenha atitude, busque o conhecimento, vá atrás do seu sonhos… Isso é autoeducação!

3 – Aprenda com os seus erros

“É como você lida com o fracasso que determina como você alcança o sucesso”.

A frase também é famosa e pode ser trazida para o contexto das finanças e dos investimentos – a lição dela é que você irá enfrentar contratempos na sua caminhada rumo à independência financeira…

Mas, se você tiver um bom plano e a disciplina para segui-lo e aprender com os erros ao longo desse ano, os resultados vão sim aparecer. Independentemente desses percalços que você vai ter ao longo do caminho, o sucesso é certo.

Você está cansado de ver histórias de pessoas que eram consideradas fracassadas e acabaram por fazer a diferença na vida das pessoas posteriormente, não é? Bill Gates, Steve Jobs, Lionel Messi… Se bobear até Leonardo da Vinci.

Uma frase de John Templeton diz: “as 4 palavras mais caras do mundo são: dessa vez é diferente”.

Infelizmente, a maioria dos investidores não conhece ou não aplicam essa frase nas suas vidas.

E, não é a toa que toda hora surge história, uma nova bolha em algum ativo do mercado financeiro. Se você deve ficar muito alerta quando você vê algum investidor justificando suas atitudes – por que dessa vez é diferente.

4 – Trabalhe duro

Não existe sucesso sem trabalho duro, não existe sucesso do dia para a noite, todas as pessoas que alcançaram o sucesso seja, financeira ou não, tiveram que trabalhar muito, muito e muito duro para isso.

Thomas Jefferson quis dar essa mensagem ao dizer que: “acredito muito na sorte e descobri que quanto mais eu trabalho, mais sorte eu tenho”.

Um gênio!

Ou seja, o seu sucesso vai ser proporcional à sua dedicação em todas as áreas. Se você dedicar à sua família certamente terá uma vida com muita harmonia em família, se você se dedicar a busca pelo conhecimento se tornará muito mais sábio.

Se você dedicar às suas finanças conquistara a sua independência financeira em algum dia e juntar dinheiro será uma questão habitual, prática, cômoda.

Muito mais do que sorte, talvez seja uma questão de meritocracia… Mas não vamos entrar em detalhes pessoais ou opinativos. Sorte ou mérito, as pessoas que mais estudam e trabalham tendem a ter melhores resultados na vida.

5 – Cuide muito bem do seu dinheiro

Ramsey disse certa vez que: “você deve assumir o controle do seu dinheiro ou a falta dele irá controlar você”.

Trazendo para a realidade prática essa dica fica a favor da criação de um orçamento e de um bom planejamento financeiro. Afinal, somente assim você passará realmente controlar o seu dinheiro.

Para isso, conheça essas duas regras de Warren Buffett, um lendário investidor:

  • Regra 1: Nunca perca dinheiro,
  • Regra 2: Nunca se esqueça da regra número 1.

Essa mensagem é importantíssima, mas infelizmente muitas pessoas não seguem.

Elas até conseguem economizar e juntar dinheiro, mas não investem!

São muito vorazes na busca por lucros rápidos e fáceis e acabam caindo em um mundo de inverdades, perdendo muito dinheiro.

Então, essa dica é muito boa para lembrar que o processo de investimento requer conhecimento, paciência e disciplina.

Leia Também – Como Ficar Rico Rapidamente Sendo Pobre – 5 Dicas Simples de Warren Buffett

Esses três pontos são essenciais para que você consiga calcular muito bem os riscos que a sua carteira de investimentos será exposta.

6 – Aprenda a diferença entre preço e valor

O mercado de ações está cheio de pessoas que sabem o preço de tudo, mas o valor de nada.

Essa contratação de ficha é atemporal no mundo dos investimentos e há um número incrivelmente alto de pessoas que são aficionados pelo preço das ações, dos fundos imobiliários e pela cotação de moedas.

Só que não entendem nada de valorização.

Muitas dessas pessoas julgam ser investidoras, mas na realidade, elas são especuladoras – há uma diferença muito grande nisso. Você até pode ganhar dinheiro como especulador, só que não estamos falando disso agora.

Como você pode fazer para fugir dessa realidade? Buscando conhecimento e estudo profundo cada ativo investido.

7 – Veja o dinheiro como uma ferramenta

O dinheiro é apenas uma ferramenta ele vai leva-lo aonde ele quer, mas não vai substituí-lo como motorista. Entendeu o trocadilho? O dinheiro é como se fosse o seu carro… Ele funciona muito bem, desde que alguém o guie da forma certa.

Essa frase aqui é perfeita para ilustrar a ideia de que o dinheiro não compra felicidade. O dinheiro é importantíssimo e pode garantir muitas coisas boas que facilitará a busca pelas suas paixões!

Você só não pode deixar que ele tome conta da sua vida ou que fique acima de todo o resto – a palavra-chave aqui talvez seja “equilíbrio”.

8 – Tenha persistência

Persistência é um traço comum todas as pessoas que alcançaram o sucesso financeiro, se bem desenvolvida ela pode ser considerada até mesmo com um seguro contra o fracasso.

Essa dica é uma frase também famosa em uma série de TV: “se o plano a der errado, lembre-se que existem ainda mais 25 letras no alfabeto”.

9 – Ponha seus planos no papel

Escreva seus planos… Isso talvez seja mais importante do que sonhar e esperar uma vida melhor! Planeje as atitudes necessárias para que você cria sua vida melhor.

Lembre-se que é tudo uma questão de hábito – assim como juntar dinheiro!

É, Rosselvelt já dizia isso ao declarar que “desejar algo e criar um plano para alcançar esse são ações que requerem a mesma energia sua.”

10 – Anote os seus gastos

Para ilustrar essa frase de Benjamin Franklin “cuidado com as pequenas despesas, um pequeno vazamento a fundar um grande navio”.

Como conter esses pequenos vazamentos em se tratando de finanças pessoais, mantendo um controle de todos os seus gastos.

Anotando tudo o que sai da sua conta, entendendo para aonde o seu dinheiro está indo. Eis que podemos citar a técnica dos envelopes!

10 dicas para juntar dinheiro ganhando pouco em 2018

Reprodução: Google

Bônus – os tipos de riqueza! Qual você já tem?

Você sabia que existem 5 tipos de riqueza? Será que você já tem algum deles aí e nem está sabendo? O assunto aqui é riqueza e vamos dividir com você uma dica que eu aprendi assistindo um documentário sobre o dinheiro.

I – Dinheiro

Esse é um recurso mais óbvio! Todo mundo que pensa em riqueza, qual é a primeira coisa que vem a cabeça? É o dinheiro.

Mas, o dinheiro não compõe toda a riqueza! Sem os outros fatores que a gente vai ver aqui nada faz sentido.

Só dinheiro não é o suficiente para uma pessoa dizer que realmente alcançou a riqueza porque ele é consequência de uma série de outras coisas e se você tiver só dinheiro, você não vai se sentir na plenitude da riqueza!

É por isso a gente vai conhecer os outros tipos agora.

II – Saúde

“O cara que tem dinheiro, mas não tem saúde, só vai conseguir ser o cara mais rico do cemitério”.

Então, a gente sabe desse tipo de coisa, mas muitas vezes na nossa vida a gente faz escolhas que não são saudáveis.

Por exemplo, talvez o seu trabalho de estresse tanto que tira a sua saúde, talvez você tenha algum tipo de trabalho que faca alguma coisa que tira sua qualidade de vida e muitas vezes você faz isso visando apenas o dinheiro.

Então, se você só tem dinheiro e não tem saúde, você não tem a riqueza completa.

Para completar essa riqueza, vamos vê a dica 3.

III – Conhecimento

Conhecimento é o recurso do caminho seguro porque é aquele que tem o retorno garantido.

Imagina que uma pessoa ganha 1 milhão de dólares, mas não tem conhecimento.

E o que ela vai fazer? Elsa vai perder esse dinheiro, porque ela vai acabar gastando mal, vai fazer más escolhas na hora de investir e você sabe que dinheiro não aceita desaforo.

Se você não usar com sabedoria ele vai embora.

IV – Tempo

Esse é um recurso que só tem uma direção só acaba a todo tempo o tempo está acabando e tempo é uma coisa que você não consegue armazenar.

Ninguém tem lá no armário da cozinha onde você pode armazenar dois, três dias e deixa eu botar aqui uma semana para quando estiver cansado tirar essa semana de folga.

Isso não existe, tempo não se acumula. Por isso se você saber usar o seu tempo com conhecimento, com a melhor maneira possível, é umas das maiores riquezas.

V – Tudo o que não são os 4 primeiros

Basicamente isso refere aquilo que faz você sair da cama de manhã, a sua motivação, objetivos de vida, por exemplo, uma pessoa que não tem objetivo, o que ela pensa?

Porque eu quero dinheiro, para que eu tenho que fazer isso agora nesse momento, eu faço amanhã.

Então, o dinheiro vai embora, o tempo vai embora. Muitas vezes ela pensa assim, porque eu vou estudar, para que eu quero esse conhecimento, no que eu vou usar isso.

Que dizer essa falta de objetivo não motiva pessoa seguir em frente e as pessoas que descobriram o valor da motivação tem uma riqueza muito grande dentro de si.

Então quais dos cinco tipos você tem? Tem 3, tem 4, está no caminho certo, já tem os cinco? Deixe aí seu comentário.

Educação Financeira é a chave para lidar melhor com o dinheiro

Thaís Lopes é uma professora de matemática que dá aulas de educação financeira em uma escola – o que é raro hoje em dia. Na opinião dela, um dos focos da matéria é mostrar para as crianças que é muito mais importante ser do que ter.

“O padrão de consumo deles muda quando eles entendem esses conceitos. Eles percebem que conseguem realizar sonhos maiores, começam a conquistar e estabelecer metas. Muitas vezes, eles mudam o padrão de consumo de todos em casa”, garante.

Só que o processo de educação financeira não tem que estar apenas na escola.

Carlos Eduardo Costa diz que as crianças de hoje estão mal acostumadas e ganham presente a todo o momento. Ele diz que a ação prática tem que ser a criação de um calendário que mostra as datas especiais, na qual eles serão presentados.

“Se acabar o dinheiro, acabou. Não pode dar mais para trabalhar a responsabilidade na criança. Não dá para fazer tudo o que a gente quer na vida e os meninos e meninas têm que entender isso, a fazer escolhas”, afirmou.

O melhor curso de finanças da atualidade

O segredo do mundo é o conhecimento. Logo, se você quer ter sucesso em qualquer área da sua vida, deve estudar. No mercado financeiro, isso pode ser feito através dos cursos de finanças.

Mas, será que existe algum curso recomendado? Aliás, como escolher o melhor curso de finanças da atualidade?

Sim, existem formas de encontrar um bom curso para estudar o mercado financeiro. E a escolha errada pode te fazer perder dinheiro.

A nossa recomendação é: não deixe de estudar… Mas faça isso com fontes confiáveis.

A melhor forma de provar uma afirmação é com a prática. Então, vamos ser bastante objetivos a partir de agora!

Considere que estamos falando de Robinson Trovó. Ele é conhecedor do mercado financeiro por tê-lo estudado por muito tempo e com muitos cursos sobre finanças.

Dessa forma, ele largou a faculdade que tinha e entrou no mercado do dinheiro. Perdeu todo seu investimento e continuou estudando ainda mais.

Depois, tornou-se um dos poucos brasileiros a somar 1 milhão de reais quando ainda tinha menos de 30 anos.

Trovó, após conseguir êxito nesse mercado, criou um curso a partir dos seus erros e dos seus acertos.

Logo, por que deu certo? Porque ele errou muito antes de aprender a se portar na bolsa de valores.

Agora, isso responde esse tópico: a base usada para a criação desse curso de finanças é justamente o seu empenho e a sua experiência no mercado financeiro.

Ele não criou algo a partir do que ele achava, mas sim com as informações que ele colheu durante a empreitada do seu primeiro milhão de reais.

Isso faz sentido para você?

Curso de Finanças Risco Zero nos Investimentos tem a ver com a história de um homem que estudou o mercado e atuou nele. A parte disso, criou uma metodologia de estudos.

Aqui, não há segredos! Você vai poder aprender com quem já viveu “dentro dos gramados”.

Se um rei te ensinasse a investir dinheiro, será que esse ensinamento seria condizente com a sua realidade? Possivelmente, ele falaria até de castelos e camelos… Coisas que podem estar distantes do seu mundo atual.

Para quem não conhece a história do Trovó, vamos contar brevemente – observe as tamanhas semelhanças que ele tem com você!

Robinson Trovó não herdou dinheiro da família e nunca ganhou dinheiro algum na loteria do governo federal.

Também não encontrou o gênio da lâmpada mágica e nem foi inventor de uma grande bugiganga que lhe rendesse alguma fortuna.

Ah, se você pensa que ele se casou com uma mulher rica… Está equivocado!

Como a maior parte de nós, brasileiros, ele estudou muito para “se tornar alguém na vida” – mas, como muito de nós também, ele fracassou.

Ao chegar ao mercado de trabalho, Trovó se deparou com uma dura realidade – um esgotamento de vagas e uma concorrência desleal de opções de trabalho.

Abandonou a profissão para estudar finanças. E, posteriormente, vendeu o carro para investir dinheiro na bolsa de valores!

Repare bem na história desse cara… Você consegue ver alguma semelhança coma sua realidade?

Isso é importante porque mostra que ele também tinha uma vida “normal”. Como todo brasileiro, lutou por uma vida digna. Estudou muito, pesquisou, enfrentou o mercado de trabalho.

A única diferença é que ele teve ousadia para buscar conhecimento no mercado financeiro – e se deu bem com isso!

Você pode ter o mesmo fim, se quiser. E pode começar a mudar de vida a partir de hoje, com o curso do Trovó. Essa é uma ótima chance de aprender sobre esse mercado tão desconhecido e ao mesmo tempo tão promissor!

Você já sabe quase tudo que precisa para aceitar um curso de finanças que realmente valha a pena. Mas resta um ponto, muito importante!

Se você já dedicar um tempo para o estudo, precisa saber se há chances reais de aplicar aqueles conhecimentos na prática.

Nós já falamos sobre o autor, a metodologia, a base e porque tudo isso tende a dar certo para você também.

Oras, se uma pessoa que é como você conseguiu ganhar dinheiro na bolsa de valores, fica lógico que o curso de finanças oferecido por ele vai gerar ótimos resultados para você também, não é?

Ainda que essa afirmação faça todo sentido, as pessoas costumam exigir um pouco mais para ter “segurança” na hora de começar a estudar o mercado.

E só uma forma de mostrar e comprovar isso – com as histórias reais!

Será que alguém fez o curso e conseguiu ganhar dinheiro também? Se você tiver essa resposta vai ficar um pouco mais confiante, não é?

Bem, como pensamos em tudo antes de escrever este artigo, saiba que temos essa resposta também!

Separamos alguns relatos, em vídeos, dos alunos da Trovó Academy (curso de finanças do Trovó), que provam que estudar o mercado financeiro dá certo.

São comentários e analises de pessoas que iniciaram seus cursos há algum tempo ou recentemente, mas que já estão colhendo bons frutos financeiros.

Da Redação com informações do youtube