Como juntar mais de R$ 230 mil em 5 anos poupando R$ 1,2 mil por mês

Muitas pessoas recebem apenas o suficiente para sustentar a família. Então, a questão começa a se complicar porque acontece o famoso “não tenho dinheiro para investir”.

Se você também pensa assim, infelizmente, esse conteúdo não é para você.

A gente sabe que é muito difícil guardar dinheiro. Só que este conteúdo foi criado para aquelas pessoas que mesmo sabendo disso conseguem se esforçar o suficiente para poupar, ao menos, 10% do salário.

E elas conseguem fazer isso com bicos, com trabalhos de finais de semana e por aí vai.

Então, se você tem o objetivo focado em juntar mais de R$ 230 mil em 5 anos, então, aí sim, continue lendo que vamos te ajudar a encontrar uma forma inteligente de conseguir alcançar essa meta financeira!

Para quem quer juntar dinheiro…

Estamos falando de um objetivo que te permita conseguir atingir o seu sonho, seja ele dar entrada no apartamento novo, fazer uma viagem com a família ou até mesmo investir para viver de renda.

Todo mundo quer ter uma grana para realizar algum sonho pessoal, não é verdade?

Por isso, aqui vai uma possível solução para seus problemas.

E também estamos considerando que, geralmente, o salário médio do brasileiro gira em torno de R$ 2 mil mensais.

Segundo IBGE, essa quantia acaba sendo o suficiente apenas para arcar com o sustento da família.

Só que com essa renda fica difícil sobrar dinheiro para poupar e investir. E entramos no “não tenho dinheiro para investir”. Só que hoje em dia tem muita possibilidade de ter renda extra.

Então, pense comigo: se hoje você consegue sustentar a si mesmo e a sua família com esse montante, você continuaria podendo sustentar a sua família com a mesma quantia mesmo ganhando mais, correto?

Então, obviamente, tudo que ganhar a mais do que R$ 2 mil poderá ser investido. E o grande segredo é ter essa fonte de renda a mais.

Essa é a mentalidade mais importante se você deseja juntar dinheiro. Afinal, ganhar mais e continuar gastando tudo não vai resolver o seu problema.

Use a base dos R$ 2 mil do brasileiro que é suficiente para sustentar a família. Então, todo restante a mais do que isso você pode investir. Entendeu a lógica?

Se o seu padrão de vida está acima dos R$ 2 mil encontre uma forma de diminuir ele, por exemplo.

Sacrificando 5 anos de trabalho!

Então, estamos falando que toda renda extra que você tiver deve ser 100% reservada para investir. Isso pelo menos para os seus próximos 5 anos.

Então, para quem ganha pouco a melhor opção é encontrar um trabalho extra para realizar o seu horário livre, mas mantendo o mesmo padrão de vida com aquele valor antigo, do trabalho fixo.

Aí você deve estar pensando “que vou trabalhar ainda mais para conseguir dinheiro”. Certo. Você realmente vai trabalhar a mais, mas lembre-se que estamos falando de um objetivo!

Na verdade, se você quer viver de renda um dia, você precisa ter a ferramenta que possibilite isso.

E a ferramenta para poder viver de renda é o dinheiro do trabalho de hoje.

Como você já pagou suas contas com a renda principal. Essa renda extra se 100% livre, ou seja, você não precisa trabalhar em dobro para ter qualquer adicional.

E isso fará uma enorme diferença na sua poupança e nos seus investimentos também.

Mas, de fato, quando mais você conseguir acumular com trabalho extra, menos você vai demorar para acumular a quantidade desejada.

Pense: vale a pena sacrificar 5 anos trabalhando duro, mas sobrando dinheiro de verdade para juntar os R$ 230 mil em 5 anos ou é melhor trabalhar 35 anos sem sobrar nada?

O trabalho extra é importante!

Então, se você tem habilidades com comida, com bebida, com manutenção de aparelhos, com estética… Você deve utilizar isso a seu favor e receber uma remuneração extra por esse serviço.

Existem muitos trabalhos que hoje permitem que você trabalhar apenas um final de semana ou trabalhar apenas em algumas horas.

É possível você tirar de R$ 150  por dia apenas com trabalhos extras. Por exemplo!

E como temos 4 finais de semana no mês, então, faça as contas e veja que é possível você tirar de R$ 800 a 1,2 mil só com esse tipo de trabalho extra.

Por isso, falamos de R$ 1,2 mil investidos no mês, como está no título do artigo, entendeu?

Vamos imaginar que você sempre sonhou com o seu objetivo e conseguiu fazer R$ 1,2 mil extra no mês. aí, durante 1 ano são R$ 14 mil e em 5 anos serão R$ 72 mil.

Percebe o potencial que isso pode ter na sua vida? Estamos falando de poder fazer uma viagem ou de dar entrada da sua casa ou abrir o seu próprio negócio, por exemplo.

Como juntar mais de R$ 230 mil em 5 anos poupando R$ 1,2 mil por mês

A aplicação financeira para os juros…

Você pode aumentar consideravelmente essa quantia simplesmente investindo dinheiro extra. Então, os seus R$ 72 mil pode aumentar sim.

Se você tem pouco patrimônio e principalmente se ainda for jovem, o ideal é que você coloque esse dinheiro para trabalhar para você – em aplicações.

A renda média na bolsa de valores pelos dados históricos é  de 15% a 20% por cento ao ano. Isso se investir em boas empresas.

Obviamente, a rentabilidade varia mais a média que quer ficar mais ou menos em torno disso.

Então, vamos tornar este valor padrão como exemplo para facilitar os cálculos.

Em termos de juros compostos, isso equivale a mais ou menos 1,5% ao mês – é um bom valor e que você não vai encontrar na poupança, mas sim em bons investimentos.

Então, R$ 1,2 mil por mês aplicados ao juros de 1,5% ao mês por 5 anos. É essa a conta que temos!

Isso significa mais de R$ 118 mil.

Tudo isso simplesmente trabalhando nos finais de semana e aplicando esse dinheiro nos melhores investimentos. Beleza?

Agora, se você tiver uma família, vocês pode unir forças em um objetivo em comum e alcançar a soma de mais de R$ 230 mil em 5 anos.

Mais de R$ 230 mil em 5 anos!

Talvez você considere 5 anos muito tempo, mas esse tempo passa voando e trabalhar 30 anos pagando as contas no final do mês é um desperdício de vida. Concorda?

Então, para se chegar aos R$ 230 mil basta investir alguns reais a mais. Ao invés de R$ 1,2 mil pode ser R$ 1,5 mil. Ou você pode trabalhar com o tempo. Investindo os mesmos R$ 1,2 mil você pode pensar em 10 anos e passar dos R$ 230 mil por exemplo.

Tudo é uma questão de contas!

Quando você juntar esse dinheiro você poderá realizar alguns sonhos seus ou poderá também usar esse dinheiro como uma renda extra.

Se você conseguir fazer esse dinheiro todo rentabilizar 10% ao ano e tirar a inflação que hoje gira em torno de 4% vão sobrar 6%.

Só com essa renda desse dinheiro acumulado é possível tirar a inflação e obter R$ 14 mil ao ano para o resto da sua vida e gastar como quiser.

Então, use a sua renda excedente para investir e se não tiver uma renda extra faça acontecer, crie e acredite, essa é a melhor coisa que você pode fazer para você e pela sua família.