Estudando os milionários – saiba como João Amoêdo entrou para o seleto grupo!

ANÚNCIO

Gente, esse não é um texto político, está bem? Aqui, a gente só está visando estudar pessoas e personalidades que ficaram ricas e milionárias, no caso, João Amoêdo.

Você vai entender como que o candidato à presidente João Amoêdo conquistou o patrimônio de R$ 425 milhões. Afinal, isso é muito dinheiro, não concorda?

ANÚNCIO

As notícias mais recentes

O político João Amoêdo, candidato à presidência da república pelo partido NOVO, chocou muitos eleitores brasileiros ao declarar o seu patrimônio de R$ 425 milhões.

Conforme as informações, metade desse patrimônio está aplicado em renda fixa!

E o assunto foi para a mídia após questionamentos sobre a sua carreira e até sobre a sua lucidez por esses valores tão altos.

ANÚNCIO

Depois, o candidato foi à imprensa e afirmou que conseguiu, com o seu suor, chegar a esse patrimônio. Inclusive, avaliou que existe e deve existir uma diferença de patrimônio entre as pessoas e os demais candidatos.

E entre os presidenciáveis, o único que se aproxima bastante dele é o também candidato Henrique Meirelles. Os outros ficam muito para trás disso.

O histórico de Amoêdo

Segundo Amoêdo, ele diz que trabalhou na iniciativa privada a vida toda e que começou do zero como trainee em um banco. Depois, trabalhou bastante e construiu um patrimônio de maneira honesta.

Então, como ele diz, não tem nada de errado nisso.

E o candidato Amoêdo acrescentou ainda que agora pretende devolver um pouco disso ao país, exatamente como ele tem se dedicado aos últimos 8 anos da sua vida: através da política.

Vale lembrar que em 2006 João Amoêdo desembolsou mais de R$ 4,5 milhões para viabilizar o partido NOVO. Então, se tem uma coisa diferente no partido NOVO é essa ideai de usar dinheiro da iniciativa privada.

Se não tem dinheiro público, você pode fazer o que você bem entender com dinheiro seu, não é mesmo?

Bom, seguindo o histórico: após completar as graduações de Engenharia Civil (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e Administração de Empresas (PUC do Rio de Janeiro), o jovem profissional ingressou no programa de trainee docente!

Lá, foi promovido a gerente 3 anos depois, aos seus 25 anos de idade.

Vale lembrar que grandes bancos tendem a pagar bônus de produtividade a seus funcionários acrescentando assim ao valor do salário. Esses valores crescem de maneira exponencial, conforme a hierarquia

Logo no ano seguinte, Amoêdo ingressou no Banco do Brasil e um tempo depois ele se tornou diretor executivo. No ano de 1999,  assumiu a gestão da final da área financeira do banco.

Estudando os milionários – saiba como João Amoêdo entrou para o seleto grupo!

Os altos cargos!

O site do candidato acredita a sua gestão foi importante para a transformação da empresa, que antes era deficitária e em uma operação seguinte foi comprada, em 2002, por 3 vezes o seu valor patrimonial.

Cerca de R$ 650 milhões!

Isso transformou o BBA em uma empresa do itaú.

Nesse negócio é razoável incluir que os acionistas relevantes da empresa ou aqueles que presidiam ela, tiveram bons rendimentos com a negociação.

João Amoêdo, depois, foi convidado a assumir a vice presidência do banco no ano de 2004 e um 1 depois deixou este cargo para se tornar membro do conselho de administração. No fim de 2008, foi que o Itaú e o Unibanco que anunciaram a fusão, criando o maior banco do hemisfério sul.

Se você não sabe o que é a fusão, considere que é a união de grandes bancos ou grandes empresas.

Depois que o Itaú e o Unibanco anunciaram a fusão e criaram o maior banco do hemisfério sul, em 2009, Amoêdo passou a fazer parte do conselho de administração do Itaú BBA, cargo que ocupou até 2015.

Ele também foi membro do conselho de administração da empresa da João Fortes engenharia.

Os investimentos de Amoêdo

Não precisa ser a pessoa mais inteligente do mundo para saber que ganhar dinheiro não é o suficiente para construir e manter um patrimônio milionário.

Se por um lado, o candidato ganhou dinheiro com as fusões e os bancos, por outro, ele soube investir esse patrimônio para aumentar a lucratividade e a rentabilidade.

A declaração patrimonial de Amoêdo demonstra que o candidato é altamente conservador em sua carteira de investimentos, isso porque ele aplica mais da metade do que possui em renda fixa e as outras parcelas relevantes estão em contas da empresa e fundos de investimentos.

Veja alguns bens que ele declarou!

51,2% do patrimônio aplicado em investimentos conservadores. E aqui entra CDB, etc.

Então, ele é bem conservador!

Assim, dá para notar que ele é conservador. Só que depois, tem outras partes interessantes também: 28,3% aplicados em cotas de capital, o que resultam em mais de R$ 120 milhões.

4% do patrimônio dele aplicado em fundo de longo prazo e fundos de investimento em direitos creditórios, com mais de R$ 44 milhões.

3,9% do patrimônio é um apartamento, depois vem a casa e em outros bens.

O total é de R$ 425 milhões!

Para quem não entende a importância dos investimentos, vamos considerar que com tanto dinheiro aplicado na renda fixa, que é segura, ele consegue um rendimento mensal de R$ 1 milhão – apenas com os juros.

O cara sabe fazer o dinheiro trabalhar para ele. Pode não ser o melhor candidato e pode estar longe de ser um bom político, mas temos que considerar a especialidade de Amoêdo para investir.

Para quem quer aprender como que faz por dinheiro trabalhar, vale estudar essa personalidade.

ANÚNCIO