Veja como investir em um COE de forma segura

ANÚNCIO

O COE (Certificado de Operações Estruturadas) é um investimento não muito conhecido pelo público brasileiro. Aliás, isso tem motivo: o seu acesso popular só foi descomplicado apenas no ano de 2016. Mas, a boa notícia é que dá para investir em um COE de forma segura.

E a gente vai contar como conseguir isso. Inclusive, você já deve considerar que esse tipo de investimento se caracteriza por apresentar um desempenho de renda variável e de renda fixa. Portanto, é uma mistura que une agressividade com conservadorismo.

ANÚNCIO

Além do mais, o seu dinheiro fica seguro quanto a perdas, de forma total ou apenas uma parcela dele. Uma próxima informação para quem ainda não sabe, é o fato de que esse investimento é efetuado através do envio de um título que tem um vencimento.

Aliás, ele também tem um valor mínimo, indexador e apresenta uma projeção lá na frente. Atenção: é uma projeção e não uma rentabilidade fixa, ok? Agora, para conhecer mais sobre o COE e aprender como investir de forma segura fizemos confira este artigo.

Entenda o que é o COE

Para se fazer um investimento em algo é interessante saber mais informações sobre a modalidade que pretende usar seu dinheiro. Por isso, antes de lhe ensinar a investir, vamos explicar melhor sobre o COE.

ANÚNCIO

Este investimento mistura aplicações entre renda fixa e variável em somente um procedimento. Assim sendo, você consegue um investimento simples, diversificado e com risco diminuto. No entanto, a liquidez dele também é reduzida.

A operação do COE insiste em adquirir um título enviado por agências bancárias que investe em algum título de renda fixa. Entre elas: LCI, LCA, CDB e Tesouro Direto. A quantia sobressalente será empregada em rendas variáveis, que podem ser ações e commodities.

Uma vantagem desse investimento é poder utiliza-lo em aplicações fora do Brasil, pelo fato de não estar acoplado somente a Bolsa de Valores. Com isso, é possível comprar ações de gigantes internacionais como o Facebook, que está na bolsa americana.

A rentabilidade do COE

Outro ponto importante para saber como investir em um COE de forma segura é pensar na rentabilidade desse produto. Afinal, esta modalidade de investimento pode ser chamada de taxa prefixada, pois ela limita o lucro do investidor.

De uma forma mais simples, ao investir no COE você não perde capital, só que pode acontecer dos seus lucros superarem aquele previsto no início da aquisição do seu título. Nesse caso, esse valor sobressalente irá direto para a instituição.

Ainda assim, os seus rendimentos tendem a serem maiores que se aplicasse apenas em rendas fixas. E o lado bom é o que o seu risco não existe, se comparado aos investimentos diretos em ações ou commodities.

Os tipos de Certificados Operacionais

O COE apresenta, atualmente, 2 modalidades: Valor Nominal Protegido e Valor Nominal em Risco. Nas próximas linhas vamos explicar cada uma dessas opções que são disponibilizadas aqui no Brasil na maioria das corretoras de valores.

O primeiro caso é aconselhável para pessoas quem pretendem atingir um retorno interessante ao mesmo passo que não aceita as variações normais que são encontradas nas rendas variáveis.

Com esse modelo de investimento pode ficar tranquilo, você não terá perdas. Bem, ao menos a quantia que aplicou retornará se não atingir aquela projeção de faturamento.

Já o Valor Nominal em Risco oferece um lucro bem maior, só que junto com isso, os riscos também são mais elevados. Neste caso, você perde aquela instabilidade de receber de volta caso não atingir a meta. Sendo assim, é possível perder parte do que foi investido.

Os valores e os prazos

Outra informação é que não existe limitação de um valor mínimo para efetuar seu investimento no COE. O motivo é que isso varia bastante de qual será a instituição que você usará. Normalmente, o valor aplicado varia entre R$ 1.000,00 a R$ 100.000,00.

Dessa mesma forma funcionam os prazos: depende muito de cada agência. Entretanto, a média fica entre 6 meses a 5 anos. Por isso, é muito importante escolher um prazo de recebimento desse dinheiro em um prazo que não comprometerá sua saúde financeira.

Saiba que não é possível retirar seu investimento antes do final do prazo. A única solução é revender para outra pessoa o seu título. Essa é uma das principais dicas para quem está buscando aprender a investir em um COE de forma segura.

Como investir em COE sem correr riscos

investir em um COE de forma segura

Basicamente, você precisa ter uma conta em alguma agência (corretora de investimentos) para poder fazer seu investimento, se não tiver, faça a conta que quase sempre é gratuita. A vantagem de ainda não ter nenhuma conta é poder pesquisar a melhor opção do mercado.

Como essa operação pode ser um pouco complexa é imprescindível fazer uma analise segura de todos os COEs que estão à sua disposição. Sendo que cada corretora tem suas alternativas. Sua escolha precisa refletir quais são seus objetivos e se está de acordo com seu perfil.

Além do mais, preste muita atenção em qualquer variável que pode conter na operação. Entre eles: os prazos disponíveis para o vencimento, limite máximo, a quantidade do aporte, quanto deverá ser o lucro e quais serão os custos que terá que arcar.

Leia Também:

Uma dica rápida que vale a pena: na dúvida, não invista em algo que não conhece. Além de tudo isso, você não pode se esquecer de aferir o Documento de Informações Essenciais (DIE).

Saiba que o emissor do seu COE tem a obrigatoriedade de lhe entregar seu título, não importa se é no formato físico ou digital.  Pois nele contem todos os dados que são precisos para que se faça uma boa aplicação. Depois de todo esse processo é só confiar na sua análise e investir.

ANÚNCIO