Investir em bitcoin é seguro? 7 motivos que dizem que não

ANÚNCIO

Atualmente, desde alguns anos atrás, muito se falou sobre os bitcoins e todas as moedas virtuais (o bitcoin é apenas uma elas). Ainda assim, muita gente se pergunta se investir em bitcoin é seguro e nós perguntamos isso também. Fomos atrás das respostas.

E acredite: mesmo que muita gente tem ganhado dinheiro com isso e muitos grandes investidores tem usado uma parte do seu patrimônio para essas moedas, saiba que há bons motivos para não confiar tanto assim nesse dinheiro virtual.

ANÚNCIO

O assunto, de uma forma geral, sempre gera uma grande curiosidade. O problema não está em quando a pessoa investe 1%, 2% ou 10% do seu patrimônio nisso. Mas, sim quando ela investe tudo o que tem esperando um retorno rápido. Se você é esse tipo de pessoa, cuidado.

Por que não investir em bitcoin

Para pessoas como você, a gente fez um conteúdo diferente hoje. A ideia não é dizer que você não tenha que investir dinheiro. Porém, você não deve aplicar tudo o que tem nessas moedas. E há bons motivos para acreditar nisso. Conheça-os.

Para que você entenda melhor sobre os riscos desse tipo de aplicação, nós fizemos um conteúdo reflexivo com alguns demonstrativos que podem fazer com que essa alternativa não seja uma boa para os seus negócios por enquanto.

ANÚNCIO

1 – A moeda virtual não é uma aplicação financeira

Se você pensa que investir em bitcoin é seguro já deve considerar esse primeiro ponto. O que vamos dizer vem de encontro com um pensamento do Nobel de Economia Robert Shiller. De acordo com ele, esse tipo de atividade fica no meio do caminho do que é investir e apostar.

Isso quer dizer que você poderá estar aplicando o seu capital num mercado ou simplesmente fazendo uma aposta em uma corrida de cavalos – o que pode lhe dar prejuízo.

O argumento de Robert para afirmar isso é que não é possível fazer uma avaliação precisa do valor de cada bitcoin, como se faz com qualquer outro investimento que existe atualmente.

2 – O bitcoin ainda apresenta muitos riscos de perda

O próximo ponto negativo apontado ao investir nessa moeda virtual, que é bitcoin, é a baixa longevidade. Logo, não se sabe se essa moeda vai se manter estável por muito tempo, além de que existem muitas outras criptomoedas no mundo.

Em resumo, considere que não saber se ele vai existir daqui alguns anos pode lhe fazer entrar em uma grande furada. Por exemplo, investir todo seu dinheiro no MSN e logo ele ser substituído pelo Facebook é perder dinheiro. Assim, esse dinheiro você não teria como reaver.

3 – Em boa parte do mundo, é considerada uma atividade ilícita

Mais um Nobel de Economia se coloca contrário ao bitcoin. Segundo ele, muitas pessoas não estão preocupadas em facilitar compras, mas sim em utilizar uma nova moeda para executar atividades ilícitas. Entre elas, lavagem de dinheiro.

É um pensamento bem complexo, porém, o autor da ideia diz que não existe nenhuma definição precisa sobre o bitcoin, sendo que ele não é tratado como uma moeda. Não tendo regulação, nem banco e nem se sabe quem foi o verdadeiro criador.

“Especulam ter sido um japonês ou um australiano”. Com essa “vantagem ilegal” de onde o bitcoin pode ser usado, você poderá ter problemas no futuro.

4 – Tem uma espécie de valorização inexplicável

Mais um motivo que vai contradizer a sua ideia de pensar que investir em bitcoin é seguro é sobre a valorização do recurso.

Esse é um dos pontos que mais atraem os curiosos. Afinal, uma alta valorização é tudo o que as pessoas querem hoje em dia, né. No entanto, não se sabe o verdadeiro motivo para que ela se valorize ou se desvalorize. Eis o problema.

Sendo assim, qual a sua segurança em investir? Quais as melhores formas? Investir em algo onde não se pode racionalizar costuma ser uma furada, um verdadeiro jogo de apostas.

5 – Recentemente, nasceu uma nova atuação do bitcoin

Para quem não sabe, o bitcoin foi inventado para que fosse mais fácil o comércio de produtos ao redor do planeta. Seria usado para substituir cartão de crédito e ainda assim, conseguir algumas vantagens diferenciadas com elas, algo parecido com o que acontece com a PicPay.

No entanto, essa ferramenta começou a ser usada com o único propósito de enriquecer as pessoas e foi deixada de lado sua função inicial de ajudar no comércio.

Com essa mudança de atuação, acabou gerando certa confusão na forma correta de utilizar, e sendo assim, é melhor evitar qualquer coisa que não esteja muito clara. Principalmente se envolver o seu dinheiro suado que demorou tanto para conquistar, né.

6 – Há problemas com as pirâmides e as bolhas

Existem muitos casos relatados na internet de pirâmide por conta dessa moeda. Funciona mais ou menos assim: a pessoa vende o bitcoin como se fosse um marketing multinível, onde o comprador adquire uma cota e depois vende para outros indivíduos para ganhar comissão.

Em vários casos os criminosos já foram presos, inclusive no Brasil. Mas que fique claro: o bitcoin não é uma pirâmide, foi apenas um exemplo de como pode ser usada e forma errada.

Alguns economistas acreditam que possa acontecer uma bolha especulativa com os bitcoins e ainda ser visto como pirâmide. Por isso, esses são mais dois grandes riscos desse tipo de investimento.

7 – No mínimo, tem um sistema bem complexo

O último grande problema de investir nessa moeda é a complexidade dela. Você deverá estudar conteúdos complicados como, blockchain, mineração e criptomoedas.

Na verdade, é indicado estudar qualquer tipo de investimento que for fazer. Porém, a questão aqui é que existem muitas outras opções mais seguras, simples de entender e de botar em prática.

Investir em bitcoin é seguro

Mesmo alguns grandes investidores confessaram ter certa dificuldade para entender sobre o bitcoin. E no mundo dos negócios, não entender exatamente o que está fazendo faz com que você se torne um simples “peixinho manso” em um mar rodeado de tubarões famintos.

Para saber mais sobre o bitcoin

Se essas afirmativas continuaram te fazendo achar que investir em bitcoin é seguro, saiba que temos outros conteúdos. Mas, agora, a ideia é mostrar justamente o contrário: os pontos fortes do bitcoin. Ficou curioso? Leia:

Para terminar, vale lembrar que como todo investimento, esse também precisa de estudo. Portanto, o erro nem sempre vai estar em investir dinheiro, mas sim em não saber como fazer isso do jeito certo.

ANÚNCIO