Como Investir Dinheiro no Tesouro Direto pensando na Aposentadoria

Pensar na Aposentadoria é o 1º passo para ter uma noite de sono tranquila. Ainda mais se notarmos o cenário atual, com as mudanças na Previdência. Depois, é preciso notar quais são as melhores opções de aplicações financeiras para esse fim. E, acreditem, não são as previdências privadas e muito menos os títulos de capitalização dos bancos. Com isso, aparece o Tesouro Direto, que, sem dúvidas, é o melhor investimento para a aposentadoria para quem tem o perfil conservador.

Antes de falar do Tesouro, vamos só dizer alguns motivos pelos quais você NÃO deve apostar nas previdências privadas e nos fundos de pensão.

Essas opções são feitas pelos bancos que cobram altas taxas. Pronto, esta aí a resposta. É claro que você tem muita facilidade: basta colocar tudo no “piloto” automático que o próprio banco faz tudo. Ele tira o seu dinheiro da conta corrente todos os meses e aplica na previdência. Ele faz a soma da rentabilidade, descontando as taxas. E pronto: você garante o seu futuro! Será?

Descubra por que as Fintechs estão revolucionando o setor financeiro global: “Serviços Bancários são essenciais, bancos não são”, Bill Gates, em 1994, já havia alertado o mundo sobre esse movimento que hoje, em pleno ano de 2017, ganha força de forma muito veloz! Saiba tudo sobre as Fintechs!

Adeus Bancos? Descubra por que as Fintechs estão revolucionando o setor financeiro global

É claro que não é bem assim que funciona. Tudo está certo aí em cima. Só que a principal questão é que você poderia ter um futuro muito melhor garantido, com muito mais dinheiro, se não precisasse pagar tantas taxas ao banco.

Como Fazer Isso?Oras, o Tesouro Direto cobra APENAS 0,30% de taxa! E os bancos, variam, mas essas taxas podem chegar à 5%. Muita coisa, não? Acha que não faz diferença? Então, procure uma simulação aí, de 100 reais mensais, no prazo de 30 anos… Vai ver que tem muita diferença sim, senhor!

Ah, e tem um detalhe aqui… Ninguém gosta de falar disso e o assunto nem é divulgado. Trata-se, então, de um comentário informal, ok? Essas previdências injetam dinheiro ao banco e o banco, por sua vez, aplica o dinheiro nos títulos públicos. Ou seja, em termos, ele apenas terceiriza o serviço. Sendo assim, por que você não investe dinheiro direto no Tesouro Direto?

Como Conseguir Acumular 270 mil reais no Tesouro Direto para a aposentadoria?

Bom, se fizer isso pelos bancos, não vai compensar mesmo porque os bancos cobram taxas altas para isso. Ou seja, você já tem que pagar uma porcentagem de 0,30% à Bovespa e aí, o banco vem e te cobra mais 0,50%. Acha pouco? As corretoras costumam cobrar apenas 0,20%.

Então, se você optar por investir nos títulos públicos, que é uma das opções mais vantajosas que tem você tem que levar em conta a opção de conhecer o investimento via corretoras de investimentos.

Bom, para encerrar esse lado negativo, proporcionado pelos fundos de pensão, vamos dizer apenas que ao final da matéria teremos 3 notícias que mostram o grande problema que está sendo causado à essas pessoas, incluindo trabalhadores da Caixa Econômica Federal, Correios e Petrobras. Leia lá e entenda!

Veja como a Petrobras promete Movimentar o Mercado de Ações

Quem detém os Títulos Públicos?

Ainda não há dados muito recentes, de 2016, por isso, vamos usar algumas informações de 2015. Os maiores detentores são divididos em categorias. Veja!

  • Instituições Financeiras: Foram as maiores possuidoras dos títulos públicos do país, sendo dona de mais de 25% do todo emitido pelo Tesouro. E aqui vale citar todos: os bancos comerciais, estatais, de investimento e corretoras.
  • Previdência: É a 2ª que mais tem títulos públicos no Tesouro Direto. Aqui vale citar os planos de previdência aberta, fechada e os REPPS (Regime de Previdência dos Serviços Públicos). Assim, quando você investe nessas previdências, eles usam o dinheiro para aplicar no Tesouro Direto.
  • Fundos de Investimento: Detém 19% dos títulos públicos. E acontece como as previdências: os bancos cobram taxas para os investidores aplicarem nos fundos e aí pegam o dinheiro para investirem no Tesouro Direto.
  • Não-residentes: Detém pouco mais de 18% do total e representa todos os investidores estrangeiros, tanto pessoa física quanto jurídica. Aqui vale os fundos de investimentos internacionais.
  • Governo: Sim, o próprio governo tem responsabilidade sobre o dinheiro do Tesouro Nacional, ainda mais pensando nos contribuintes do FGTS. Ao invés de deixar o dinheiro parado, eles investem nos títulos públicos, que rendem juros. Aqui também está o dinheiro do fundo soberano, o FAT. Ao todo, eles tem representatividade de 5,5%.
  • Seguradoras: Seja de carro, de casa ou do plano de saúde, elas usam o seu dinheiro para investir nos títulos públicos. Logo, as seguradoras usam o seu dinheiro para lucrar com os juros sobre os juros. Na prática, as seguradoras fazem o que é chamado de Fundo de Emergência, algo que você poderia fazer por si próprio, investindo dinheiro.
  • Outros: São formados por sociedades de capitalização que são as instituições que emitem os títulos de capitalização que os gerentes de banco “socam” nos seus clientes, os mais leigos, diga-se de passagem. Essa parte é detentora de 5% dos títulos públicos.

Ué, então, é assim que os bancos e o governo e as seguradoras lucram?

Exatamente assim: eles ganham apenas para fazer essa intermediação entre você e os títulos públicos! Você investe nos fundos de investimentos ou nas previdências ou nas seguradoras e recebe uma porcentagem muito baixa por isso. Aí, os bancos pegam o dinheiro e investem no Tesouro Direto. Eles recebem um alto valor por isso e te passa uma pequenina parte. Aliás, você ainda tem que pagar a taxa de administração, lembra?

O lado bom disso tudo é que hoje, aliás, a cada mês, mais pessoas estão investindo no Tesouro Direto, o que tira da mão dessas instituições o poder de lucro.

Note que TODO MUNDO quer pegar o seu dinheiro para investir no Tesouro Direto. Até o próprio FGTS faz isso! Então, para eles, o que você que é interessante? Você continuar emprestando dinheiro para eles e recebendo pouco por isso e eles continuarem passando o valor para o Tesouro e ganharem muito dinheiro com isso.

Como Transformar 1 mil reais em 26 mil reais? Pegue o dinheiro do FGTS Inativo e Invista! Saiba como…

“Para quem está endividado é uma boa oportunidade para quitar as dívidas¹, principalmente as que cobram mais juros, como cheque especial² e cartão de crédito³. É importante, também, ter disciplina para evitar um novo endividamento”, afirmam os consultores.

Acerca das 3 palavras listadas acima, leia cada um desses artigos:

  1. Saque do FGTS Inativo: sua chance de quitar as dívidas e investir o seu dinheiro
  2. Cheque Especial, que de especial não tem nada, é a 2ª linha de crédito mais cara do Brasil
  3. Novas Regras passam a valer para o Cartão de Crédito, entenda como elas funcionam!

Já para quem está em uma situação melhor (e não tem dívidas), a indicação é fazer aplicações financeiras. Wagner Vieira é assessor da Bluetrade Investimentos, ele diz que entre as opções mais conservadoras estão os Fundos DI ou de Renda Fixa. “Esta opção é a que tem menos risco, pois é ligada à taxa de juros, que oscila de acordo com as decisões do governo federal”, ele diz.

Logo, quanto menos você souber investir seu dinheiro da forma certa, melhor será para eles. É assim que eles lucram todos os anos, todos os meses, todas as horas. Compreenda, de uma vez por todas, que: o único interessado e beneficiado será você, se você decidir por buscar a educação financeira.

5 Princípios Básicos e Fundamentais da Educação Financeira Infantil

3 Notícias e Motivos para não Investir em Fundos de Pensão

Matéria 1, do Estadão: “Com Déficit, fundos de pensão de estatais podem reduzir valor de aposentadoria”

A notícia é de 2015, mas a situação não mudou muita coisa. A Funcef é o fundo de previdência dos funcionários da Caixa Econômica Federal e divulgou um plano para solucionar o rombo. Ele é o 3º maior fundo de pensão do país é um dos puxadores da fila que ainda não sabe como fará para solucionar, de fato, a questão.

Em 2014, conforme informa o jornal, foram fechados mais de 40 fundos, o que representou um prejuízo de 31 bilhões de reais.

“Sabemos que mexer em aposentadorias é uma questão sensível e trabalhamos para neutralizar o impacto”, afirmou, na ocasião, Maurício Pereira, diretor de investimentos da Funcef.

Na mesma matéria, o jornal afirma que o fundo de pensão dos funcionários do BNDES, o Fapes, enviou um comunicado informando sobre o déficit de 1,2 bilhão de reais em 2014, superior à 10% das suas provisões.

Matéria 2, da revista Época: “PF aponta rombo de 5 bilhões de reais no Postalis, fundo de pensão dos Correios”

A matéria é de 2016 e conta o caso na qual a Polícia Federal entregou à Justiça Federal do Rio de Janeiro um relatório responsabilizando 28 pessoas por um rombo de 5 bilhões de reais. A PF analisou investimentos dos últimos 4 anos, ainda na gestão do russo Antonio Carlos Conquista.

Na ocasião, o Postalis disse que prestou esclarecimentos à PF e que o fundo teve algumas vitórias.

A fraude consiste na compra de títulos no mercado de capitis por uma corretora americana. Eles eram revendidos em preços maiores para as empresas, no que eles chamaram de paraíso fiscal. Depois, os títulos eram adquiridos pelos fundos Postalis por valores ainda maiores.

Matéria 3, do Estadão: “Maior fundo do Petros terá rombo de 20 bilhões de reais”

A Petros é o fundo de pensão dos funcionários da Petrobrás e fechou 2015 com um déficit em torno de 20 bilhões de reais. Na ocasião, representantes do conselho fiscal disseram que há 12 anos o órgão recomendou a reprovação do balanço anual, com déficits dos últimos anos e por questões contábeis.

A Petros é o maior fundo de pensão do país… “Naturalmente, a atual conjuntura econômica vem afetando não somente os resultados da Petros, como de todo setor de previdência complementar e de vários outros segmentos da economia”, disse, na época, a Petros.

Na ocasião, o jornal afirmou que 10 entidades, sendo 8 estatais federais, são responsáveis por 80% do total do déficit. As perdas, conforme os analistas, é consequência da piora da economia, de erros de análise de investimento, má gestão e em alguns casos, como fraudes e corrupção.

Saiba como Construir uma Aposentadoria Milionária em 4 Passos

O juro simples é linear e o juro composto é exponencial. De um lado, o juro simples sempre vai incidir sobre o valor inicialmente aplicado enquanto que o composto vai incidir sobre o valor aplicado somado ao montante que já foi acumulado com o juro. Logo, os juros compostos trabalham com a lógica de juros sobre juros.

Revelado o Segredo para ter uma Aposentadoria Protegida

Esse é o 1º ponto que precisa ser analisado se você tiver pensando na sua aposentadoria. Considere um investimento inicial de 20 mil reais, com uma taxa anual de 15% durante 20 anos e sem considerar as taxas dos impostos. Se fosse juro simples, o total da aplicação seria de 80 mil reais, já no composto somaria mais de 320 mil reais. Ou seja, 4 vezes mais.

O que podemos concluir, já no início do texto, é que temos que trabalhar sempre visando essa questão dos juros compostos. Aí, entram outras questões que são importantes para que ele se concretize de forma efetiva: O tempo de investimento, o valor do investimento, os motivos do investimento, entre outros. É sobre cada um desses tópicos que vamos falar agora!

Com informações do clubedospoupadores, estadão e globo