3 investimentos melhores que a poupança para quem tem R$ 100

Você já deve ter pensando: “ah, quero começar a investir dinheiro, mas só tenho R$ 100”. Certo? Então, este conteúdo é para você mesmo, que está interessado em dar os passos inicias para acumular dinheiro fora da caderneta da poupança.

A verdade é que existem boas aplicações financeiras que podem ser feitas hoje em dia para o objetivo de acumular patrimônio e quando se conhece as opções fica mais fácil escolher aquela que tem a ver com o seu objetivo.

Separamos as 3 principais, que você confere agora!

1 – Tesouro IPCA

É um investimento financeiro do Tesouro Nacional ideal para quem quer investir pensando no longo prazo, em objetivos que tenham a ver com a aposentadoria ou com alguma realização pessoal para a velhice, por exemplo.

Os títulos do Tesouro IPCA possuem vencimento datados, que variam de 5 anos a 26 anos. Então, você vai encontrar títulos com os nomes de IPCA 2024, IPCA 2045, etc.

Outro detalhe dele é que ele sempre vem com um adicional, como “Tesouro IPCA 2024 + 4,2%” ou “Tesouro IPCA +3% 2035”.

O que isso significa? Que você vai ter o seu rendimento com essa porcentagem descrita acima da inflação, que vai acontecer até a data de vencimento do seu papel.

Quando investir no Tesouro IPCA?

Para nunca errar, o segredo é investir no Tesouro IPCA apenas quando você tiver a certeza que vai poder aguardar o término do vencimento do seu investimento inicial. Isto é, aquela data do título.

Você até pode tirar o seu dinheiro antes do prazo, mas aí tem o risco de perder dinheiro ou ficar com menos dinheiro do que investiu.

Trata-se de uma opção segura sim, mas desde que você cumpra o prazo, já que o Tesouro IPCA é ótimo para o longo prazo porque possui pouca liquidez para prazos menores.

A boa notícia é que dá para investir nessa opção com R$ 30 ou mais.

2 – Tesouro Selic

3 investimentos melhores que a poupança para quem tem R$ 100

Para muita gente que conhece o assunto, o Tesouro Selic é até mais aconselhável do que o IPCA para quem está começando a investir dinheiro, sendo considerado a porta de entrada para o mundo dos investimentos.

Ele é tão seguro quanto a poupança, só que melhor porque rende mais.

Enquanto o Tesouro IPCA é para o longo prazo, o que faz o Tesouro Selic? Ele pode ser pensando e usado para 2 opções de investimentos.

Uma das melhores opções é para quem está formando a reserva de emergência. Por isso, é ideal para quem está começando a investir dinheiro. E ele só poderá ser usado para imprevistos mesmos.

Logo, tem boa liquidez, diferente do Tesouro IPCA.

Outra opção de uso é para rentabilizar o dinheiro, isto é, aumentar o seu dinheiro pensando no curto prazo, já que é melhor do que a poupança.

Quando investir no Tesouro SELIC?

Se você está programando uma viagem para o fim do ano, para o outro ano, para daqui 2 anos ou se está estudando trocar o carro por um mais novo, o Tesouro Selic pode ser uma boa ideia.

Também vale lembrar que ele é ótimo como poupança.

Vale dizer que hoje em dia tem muita gente que usa o Tesouro Selic para começar a juntar dinheiro, sabe?

Vamos supor que você encontrou uma LCI ou um CDB muito bom no banco pequeno, só que esses investimentos tem valores iniciais que partem dos R$ 10 mil. Aí, dá para usar o Tesouro Selic para juntar essa grana e migrar para o outro investimento.

Ah, tem uma coisa: o Tesouro Selic rende a taxa de juros básica do Brasil, que é a Selic mesmo, o que garante que você nunca vai perder dinheiro.

O valor mínimo para investir no Tesouro Selic é de R$ 100.

3 – ETF BOVA11

Essa é uma indicação que veio da UOL e foi muito comentada na última semana, por isso, colocamos aqui para explicar o que é!

ETF é Exchange Traded Fund, isto é, uma maneira barata de investir dinheiro na bolsa de valores. Trata-se de um fundo que é vendido como uma ação.

Existem vários tipos de ETF, sendo que o mais conhecido atualmente é o BOVA11, que acompanha o índice da Bovespa – o Ibovespa.

O que tem nesse índice? Ele tem uma média das ações mais negociadas na bolsa de valores. Atualmente, é composto por 67 ações, número que pode variar. Quase sempre é comum encontrar Itaú, Bradesco, Vale, Lojas Renner.

Quando investir em ETF?

Agora é que vem o grande segredo dessa ETF: nunca se deve investir em ações da bolsa de valores sem antes conhecer esse mercado, que é da renda variável e muito volátil.

Não dá para comparar o Tesouro Nacional, que é da renda fixa e seguro, com a bolsa, que é da renda variável e pode fazer você perder muito dinheiro. São coisas diferentes… Muito diferentes!

Então, só invista no ETF quando tiver experiencia para isso, nesse caso, não se trata de um investimento para iniciantes, mesmo que a aplicação mínima seja de R$ 92.