Saiba o que são investidores anjos para financiamentos de projetos empresariais

ANÚNCIO

Se a gente deixar a pandemia um pouco de lado para falar sobre projetos empresariais no Brasil, vamos acabar, em algum momento, ouvindo sobre os investidores anjos para financiamentos. Mas, você sabe o que é isso e como funciona? Vamos descobrir.

Até mesmo porque essa época de isolamento social, mudanças comportamentais e até mesmo o chamado “novo normal” pode ser o momento ideal para você estudar as várias alternativas que têm para abrir o próprio negócio quando a oportunidade surgir.

ANÚNCIO

Sendo assim, dá para dizer que nos últimos anos o Brasil viveu um dos seus melhores momentos quanto ao mercado de startups. Como resultado direto, nós tivemos o nascimento dos primeiros “unicórnios”, que são startups que atingiram 1 bilhão de dólares.

A entrada dos investidores anjos no mercado

Considerando o viés acima, a gente pode notar que com o aumento de novas empresas no país, também se acentuou a procura pelos investidores anjos. Curiosamente, eles são investidores de startups, ou seja, que acreditam nos projetos e, por isso, aportam recursos.

Na tradução mais comum da internet, a gente vai encontrar a definição que diz que “os investidores anjos aportam patrimônios em empresas nascentes, que se mostram com bom embasamento”.

ANÚNCIO

Há especialistas que dizem que ao todo existem mais de 8 mil investidores desse tipo no país, sendo que há um mercado com espaço para mais de 20 mil. Ou seja, ainda que seja um número expressivo, há perspectivas de aumento no número deles.

Os investidores anjos para financiamentos

Agora levando em conta as traduções para o termo, considere que o investidor anjo é tido como o primeiro investidor formal de uma nova empresa que está surgindo. Por isso, quase sempre ele investe o seu patrimônio pessoal nos mais variados modelos de negócios.

Como essas novas empresas, chamadas startups, possuem um futuro incerto, é preciso considerar que esse novo investidor deve ter motivações suficientes para apostar em um crescimento exponencial da ideia, dos negócios, das vendas.

Eles precisam considerar que dali vai “nascer negócios promissores”. Especialmente sobre os financiamentos dos projetos, saiba que este investidor não será o responsável por financiar o nascimento da empresa. Logo, o foco dele é acelerar o crescimento do negócio.

As etapas do nascimento da empresa startup

Para complementar o que falamos acima, considere que existem algumas etapas que consideram o nascimento de uma empresa startup. Se o investidor anjo será o primeiro investidor formal, como a empresa dá os primeiros passos?

De modo geral, são os próprios idealizadores e fundadores que investem recursos próprios e pessoais, inclusive reservas de emergência, para conseguir viabilizar a ideia inicial. Então, após estabelecer o produto ou o projeto, então, vem os investidores, como o anjo.

Com isso, a partir da ideia idealizada e do produto lançado, vem os primeiros clientes. Depois disso, é hora de buscar os investidores anjos para “aumentar a produção”, se é que podemos falar assim, de forma bastante resumida.

O empréstimo bancário

Ainda como fator complementar, se você tem estudado maneiras de incentivar a sua startup, pode ter pensado, antes de tudo, em um empréstimo bancário. Logo, qual é a vantagem do investidor anjo perante a esse tipo de crédito?

De maneira geral, o investidor anjo poderá aportar muito mais do que dinheiro na sua ideia, no seu projeto inicial. Não é sempre, mas é comum que ele vá levar para você muito conhecimento de mercado ou expertise em gestão ou poderá ser um mentor ou conselheiro.

E sim, esse é um grande diferencial se a gente considerar que a startup é uma empresa que está começando. Além do que banco nenhum faz a oferta disso. E, em boa parte das vezes, nem mesmo instituições como o Sebrae podem ajudar, dependendo do produto, do mercado.

O valor agregado pelo investidor anjo

Chegando ao final desse texto sobre investidores anjos para financiamentos de projetos, considere que esse tipo de aporte que você receberá ter um valor agregado muito grande. Isso vai representar muito mais do que um empréstimo feito em bancos.

Tanto é que você pode pensar o contrário, também. Do lado do investidor, qual é a vantagem? Ele visa uma empresa com alto potencial de lucro e rápidos ganhos de mercado. Logo, a gente vê rendimentos sem que se tenha um contrato social de forma obrigatória.

Assim, ele pode ganhar dinheiro mesmo sem ser sócio da empresa. Em uma última tradução, portanto, a gente pode dizer que eles são como credores que buscam a multiplicação do valor de mercado da startup.

Quem pode ser investidor anjo

Agora sim para finalizar o conteúdo, pode ser que você tenha pensado sobre quem pode se tornar um investidor anjo. Será que somente pessoas milionárias podem fazer isso? Será que é preciso ter muito dinheiro na conta?

investidores anjos para financiamentos

Na verdade, dá para investir cotas de R$ 1 mil em mais de uma startup. É como se fosse uma carteira de ativos. Assim, comece pequeno e acompanhando investidores experientes para aprender qual é o caminho das pedras.

E jamais deixe de lado a importância de buscar por uma formação profissional para atuar como esse investidor. Lembrando, ainda, que essa é uma modalidade de alto risco, na qual você poderá ser um anjo de mais de 10 startups para aumentar as chances de sucesso.

Para muitos, esse é um negócio para viver do empreendedorismo sem que você tenha que se tornar um empreendedor. E sempre fica a possibilidade de se tornar importante durante o nascimento de “unicórnios” brasileiros.

ANÚNCIO