Veja onde a influenciadora digital de finanças Júlia Mendonça investe dinheiro

Quem acompanha o instagram da Júlia Mendonça e de outros digitais influencers deve ter notado algumas trocas de “acusações” entre eles nos últimos meses. A partir disso, a influenciadora digital de finanças Júlia Mendonça ganhou ainda mais destaque.

O motivo é que ela se auto considera uma comunicadora independente. Ou seja, que não fica se “vendendo” para as empresas, como ela comentou em um dos seus vídeos. De todo modo, independente das brigas virtuais, hoje vamos falar de investimentos.

Isso porque a youtuber cedeu uma entrevista para o Thiago Nigro e contou sobre onde aplica os seus recursos financeiros. O mais legal é que a história dela se assemelha com a de muitos brasileiros: ela chegou a ter uma dívida alta, de mais de R$ 80 mil.

Atualmente, com o aprendizado, ela se tornou consultora financeira, youtuber de finanças pessoais e tem uma legião de seguidores nas redes sociais. Sendo assim, a gente ficou curioso para saber onde ela aplica o dinheiro. E é sobre isso que se trata a matéria.

Os investimentos da Júlia

A influenciadora digital de finanças Júlia Mendonça diz que tem 60% da carteira aportada em renda fixa e 40% em renda variável. De fato, a gente pode considerar uma investidora um tanto quanto mais arrojada.

Ainda mais se a gente comparar com outros influenciadores digitais que citamos aqui, que investem na proporção de 70/30. Por exemplo, a Mirna Borges e o Bruno Perini.

E mais do que falar sobre essa divisão, a Júlia comentou quais os seus produtos preferidos. Assim, indicou até mesmo a quantidade de ações que possui na carteira da renda variável e o número de FIIs também. Abaixo, nós vamos falar disso.

A renda fixa

Uma das curiosidades contadas por ela, durante a entrevista, tem a ver com a sua reserva de emergência. Inclusive, essa reserva sempre é lembrada, por todos os especialistas financeiros. Por isso, você também deve considerar na sua vida.

Bem, o que ela diz é que ela acumula o equivalente a 1 ano do seu custo de vida no Tesouro Selic. Para quem não sabe, esse é um título público que tem liquidez diária. Ou seja, permite resgates imediatos para os casos mais imprevisíveis.

No entanto, esse resgate só acontece em dias úteis. Por isso, a Júlia também comenta que tem um pequeno valor na poupança, que é para os imprevistos menores. Assim, evita ter que mexer no Tesouro Selic.

Ainda sobre a renda fixa, a influenciadora digital de finanças Júlia Mendonça comenta que tem 70% no Tesouro IPCA+ (longo prazo), 27% no Tesouro Selic (reserva) e 3% em Tesouro Prefixado. Assim, acaba tendo uma carteira de renda fixa bastante comum.

A renda variável

Já do lado da renda variável, o que mais chamou a atenção durante a entrevista foi o fato de que ela comentou que possui apenas 12 ações e outros 6 FIIs (Fundos de Investimento Imobiliário). Obviamente, ela não diz quais são as ações e nem os FIIs.

Mas, garante que “pulverizar” os investimentos é sempre interessante.

Outro ponto bacana de saber sobre esses 40% da renda variável é que ela usa a análise fundamentalista para comprar ações. Assim, diz que ter uma ou duas empresas nos principais setores da economia tem gerado bons resultados para ela. E segurança, também.

Outras dicas da Júlia

Antes de terminar a matéria, saiba que a influenciadora digital de finanças Júlia Mendonça também tem sido fonte de entrevistas, por ser uma especialista no assunto. Inclusive, recentemente ela chegou a dizer que ainda não se tornou milionária, mas que “está perto”.

influenciadora digital de finanças Júlia Mendonça

Mais do que isso, ela chegou a causar ao dizer a seguinte frase. “Um milhão de reais me gera uma renda extra de R$ 4 mil por mês. E isso é muito baixo. Eu sou vou ficar feliz quando tiver 6 milhões de reais. Então, quem sabe daqui uns 10 anos”.

Enquanto você soube da carteira dela acima (na média de 60/40), considere que ela garante que todos os meses investe entre 10% e 70% de tudo o que ganha para chegar nesse objetivo.

Já sobre as dicas de investimentos, ela fala sobre começar pela renda fixa, negociar tudo o que for comprar, desconfiar do gerente do banco, colocar no papel os gastos e ganhos, reavaliar as despesas do mês, não usar desculpas para não estudar as finanças, etc.

A entrevista completa da Júlia Mendonça

Para quem quiser saber mais, saiba que a entrevista completa divulgada pelo canal do Primo Rico (que é do Thiago Nigro) tem pouco mais do que 17 minutos. Assim, faz parte de uma série de entrevistas que ele fez com os especialistas de finanças. Veja abaixo:

Além do vídeo, saiba que a Júlia Mendonça também tem um curso online de finanças, como a maioria dos especialistas em finanças possuem. No caso dela, o curso tem o nome de “Missão Milhão” e tem um valor de R$ 997. Ele está disponível na Hotmart.

Ao todo, são 9 módulos, entre mindset, planejamento, reserva e dívidas, ganhos, renda fixa, tesouro e muito mais. Ela também tem um livro, o “Bora Enriquecer”, disponível na Amazon por R$ 18,91. Ele foi lançado recentemente, no início de 2020.