Indicadores Econômicos: O que são e como são usados nos Investimentos Financeiros?

ANÚNCIO

Um passo em falso e o investidor pode perder tudo! Isso acontece e, por isso, conhecer tudo sobre os indicadores econômicos é tão importante. Entender a situação macroeconômica de uma região ou de um país pode beneficiar o investidor na tomada de decisão e no planejamento da estratégia.

Pensando nisso e a fim de criar um bê-á-bá dos indicadores econômicos, selecionamos os principais. Confira os principais Indicadores Econômicos do Nível de Atividade, que servem como termômetro para a economia.

ANÚNCIO

Indicadores Econômicos do Nível de Atividade

Produto Interno Bruto (PIB): Sintetiza a situação da economia do país. O cálculo acontece tri-mensalmente e é a análise que compara os resultados atuais com os anteriores. O PIB é o resumo de toda riqueza de um país. No Brasil, esse cálculo é feito pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Taxa de Desemprego: Também calculado pelo IBGE, é gerado por dados de uma Pesquisa Mensal de Emprego (PME). Nesse cálculo, divide-se o número de pessoas desempregadas pelo número de pessoas empregadas, multiplicado por 100.

Índice Geral de Preços: É calculado buscando a média entre o Índice de Preços no Atacado (IPA), o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) e o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC). Foi criado na década de 40 e é usado para reajustar tarifas públicas, planos e seguros de saúde, além de contratos de aluguel. Essa equação é feita pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

ANÚNCIO

Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA): Esse índice mede a variação de preços e o impacto nas compras das famílias brasileiras. A coleta é realizada em 10 regiões metropolitanas. A medida é adotada pelo Banco Central, como meio de fixação das metas de inflação.

Indicadores Econômicos: O que são e como são usados nos Investimentos Financeiros?
Reprodução: Google

Índices de Exportações: É calculado pela Fundação de Economia e Estatística (FEE), que calcula valores, volumes e preços das exportações brasileiras. Logo, os números indicam o quanto o Brasil conseguiu vender para outros países.

Saldo da Balança Comercial: É a subtração das exportações pelas importações. Assim, se for favorável, mostra que as exportações superem as importações.

Dívida Externa: Indica os débitos do país.

Salário Mínimo: É o menor valor de remuneração que a legislação permite que os empregadores paguem aos seus empregados pelo tempo e esforço na produção de bens e serviços.

Leia Também: Como Investir Dinheiro para Ficar Rico ganhando apenas um Salário Mínimo em #3 Passos

Investir Dinheiro para Receber Juros e Ganhar Dinheiro sem fazer muito esforço. Essa é a lei! Essa é uma linha de pensamento que funciona. A grande diferença entre Ficar Rico e Ficar Pobre é o Recebimento de Juros ou o Pagamento de Juros. Óbvio que, quando você recebe Juros você caminha para Ficar Rico e quando paga Juros vai para o caminho contrário.

A questão é que para Receber Juros, aumentar o Patrimônio e caminhar ao topo (Ficar Rico), você precisará Investir Dinheiro. E aí, quando falamos isso, uma boa parte das pessoas diz: “Mas eu só ganho um Salário Mínimo por mês”. Ou então, algo parecido com isso. Esse artigo tem o único e exclusivo objetivo de demonstrar que MESMO VOCÊ GANHANDO UM SALÁRIO MÍNIMO é possível INVESTIR DINHEIRO e caminhar para a Independência Financeira.

Se você, que está lendo esse artigo, acha que o dinheiro que você ganha é muito pouco (provavelmente, você terá razão) e que isso é um empecilho para você nunca conseguir sair dessa situação… Você tem que ler até o final e mudar de opinião. Mais do que isso, você precisa ler para sair de vez dessa situação!

O segredo do investimento financeiro não está na quantia que você investe e sim na regularidade com que você consegue manter o investimento. Assim, podendo, capitalizar um determinado valor”.

Continue Lendo…

Como Investir Dinheiro para Ficar Rico ganhando apenas um Salário Mínimo em #3 Passos

Indicadores Financeiros

Taxa Selic: Significa que o Sistema Especial de Liquidação e de Custódia mostra os débitos e créditos de operações financeiras realizadas no mercado bancário. A Selic é uma taxa estipulada para empréstimos entre os bancos. Logo, essa taxa é seguida pelo Copom, Comitê de Política Monetária.

FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço): É um conjunto de recursos captados junto ao setor privado e administrados pela Caixa Econômica Federal com o objetivo principal de amparar os trabalhadores em caso de término do emprego.

Usando a Selic à favor da sua aplicação

“Por outro lado, com o aumento da Selic, as aplicações de renda fixa tornam-se melhores, tais como os CDBs pós-fixados, os fundos DI e as Letras Financeiras do Tesouro (LFT), que ficam mais atraentes na medida em que apresentam maior rentabilidade”, afirma Miguel José Ribeiro de Oliveira, diretor executivo da Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade), de São Paulo.

Leia: Descubra o Jeito Certo de Ganhar Dinheiro com o Tesouro Prefixado (LTN)

Existe, por exemplo, o Tesouro Selic 2021, que mostra que o vencimento do título acontecerá em 2021. Ou seja, o governo só vai comprar o seu título neste ano e nesse momento você vai receber o valor investido acrescido de juros, menos o imposto e as taxas. Para mais saber, esse investimento precisa ser intermediado por uma corretora de investimentos.

Nesse meio tempo, você pode comprar outros títulos que quiser e pode, inclusive, antecipar a venda do título e recuperar o que investiu, porém, isso precisa ser feito com muito conhecimento e estratégia.

Investir Sem Riscos é possível, saiba como!

“Em quantias pequenas, a diferença da rentabilidade é mínima. E a caderneta da poupança oferece vantagens de liquidez, então, apenas nesses casos ela pode ser mais aconselhável”, diz Miguel José Ribeiro de Oliveira.

O ideal é que os títulos públicos apesarem de serem considerados como nova poupança, seja considerados investimentos com títulos e datas de vencimento. Quando se investe em títulos, compram-se papéis de dívidas, ou seja, faz-se um empréstimo. O importante é conseguir casar a data de vencimento com a data com o qual o investidor pretende usar o dinheiro investido.

Por fim, compreenda que todos os dias o preço do título Selic pode subir, assim, o dinheiro é remunerado diariamente com os juros sobre os juros. Na prática, a taxa anual torna-se várias taxas menores, diárias.

Qual a Melhor Corretora para Investir Dinheiro no Tesouro Direto? É sério, quase ninguém sabe isso!

Essa questão é bastante pessoal, já vamos dizendo. É como perguntarmos, qual o melhor banco para movimentar o seu dinheiro? Muitas pessoas vão dizer que é um, enquanto outras vão dizer que é outro. O fato é que todos têm os seus benefícios e as suas desvantagens, então, caberá ao investidor escolher aquele que melhor lhe representa! Então, como saber qual é a Melhor Corretora de Investimentos para mim?

Bom, além do mais, focamos no Tesouro Direto porque, como você já sabe, se quiser comprar ou vender títulos públicos como o Tesouro Prefixado (LTN), o Tesouro Selic(LFT) ou o Tesouro IPCA+ (NTN-B), assim como qualquer outro, vai precisar abrir conta em uma Corretora, afinal, ela será a intermediária, chamada também de agente de custódia.

Se você ainda não notou, essas Corretoras de Investimentos são as mesmas que os investidores usam para investir na Bolsa de Valores!

Leia o texto, vamos falar também sobre quais as melhores corretoras de investimentos conforme um relatório feito pela Proteste, a associação dos consumidores, que mostrou as que têm o melhor custo-benefício para investir online.

Qual a Melhor Corretora para Investir Dinheiro no Tesouro Direto? É sério, quase ninguém sabe isso!

Investindo para se proteger da Inflação

Daí, a poupança que foi citada acima não é indicada para conter a inflação. Então, nesse caso, destaca-se os Títulos Públicos, que são de baixo risco e exigem um capital pequeno, a partir de 30 reais. Fora isso, alguns são específicos para proteção da inflação, com o NTN-B e o NTN-B Principal.

Bom, a inflação no Brasil é calculada pelo IBGE e o indicador usado é o IPCA. Assim, o Tesouro Selic também é indicado para quando país está com a inflação acelerando e existe a queda de credibilidade no país, já que o Banco Central opta por elevar as taxas de juros.

Conhecimento é a chave!

O importante é notar que o conhecimento é a chave para o sucesso financeiro. Investir dinheiro no mercado financeiro é fácil, basta, normalmente, a conta em uma corretora de investimentos. No entanto, o mais difícil é saber qual investimento escolher em determinados momentos econômicos do país e do mundo.

Logo, nos dias atuais, sabemos que o Brasil tem uma expectativa de chegar ao final do ano com uma taxa Selic muito baixa, comparada aos atuais valores, logo, existem investimentos são mais viáveis e outros, menos. O que é preciso entender, antes de tudo, é que a poupança não é uma aplicação financeira rentável, pelo menos, nos dias atuais.

Desde 2002, a poupança apresentou a 1ª perda para a inflação, em 2015, com uma queda no poder de compra de 8,07%, enquanto que a inflação ficou em 10,67%. Foi considerado o pior resultado do plano real.

“O resultado da poupança no ano tem basicamente duas explicações e uma delas é que os investidores maiores estão saindo da caderneta para investir em outros produtos. A outra é que devido à atual situação do país, com uma piora no mercado de trabalho e com preços altos, o que obriga os brasileiros a usar o dinheiro investido”, diz Colombo.

Poupança? Aprenda como investir da forma certa e ter mais rentabilidade com a Renda Fixa

Além disso, os títulos de capitalização e as previdências privadas também são produtos bancários e, por isso, também tendem a render menos do que outros títulos.

Por fim, vale ressaltar que oportunidades estão surgindo em todo momento. Um exemplo é a restituição do Imposto de Renda e outro é o resgate do FGTS Inativo (Bancos antecipam a restituição do Imposto de Renda… 3 motivos para não fazer isso)!

Os especialistas dizem que, se não for para quitar dívidas, então, não há solução melhor para o dinheiro do que para investi-lo.

Existem bancos bons para investir dinheiro? A FGV diz que sim! Descubra quais são os melhores

Existem bancos bons para investir dinheiro? A FGV diz que sim! Descubra quais são os melhores

A pesquisa foi feita entre a FGV (Fundação Getúlio Vargas) e a Fractal Consult, visando apresentar os melhores bancos para investimentos em Renda Fixa, Fundos e Ações, e outras aplicações. E o Santander levou o prêmio como Melhor Banco para Investir (MBI), seguido do Itaú e do Bradesco, que apareceram nas consecutivas posições.

A pesquisa levou em consideração mais de 50 agências físicas e que tem distribuições nos maiores estados do país. Descubra quais são eles!

Leia Mais: 7 Mentiras que os Bancos Contam e Como não Cair nessas Conversas Fiadas

Os investimentos que os bancos oferecem para o varejo QUASE SEMPRE são piores que os do mercado, no entanto, os clientes aceitam pela segurança “EMOCIONAL” que a instituição fornece ou pelo desconhecimento de que é possível (e vantajoso) investir por meio das corretoras, assessorias de investimentos ou mesmo em bancos menores, que, em grande parte, oferecem opções mais rentáveis.

Fato Consumado: Renda Fixa é mais rentável do que a poupança!

Ah, e não somos nós que estamos dizendo isso, apesar de concordar. A frase é do Paulo Figueiredo, diretor de operações da assessoria de investimento FN Capital, que cedeu entrevista à Exame.

Ele ainda afirma que o comodismo de não se interessar por assuntos do mercado financeiro faz com que esses investidores mandem dinheiro para os bancos sem se preocupar com a rentabilidade ou prazo, importando-se apenas com o fator “segurança”. Para o banco, isso é ótimo. É a moeda de venda.

Com informações do Debit, advfn, tororadar

 

ANÚNCIO