7 ideias de decoração barata no estilo faça você mesmo

O ano virou e as contas apareceram. Ao mesmo tempo, a casa está pedindo uma reforma ou, no mínimo, uma mudança de ambiente. O que fazer? Separamos algumas ideias de decoração barata para você mudar a sua casa sem gastar muito dinheiro.

Essas dicas são para te inspirar e você não tem que fazer tudo isso ao mesmo tempo. Leve em conta o seu gosto e o seu estilo – e, obviamente, as suas condições financeiras.

Além disso, pense também em recursos de iluminação, plantas, tapetes, cortinas, cores, tecidos e tudo mais que pode ser usado.

O estilo faça você mesmo (no inglês do it yourself – diy) é uma nova moda que ajuda o bolso, com a economia financeira e também o planeja, com a sustentabilidade.

Fazer uma decoração de casa simples é possível e você vai descobrir como agora mesmo!

1 – Os famosos nichos

Se tem alguma coisa que está muito em alta, são os nichos!

Qualquer cantinho que precise ganhar uma cor nova pode receber esses caixotes coloridos e com flores (mesmo que sejam artificiais).

O segredo é ter habilidade para saber comprar a madeira certa (ou melhor ainda: usar os recicláveis) para fazer os próprios modelos.

Se você entende de cores, lixas e pintura, pode se dar bem com isso. A decoração é uma das mais simples possíveis e deixa o ambiente com outra cara.

Leia nosso bônus no final do artigo – Tem como Mobiliar a Casa sem Recorrer aos Parcelamentos?

2 – Porta toalhas para os banheiros

O banheiro também merece destaque, afinal, é de uma utilidade tremenda.

Se você tem gosto por ideias de decoração com reciclagem, tem que ver isso aqui: são latas que são customizadas e servem como suporte para as toalhas desse cômodo.

Essa customização pode ser feita com tecido, fitas de cetim e acabamento em tinta também. Placas de MDF auxiliam a montagem.

O resultado é um espetáculo.

3 – Use cores harmônicas (isso é barato e fica lindo)

Imagine uma sala pequena… Será que é possível ter uma decoração de casas pequenas gastando pouco? Claro que sim. E a ideia é usar uma dupla de cores que combinem entre si.

Um exemplo seria uma sala na cor amarela e verde – uma das paredes é amarela e a partir disso nasce as outras cores, em objetos como almofadas, castiçais, quadros e flores.

Os tons podem não parecem bons em conjunto (tipo seleção brasileira de futebol). Mas, não! Eles funcionam bem se estiverem em tons pastéis ou como os especialistas chama de tons terrosos.

4 – Aproveite os caixotes de feiras livres

Os caixotes são ótimas opções de ideias de decoração com reciclagem.

Eles podem se transformar em móveis baratos e modernos devido à versatilidade. Podem virar estantes, armários e nichos. Tudo vai depender da sua criatividade.

5 – Caixas de feiras livres como divisórias de cômodos

Essa também é uma ideia simples e barata para decorar que encontramos na internet.

As caixas de plástico usadas em feiras (e no Ceasa) foram unidas para separar o quarto de uma pessoa – de um lado ficava a cama e de outro a mesa do computador.

Isso foi considerado uma ideia incrível.

6 – Enfeites rústicos

Para criar uma decoração de casa simples e rústica, uma pessoa pode optar por um aparador de sala de vidros feito em formatos diferentes e com cordas dentro. Simples demais.

7 – Molduras Baratas para todos os espaços

Uma parede branca pode parecer sem graça, mas quando nela se dispõe alguns quadros, tudo muda de formato e de analises.

Essas molduras devem estar secas e serem delicadas e podem custar nada mais do que 1,5 reais.

Considerações sobre os móveis

Levando em conta que os móveis e utensílios não são como os produtos de segurança, que precisam ser de qualidade, então, o ideal é analisar a melhor relação custo-benefício e levar em consideração a durabilidade do produto.

Sofás, estantes e camas devem ser resistentes e durar, pelo menos, 5 anos. Outros itens também devem ser considerados, como: manutenção e conforto.

Aí, nesse caso, vale também pensar no seu estilo e da sua família. As famílias grandes, normalmente, curte um clima de descontração e informalidade e, por isso, vão se sentir mais confortáveis em um ambiente clássico e formal, mas que requer muita manutenção.

Já se você gosta de itens mais sofisticados, então, é preciso ainda mais atenção para não cair na tentação de deixar o ambiente simples demais para o seu bem estar.

Ainda quanto aos objetos, um desafio para quem está com o imóvel em reforma é guardar, com seguranças, os móveis.

O ideal é embalar tudo com plástico-bolha ou lona, porém, com o alto custo disso, uma saída tem sido cobrir com lençóis e, sempre que possível, armazenar tudo em um único cômodo.

Já os itens pessoais e algumas mudas de roupas devem ficar à mão, enquanto a maior parte, guardados.

Bônus – Tem como Mobiliar a Casa sem Recorrer aos Parcelamentos?

Sim. E isso é muito importante para quem acabou de comprar um imóvel ou alugar e que, provavelmente, está com o orçamento ajustadíssimo. Para que isso aconteça, o 1º passo é economizar dinheiro em casa.

Mas, atenção: primeiro economiza-se e só depois vá às compras. Assim, nunca faça o contrário.

Logo, quando você define uma meta e um valor para guardar mensalmente, você consegue prever até mesmo o prazo pelo qual a sua casa será mobiliada no decorrer do tempo.

Se você comprou a casa e vai se casar daqui 12 meses, então, sabe que terá esse prazo para juntar dinheiro rápido no período.

Outro ponto que pode te dar um empurrãozinho na hora de comprar as mobílias novas é vender as velhas e usadas. Sempre tem uma mesinha que você herdou dos avós e não usa para nada ou aquele sofá que está encostado.

Tudo isso, somado aos livros antigos, entre outras coisas, podem não te dar uma renda tão substancial assim, mas, com certeza, vai ajudar na compra dos novos produtos.

Por fim, não há muito mais o que fazer se não TER FOCO. Se a sua meta é mobiliar a casa, então, foque em mobiliar a casa.

Você pode ter vários objetivos financeiros, inclusive, em diferentes prazos, mas cuidado para não querer fazer tudo ao mesmo tempo e de uma só vez.

Todo sucesso financeiro vem por etapas, então, estipule prazos e economize dinheiro.

O mais importante, afinal de contas, é ter uma casa funcional e com tudo o que você precisa. Sem dúvidas que se você tem alguns pertences à mais, vale a pesquisa dos valores e uma possível venda para conseguir uma grana extra e custear as despesas.

O hábito de ter muito apego às coisas materiais com nossos pertences não é um hábito muito saudável, conforme analise dos especialistas, já que nem sempre usamos a razão para tal e somente a emoção.

Com informações do homify, casaeconstrução, vivadecora