Sobre guardar o salário para investimentos – saiba quanto poupar mensalmente

ANÚNCIO

O ato de investir acaba sendo erradamente associado apenas a pessoas ricas ou bem-sucedidas. Porém, esse ato pode se tornar um hábito de pessoas nem tão ricas assim, também. Esse artigo é para falar sobre como e onde guardar o salário para investimentos.

Desse modo, mesmo que você ganhe pouco ou tenha um salário baixo, você pode fazer isso. Até mesmo porque já passou da hora desse estereótipo cair por terra – já que não é somente quem é rico que pode investir dinheiro.

ANÚNCIO

Aliás, todos deveríamos aprender a economizar e poupar e investir. Isso se chama planejamento financeiro. E esse sim é o hábito que, infelizmente, apenas pessoas ricas (ou que querem ficar ricas) fazem. E você, de que lado está?

Sobre fazer um investimento financeiro

Saiba que fazer um investimento pode ser mais fácil do que você imagina. Aliás, isso lhe dará um retorno bem bacana, desde que faça com segurança e reponsabilidade. E não vá pensando que investir dinheiro é colocar ele na poupança, ok?

Você deve ter em mente que existem alguns momentos que conseguimos gastar mais, em outros a economia se faz necessária. Principalmente quando sua ideia é investir uma parte do seu salário para conseguir colher bons frutos lá na frente.

ANÚNCIO

Pensando nisso, trouxemos algumas dicas do quanto você deve gastar mensalmente, onde e quanto precisa guardar dos seus rendimentos mensais para conseguir fazer seus próprios investimentos. Afinal, guardar o salário para investimentos é o seu melhor investimento.

A organização financeira

Para fazer um investimento, a primeira coisa que você precisa pensar é sobre ter objetivos. Como já diria o famoso pensador Sêneca: “Nenhum vento sopra a favor de quem não sabe para onde ir”.

É justamente isso: se não sabe o que quer, não vai saber como guardar dinheiro também. Para acabar com esse problema, responda algumas perguntas antes de iniciar sua economia:

  • O que eu quero?
  • Para quando quero?
  • Quanto eu preciso gastar?
  • Como chegar até esse valor?

Com seus objetivos traçados está na hora de organizar as suas finanças. A partir de agora você deverá anotar toda entrada e saída de dinheiro no seu orçamento, desde centavos até pagamento de empréstimos.

Você pode anotar em uma caderneta, planilha do Excel ou até mesmo em aplicativos especializados para isso. Tanto faz, desde que você tenha dedicação para fazer tais anotações, de forma sincera e sem deixar para depois.

No final do mês, você vai conseguir identificar todo o fluxo do capital, podendo assim ter uma segurança a mais de onde pode cortar, quanto pode economizar e investir. Mas, não confunda economizar com cortar gastos com coisas realmente importantes, ok?

O controle dos gastos

De acordo com alguns especialistas existe uma espécie de cronograma que você deve aderir durante o mês para conseguir adequar as suas finanças.

Assim, a primeira fatia dos seus gastos deve ser destinada para pagar financiamentos, crediários, empréstimos e outras dívidas. Isso tudo não pode ultrapassar os 30% dos seus rendimentos mensais.

Pois caso este valor seja muito alto, vai recair nos gastos domésticos, que inclui, água, energia, internet, despesa no mercado. Esses gastos são bem mais importantes e, por isso, chamados de essenciais e representam algo como 50% de toda a grana que você recebe no mês.

Ficamos agora com 20% do salário. Deste, é aconselhável guardar 5% para a sua aposentadoria. Ainda vão lhe sobrar 5% para que possa gastar com lazer e mais 10% para fazer os seus investimentos. Logo, já temos a resposta que buscamos, mas vamos continuar.

A reserva de emergência

Uma dica importante é em um primeiro momento guardar esses 10% para formar uma reserva emergencial. Quando conseguir juntar algo em torno de 6 vezes os vencimentos da sua casa, já pode começar a poupar para fazer investimentos e conquistar seus objetivos.

Depois de organizar toda sua saúde financeira e conseguir que lhe sobre 10% do seu salário todo mês é hora de investir.

Aprenda como criar reserva de emergência na Nuconta

Conforme você for percebendo um aumento, a dica é começar a elevar o percentual da grana poupada mensalmente, ao invés de já querer sair comprando novos bens e elevar o seu padrão de vida. Muita gente não enriquece porque aumenta o padrão ao invés de investir.

O que acontece muito, de acordo com especialistas, é que ocorre um aumento na renda do indivíduo. Mas, por outro lado, seu patrimônio continua estável, pois acontece um aumento no padrão de vida, consequentemente tendo mais gastos.

Por isso, o ideal é subir de pouco em pouco os seus investimentos, até que consiga chegar a 30% da sua renda. Quando você estiver com esse resultado (investimento 30% do salário) via ver como guardar o salário para investimentos foi a sua melhor escolha.

Onde investir?

guardar o salário para investimentos

O que você mais deve querer saber neste momento é onde você deve começar a fazer o investimento do seu dinheiro. E não existe uma única resposta, ela depende de você, dos seus objetivos e do perfil financeiro que se enquadra.

Porém, temos algumas dicas para conseguir desvendar a verdadeira vocação para o seu dinheiro.

Se você for mais econômico, conservador e tem receio em perder grana ao fazer investimentos a sugestão que lhe damos é aplicar em renda fixa, entre elas se destacam o Tesouro Direto.

Ele também é indicado para pessoas que estão apenas começando a entrar no mercado dos investimentos e não possuem muito conhecimento sobre as aplicações.

Caso você já seja mais corajoso ou possua um conhecimento maior sobre investimentos e esteja atrás de uma nova opção, a ideia é fazer aplicações em fontes que são variáveis. Destacam-se neste meio os fundos de ações e as ações provenientes de empresas.

ANÚNCIO