Descubra a melhor forma de guardar dinheiro no banco

ANÚNCIO

Definitivamente, guardar seu dinheiro em casa não é a melhor opção. E essa é a opinião de quase todos os especialistas financeiros. Por isso, vamos falar de um assunto que parece simples, mas não é: guardar dinheiro no banco.

Um dos motivos para não se guardar a grana em casa é que o dinheiro parado não recebe juros e nem será corrigido pela inflação. Diferente de quando você tem um investimento ou mesmo uma conta poupança no banco.

ANÚNCIO

O risco do dinheiro que fica em casa também existe. Por exemplo, podem acontecer também imprevistos como perder ou ser roubado. E contra isso, você não terá segurança alguma.

A valorização do seu patrimônio

Mas, o mais importante de se falar é que quando você tem dinheiro no banco (que está aplicado) você mantém a valorização do seu dinheiro.

Em casa, o dinheiro é desvalorizado podendo fazer você perder seu poder de compra. Por exemplo, no mês passado você gastou um valor X para comprar um saco de arroz, no mês seguinte acontece uma alta e não consegue comprar com aquele valor.

ANÚNCIO

Ou seja, seu dinheiro “vale” menos. Já se tivesse deixado em algum investimento, aconteceria alguma valorização para acompanhar essa alta dos preços.

As 3 formas mais simples de guardar dinheiro no banco

Para sanar suas dúvidas sobre isso, vamos lhe ensinar algumas formas para guardar seu dinheiro em algum banco. Aqui, não estamos considerando qual é o seu banco, já que pode ser até um banco digital, que tem a vantagem de ser online e gratuito.

A tradicional poupança

Certamente o primeiro investimento que veio a sua cabeça quando pensamos em guardar nosso dinheiro no banco é a famosa caderneta de poupança. E não é por acaso, os motivos para isso e vantagens dela são várias.

O fato de ser uma renda fixa garante que todo mês seu dinheiro irá valorizar, não importando o quanto faça de investimento e quantos depósitos você faça. Inclusive, quanto maior for seu capital, melhores serão seus rendimentos ao fim do mês.

No entanto, fique atento ao rendimento, que acontece somente após 1 mês da data de depósito. Outra grande vantagem dessa prática é ausência integral das taxas administrativas que são verdadeiras armadilhas para quem não se apega a esses detalhes.

O banco não irá fazer nenhuma cobrança para cuidar do seu dinheiro. Ao contrário, até lhe pagará para isso. Todo o lucro que você ganhar com sua caderneta de poupança está livre de qualquer tipo de imposto, seja IOF, IR ou qualquer outro.

Cuidado

Um cuidado que você deve ter com sua poupança é a quantidade de saques mensais. Pois se forem frequentes começarão a ser cobradas. Para isso, é preciso consultar o seu banco para ver quantos saques mensais são gratuitos e quais os valores dos próximos.

Outra dica para quem vai guardar dinheiro no banco através de uma poupança é considerar que mesmo que tenha rendimentos, eles não são os melhores que poderiam ser. Por isso, trouxemos abaixo outras indicações.

Título do mercado imobiliário (LCI)

Mesmo com todas as vantagens que já lhe informamos sobre a poupança existem outras opções que podem ser mais interessantes para o seu bolso. Dentre essas opções, existem muitos títulos e ativos que podem ser encontrados no mercado financeiro.

Um dos mais famosos entre eles é o título do mercado imobiliário: a LCI. LCI é a sigla de Letras de Crédito Imobiliário e são emitidas por instituições financeiras, no nosso caso, agências bancárias e tem como objetivo efetuar o financiamento a empreendimentos imobiliários.

O Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal são bem-conceituados para essa prática. Eles são grandes emissores de títulos de crédito.

Para entender como ela funciona você irá investir recursos nesse título, que serão capturados pelos profissionais dos bancos emissores que emprestam o capital para empresas do ramo imobiliário. Dessa forma, não tem como você saber onde seu dinheiro está sendo empregado.

guardar dinheiro no banco

Já que aquele seu dinheiro está sendo usado em operações do setor imobiliário, você será recompensado com juros por fazer esse “empréstimo” aos bancos. Para isso será definido uma espécie de contrato para saber por quanto tempo usarão aquele seu capital.

Isso lhe gerará uma renda fixa e segura e com mais retorno financeiro que a poupança.

Título no mercado Agropecuário (LCA)

Ainda falando sobre títulos encontrados no mercado financeiro e sobre onde guardar dinheiro no banco, temos a LCA. Ela é outra que chama a atenção dos investidores.

Na tradução, temos Letras de Crédito Agrícola, e assim como o LCI, é emitido por agências bancárias, mas com o objetivo de financiar a agricultura.

Funciona da mesma forma: o dinheiro que você aplica no banco será usado pelo setor agrícola, mediante a contrato, prazo e no final, receberá juros por permitir que seu capital seja usado.

Esse método de investimento é muito interessante, pois como já citado, você recebe consegue ampliar seu capital ao passo que ainda contribui com o desenvolvimento da economia agrícola do país.

Economistas da UOL escolhem os 5 melhores bancos do ano – saiba quais são

Quando falamos em agronegócio, saiba que não se trata somente à pecuária e agricultura. Existem muitas outras áreas que são beneficiadas. O investimento pode ser usado por fornecedores de sementes ou insumos, para a modernização de serviços e equipamentos, industrialização e muitos outros.

É importante ressaltar que ambos os títulos são livres de impostos e podem ter rentabilidades prefixadas, pós-fixadas e híbridas. Cada uma possui suas particularidades e devem ser analisadas para adequar a sua demanda.

ANÚNCIO