Conheça a única situação que torna inteligente guardar dinheiro em casa

ANÚNCIO

Será que guardar dinheiro em casa ainda vale a pena ou a melhor opção é optar pelos serviços bancários? Acredite: pode parecer uma dúvida boba, mas é comum na vida de muita gente. Inclusive, ainda tem quem guarda dinheiro embaixo do travesseiro.

Afinal, existe alguma situação em que é possível e quem sabe recomendável guardar dinheiro em casa? Na verdade, existe sim uma situação onde vale a pena guardar o dinheiro em casa. E você vai descobrir qual é essa situação abaixo.

ANÚNCIO

Agora, considere que estamos falando de duas situação: a de guardar dinheiro em casa por um motivo específico e outra, que é sobre buscar opções nos bancos e instituições financeiras.

Viagens internacionais

guardar dinheiro
Foto: (reprodução/internet)

Quando você vai fazer uma viagem internacional, você vai precisar ter nas mãos o dólar (ou qualquer outra moeda estrangeira).

Então, você vai ter que levar o dinheiro em mãos porque isso é mais barato.

ANÚNCIO

O uso do cartão de crédito internacional é uma ideia valida, mas tem o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), o que encarece demais o seu gasto.

Se você levar o dinheiro em espécie, mesmo que você pague para ter o serviço da troca da moeda, o valor será bem menor do que os impostos do cartão.

Aliás, tem outro detalhe aqui: o problema do cartão é que ele pode ter valor variado. Já que sempre terá a cobrança com base no fechamento da fatura. E aí, se nesse dia a moeda estiver em alta, você vai acabar pagando a mais também.

Aí, pensando nisso, guardar o dinheiro em casa pode ser uma boa ideia. Ainda mais se você comprar em uma época de baixa do dólar (ou de outra moeda).

Essa é uma forma de se garantir e não ter que comprar a moeda no seu alto valor na hora da viagem.

E se você não sabe quando comprar a moeda, considere comprar um pouco por mês ou em cada período até que a data da sua viagem chegue. Assim, mesmo que pague alguns valores de alta, você vai conseguir manter a média.

Guardar em casa

Por isso, se você vai precisar do dinheiro para a sua viagem no curto ou no médio prazo é recomendável que você guarde em casa.

Isso porque se você for vender pode ser que você tenha que vender por um valor menor do que você vai comprar depois, entende?

Por mais que você aplique, considere que você corre o risco de desvalorizar o real pela troca que você fez. Portanto, nessas situações, você pode guardar uma moeda internacional na sua casa.

Mas, lembre-se de ter um cofre para que o dinheiro esteja seguro.

E também, como foi visto, não estamos falando de guardar uma grande quantidade de dinheiro e nem mesmo por muito tempo. Existe um limite de dinheiro em espécie para levar para outro país, por exemplo.

Apenas moedas estrangeiras

Agora, fora uma moeda internacional que você tem que guardar em casa por uma “necessidade”, saiba que não vantagens em guardar o dinheiro em casa.

Já que o seu dinheiro está no banco, seja na sua conta corrente, caderneta da poupança ou aplicações, ele está seguro pelo Banco Central.

O mercado financeiro autoriza que aquele banco funcione, portanto, você pode deixar o seu dinheiro em uma instituição financeira porque ela está sendo controlado pelo BC.

Hoje em dia, a gente tem uma infinidade de bancos que permite isso sem custos. Estão aí os bancos digitais para provar isso, não é mesmo? Eles, quase sempre, não cobram taxas de anuidades, nem mensalidades e nem mesmo custos para transações.

A reserva financeira

Outro ponto, agora no fim do texto, é considerar que para todos os casos e momentos da sua vida, o mais aconselhável é você ter uma reserva de emergências formada.

Isso porque deixar o dinheiro em casa, naturalmente, vai fazer ele se desvalorizar. Portanto, lembre-se de manter a sua reserva de forma segura e menos arriscada.

A poupança não é o melhor investimento e nem a melhor opção para guardar o dinheiro. No entanto, é uma opção melhor do que deixar o dinheiro em casa, está bem?

Seja para o imprevisto ou para agarrar uma oportunidade. Está mais do que provado que quem tem dinheiro guardado como reserva toma as melhores decisões.

E, aliás, a instituição financeira vai lhe dar as garantias que você precisa.

Estude as aplicações financeiras

Agora sim, o nosso último recado aqui.

Depois de você abrir a sua conta bancária, a dica é você ir formando a sua reserva de emergência. E para isso, você pode fazer uma aplicação financeira – mesmo que seja na tradicional poupança.

Leve em conta que o que é importante é que você tenha a sua reserva para cobrir os seus imprevistos. E, mais tarde, também para você realizar os seus sonhos.

E existem milhares de outros motivos que se tem para aplicar a reserva financeira, como para pagar as suas despesas à vista e conseguir descontos, por exemplo.

Dessa forma, com o passar do tempo, você vai deixar de ser um pagador de contas e vai começar a ser um investidor. E um investidor nada mais é do que alguém que investe dinheiro e ganha juros ao longo do tempo.

Assim, obviamente, você passa aumentar a sua renda com os juros que você vai conquistar lá no mercado financeiro.

Essa ideia vale para você que vai investir em uma instituição financeira, no banco ou em uma corretora de investimentos.

Portanto, que tal começar hoje e fazer a sua reserva?

ANÚNCIO