Sabe Jogar Clash Royale? Aprenda a Ganhar Dinheiro de Verdade em 5 Passos

ANÚNCIO

A ideia central do jogo se parece com o objetivo final do jogo de xadrez – derrubar o rei. E nesse embate, os jogadores podem selecionar suas cartas, que são de personagens, como Príncipes, Cavaleiros, Dragões, Princesas… Exatamente como na época medieval.

As partidas acontecem entre os vários jogadores e cada um pode montar a sua equipe.

ANÚNCIO

O jogo é totalmente de estratégia, ou seja, você tem que selecionar suas cartas de forma a ter uma “boa defesa” e, ao mesmo tempo, conseguir um “bom ataque”. Vence, obviamente, quem usar a melhor estratégia.

De forma geral, o Clash Royale é um jogo free-to-play que foi lançado pela Supercell e tem verões disponíveis para Android e iPhone. Inicialmente, ele é gratuito, mas pode haver compras dentro do aplicativo.

Na internet, há algumas dicas para conseguir vencer nas batalhas e selecionamo-las.

ANÚNCIO

Note que abaixo das dicas vamos selecionar os motivos pelos quais é possível conseguir controlar a vida financeira a partir do jogo.

1 – Ter Gemas para os Baús Mágicos

As gemas são recursos escassos no jogo – como se fossem verdadeiros diamantes.

Elas são itens de monetização do jogo e, por isso, precisam ser administradas com sabedoria.

A dica é não usar tais recursos para abrir os baús e sim para comprar os baús mais potentes, chamados de mágicos. Isso porque eles rendem as melhores cartas, que são as mais fortes.

No mercado financeiro, vamos imaginar que você tenha 5 mil reais, o que faria com essa grana?

Investir na poupança é como investir nos baús simples… Não renderá boas cartas. Já se você pensar em outra opção, como a renda fixa dos CDBs ou das Letras de Crédito, então, pode ter os melhores retornos.

Aonde você aplica o seu dinheiro ou suas gemas é importante!

2 – Atualize apenas as cartas que você usa

Esse é outro recurso do jogo, que é usado para atualizar as cartas já existentes. É como se você pudesse “upar”, ou seja, “melhorar” cada carta que tem. Elas tornam-se mais fortes e vão ganhando pontos de ataque e de vida.

A dica neste caso é ir até a loja de preços e ver quais estão mais baratas. Mas, tome cuidado porque à medida que você compra você gasta moedas ou gemas.

Atualizar as cartas pode te fazer ganhar partidas. Na vida real, pensando que você tenha um investimento, podemos comparar a situação fato de que você precisa fazer aportes mensais à aplicação.

Você pegou os seus 5 mil reais, da vida real, e investiu em um CDB. A ideia agora é continuar aplicando dinheiro nessa opção e não abrir um novo investimento para começar do zero.

Entenda que o mercado financeiro trabalha com os juros compostos e quanto mais dinheiro você tem acumulado, mais juros é rendido. É melhor ter uma aplicação que tenha maior volume e rendimento baixo do que vários com rendimento alto e pouco valor investido.

Investir na Renda Fixa – Como?

Pense nisso!

3 – Analise o concorrente

Existe uma opção no jogo que é a de “replay”… Assim, nele você pode assistir uma partida que já aconteceu e essa é a melhor forma de analisar o deck (estratégia) do concorrente.

O concorrente aqui tem a ver com os vários tipos de investimentos financeiros.

Isso só é só possível quando você saí do seu banco e começa a aplicar pela corretora de valores. O banco tem seus próprios produtos e as corretoras têm vários, de todos os bancos.

Quando você conhece apenas as suas cartas, tem o seu jogo nas mãos. Mas nunca saberá como o adversário vai agir. Nas finanças é a mesma coisa – se você não conhece outros investimentos, vai sempre ficar no seu, sem saber se é o melhor.

Sabe Jogar Clash Royale? Aprenda a Ganhar Dinheiro de Verdade em 5 Passos
Reprodução: Google

4 – Entre para um Clã

Um clã funciona como se fosse um grupo. Nele é possível trocar cartas repetidas ou que você não usa mais. Porém, apenas as cartas comuns e raras são possíveis de troca.

Ah, sobre as cartas, elas são dividias entre várias “modalidades”. As raras e comuns são as mais tradicionais e mais baratas, mas há também as lendárias, por exemplo, que são mais escassas.

A ideia do clã pode ser comparada a ideia do fundo de investimento. Um fundo pode aplicar em vários investimentos – nesse caso, você não teria maiores esforços a não ser o pagamento de uma taxa de administração.

Os fundos costumam ter rendimentos médios, já que dão a garantia de aplicações conservadoras mescladas as mais agressivas.

5 – Mude a Estratégia

Ao ganhar uma carta mais forte, a dica é mudar a estratégia.

Por exemplo, além da lendária também tem a carta épica que são mais fortes do que as raras e comuns. Portanto, a substituição pode ser uma boa alternativa.

Mas, atenção, uma carta comum “muito evoluída” pode ser melhor do que uma carta épica sem evolução… Tudo é uma questão de análise e estratégia.

Por fim, considere mudar sua estratégia financeira. Se a Selic caiu e a renda fixa não está valendo muito a pena, pense em alternativas como os fundos multimercados ou as ações.

Claro que a nova estratégia vai necessitar de estudos e conhecimento, mas essa pode ser uma boa saída para que seu dinheiro renda mais.

Os tipos de investimentos financeiros

A ideia do investimento é aquele velho chavão de “colocar o dinheiro para trabalhar para você” porque você aplica os juros funcionam a seu favor.

Listamos algumas opções, mas apenas com informações básicas, confira.

Poupança – apenas para guardar dinheiro

A poupança tem que ser vista apenas como uma forma de guardar dinheiro e não de ganhar dinheiro – isso porque o rendimento é muito baixo e não significa muita coisa se levarmos em conta a inflação do período.

Se comparado com outras aplicações da renda fixa, a poupança é pífia.

Sobre as rendas fixas, leve em conta que os investimentos têm remuneração definida no momento em que o cliente decide aplicar o seu dinheiro. Se você tem a garantia que vai receber um valor, o seu retorno vai depender alguma taxa, que não varia muito.

Renda Fixa – para as pessoas conservadoras

Algumas das opções dessa modalidade são os Certificados de Depósito Bancários e o Tesouro Direto, sendo que são os dois mais democráticos. Além deles, há as Letras de Crédito e outras opções.

A maior parte deles são títulos emitidos pelos bancos, que usam o dinheiro para financiar seus projetos e outros (do Tesouro) são do governo. Ambos têm garantias e vantagens, mas cada um com sua especificidade.

Os Fundos de Investimentos – para os iniciantes

Os fundos de investimentos são formas de investir dinheiro na qual o investidor deixa na mão de um gestor todo o trabalho “duro” de escolher os títulos. Isso porque um fundo é formado por vários ativos.

Um fundo em renda fixa, na prática, aplica em títulos do Tesouro Direto, em CDBs, em Letras de Crédito e outras opções. Essa mescla faz com que o fundo tenha rentabilidades variáveis, mas que sejam fixas e rentáveis.

Existem os fundos multimercados, por exemplo. Esses investem em ativos mais agressivos, como as ações, ainda assim é uma opção que diversifica os títulos, diminuindo os riscos.

Existem várias vantagens de se aplicar dinheiro em fundos de investimentos.

Você pode começar com valores menores, já que existem fundos que exigem valores de 1 mil reais ou menos.

Outro ponto é que um administrador fará a gestão dos ativos, sem que você precise se preocupar em escolher o melhor investimento. Você apenas considera o seu perfil, que pode ser conservador ou agressivo, por exemplo.

Os fundos, por fim, são considerados boas formas de diversificar os investimentos, já que são opções seguras e dão estabilidade as carteiras de títulos de muitos investidores.

Porém, é preciso muita atenção em outros pontos, especialmente sobre a taxa de administração.

Com informações da TechTudo

ANÚNCIO