Veja como Ganhar Dinheiro em várias aplicações financeiras, exceto na poupança

ANÚNCIO

Definitivamente, aplicar dinheiro na poupança não é um bom negócio se você estiver pensando em, no mínimo, não perder dinheiro. Pode até ser fácil, rápido e conveniente, porém, mesmo que em 2016 o rendimento dela bateu a inflação, ela continua sendo uma das piores opções de investimentos financeiros. A caderneta da poupança perde, inclusive, para os fundos de investimentos.

Nos dois primeiros meses desse ano, a poupança perdeu aproximadamente 12,4 bilhões de reais. Esses regastes foram estimulados pelo baixo nível da atividade econômica e também pelo baixo rendimento que ele tem tido frente às outras aplicações financeiras.

ANÚNCIO

“Aplicar na poupança faz parte da cultura dos brasileiros, seja para uma reserva de curto prazo, seja para economizar para o estudo futuro dos filhos, entre outros. Mas não importa o motivo, não há qualquer razão para investir na poupança, lamenta Luciana Seabra, da Empiricus Research.

A especialista comentou também que quem investe em um Fundo DI, por exemplo, que tenha taxa de 1% ao ano, o retorno será maior que o da poupança ainda que os juros caiam para o patamar de um dígito. “Mesmo com taxas de administração e a incidência do Imposto de Renda, esses fundos entregam ao investidor retorno maior que a caderneta de poupança. Optar por ela é perder dinheiro”, diz Seabra.

ANÚNCIO

No final do artigo tem algumas sugestões de aplicações que são alternativas para sair logo da poupança. Leia até o final…

Seabra também fala sobre alguns mitos sobre a poupança. Entre eles, o fato de que a poupança é mais líquida dos que os Fundos DI ou que a poupança dá menos trabalho que outros investimentos ou ainda que a poupança é necessária para Reserva de Emergência.

Veja como Ganhar Dinheiro em várias aplicações financeiras, exceto na poupança
Reprodução: Google

“O retorno da poupança é tão ruim que, mesmo os fundos DI com taxas altas são capazes de bater a caderneta. Se não quiser tirar o dinheiro do banco e transferir para uma gestora independente, procure uma opção que tenha taxas menores”, ela afirma.

Para finalizar, ela diz: “A poupança já foi confiscada uma vez (Collor em 1990) e esperamos que isso não se repita. Para aplicações acima de 250 mil reais não há cobertura do Fundo Garantidor de Crédito. Na verdade, podemos dizer que a poupança e os Fundos DI têm, no mínimo, riscos equivalentes”.

Você tem dinheiro na poupança? Descubra como investir melhor, mais fácil para obter mais resultados

O Tesouro Selic é a opção preferida pelos especialistas na hora de indicar um substituto para a poupança, afinal, o título do Governo Federal é tão seguro quanto e, além disso, tem mais rentabilidade. Isso tudo sem contar que a aplicação inicial é super baixa: a partir de 30 reais. Gostou, não é? Então, leia esse artigo até o final e descubra outras opções para investir melhor o seu dinheiro! Continue Lendo…

Confira agora algumas breves notícias sobre os Fundos DI

1 – Fundos Miram ativos de Energia Eólica no Brasil – Vários fundos tem buscado ativos para aquisição em energia eólica mesmo em um momento de crise econômica que pode afetar o setor. No ano passado, um leilão informou que contrataria novos projetos, mas foi cancelada pela queda na demanda.

“Os fundos e essas empresas estão todos em uma posição de querer comprar, de ver oportunidade. Todos estão olhando… Em 2016 ficou no ensaio e agora, em 2017, estou sentindo uma efetivação dos negócios”, afirmou a presidente da Associação Brasileira de Energia Eólica (Abeeólica), Elbia Gannoum.

“O mercado está entrando em uma fase Compre Brasil e nesse pacote o setor de energia eólica é um dos primeiros por ser renovável e ter bons retornos, bons projetos”, ela disse. Para ela, o país deve agendar ainda este ano um leilão para a contratação de mais usinas eólicas, apesar do cenário.

Veja como Ganhar Dinheiro em várias aplicações financeiras, exceto na poupança
Reprodução: Google

2 – BNDES escolhe gestora do Fundo de Energia Sustentável – A empresa Vinci Partners foi escolhida pelo BNDES para ser a gestora do Fundo de Energias Sustentável. Com um patrimônio de 500 milhões e prazo de 15 anos, esse fundo será o 1º parceiro, no Brasil, da instituição internacional Climate Bonds Initiative, que tem o objetivo de estimular e apoiar o combate às mudanças climáticas.

A participação do BNDES é de 50% e o banco afirma que atende uma das prioridades que é “conjugar a necessidade de ampliar investimentos nesse setor no Brasil com uma demanda por projetos ambientalmente sustentáveis”.

Fato consumado: Renda Fixa é mais atraente do que a poupança e imóveis

3 – ABSCM vai criar fundo de investimento – A Associação Brasileira das Sociedades de Microcrédito anunciou a entrada do projeto para a constituição de um Fundo de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC), no Plano de Cidadania Financeira do Banco Central do Brasil.

“A ideia é montar um fundo que possa alimentar as sociedades de crédito e, consequentemente, os pequenos empreendedores. Como nosso mercado é muito restrito no que tange à captação de recursos, vamos criar um fundo que possa captar recursos junto a bancos e agencias com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) e o BNDES”, diz Ricardo Assaf, da Sociedade de Crédito ao Microempreendedor e às Empresas de Pequeno Porte (SCMEPPs).

Esqueça a poupança e aprenda a investir seu dinheiro no Tesouro Selic

4 – Baidu cancela fundo de investimento de US$ 60 milhões – O Easterly Ventures que foi apresentado como um fundo diferenciado no país, prometendo uma injeção de fundos, foi cancelada pela chinesa Baidu, o que inviabilizou o projeto.

“O Baidu, que opera há 4 anos no Brasil, mantém a posição de confiança no mercado local e continua procurando oportunidades e sinergias com parceiros brasileiros”, afirmou a companhia, em comunicado. A expectativa era a de que 15 startups fossem selecionadas para receber aportes em troca de participações minoritárias, porém, nenhuma delas havia sido citada até o momento.

Aplicações que são alternativas melhores do que a poupança

A listagem foi feita pela Empiricus e tem o objetivo de orientar os investidores.

1 – Poupança

  • O que Investir: Nada
  • Prazo de Resgate: Imediato
  • Rendimento: Zero nos primeiros 30 dias. Depois, 0,5% + Taxa Referencial ao ano

2 – Fundo DI Barato

  • O que Investir: 12 salários para Reserva Emergencial
  • Prazo de Resgate: No mesmo dia em que o pedido for feito, mais o tempo de transferência da corretora até o banco
  • Rendimento: Selic menos custos e tributos

3 – Tesouro Selic (LTF)

  • O que Investir: 12 salários para Reserva de Emergência
  • Prazo de Resgate: Dia seguinte ao pedido de resgate, mais o tempo de transferência
  • Rendimento: Selic menos custos e tributos

Poupança? Aprenda como investir da forma certa e ter mais rentabilidade com a Renda Fixa

4 – Fundo caro do Banco

  • O que Investir: Nada
  • Prazo de Resgate: Dia seguinte ao pedido de resgate, mais o tempo de transferência
  • Rendimento: Selic menos custos e tributos

5 – Fundo DI com taxas menores do banco

  • O que Investir: Dinheiro que você não quer retirar do banco
  • Prazo de Resgate: No mesmo dia em que o pedido for feito, mais o tempo de transferência da corretora até o banco
  • Rendimento: Selic menos custos e tributos

Com informações do Terra

ANÚNCIO