5 dicas inteligentes para ganhar dinheiro com um bar em 2019

PROPAGANDA

Você sabia que o segmento de bares e restaurantes é um dos que mais emprega no país. E também é um dos que mais crescem. Seja nos bares de bairros ou os grandes restaurantes, esse é um mercado em expansão.

Para se ter uma ideia, com base em estudo, o setor acaba ficando no mesmo patamar da construção civil, que sempre tem destaque na geração de empregos no Brasil.

PROPAGANDA

Pensando e sabendo disso, nós preparamos 5 dicas imperdíveis para você, que já tem um bar atualmente e precisa dar um up nele e nas vendas; e também para você, que quer dar os seus primeiros passos nesse sonhode ter um sucesso financeiro com um novo projeto.

Por isso, o tema de hoje é o bar, que vale dizer é um ambiente social, integrador e que oferece muito mais que bebida gelada. Ele também precisa oferecer ambiente agradável, decoração diferenciada, música ambiente, lazer para as crianças, conversa descontração e muito mais.

Assim, fica mais fácil entender porque são necessários alguns cuidados na hora de abrir um estabelecimento desse tipo. Isso se você realmente quer ganhar dinheiro com o bar e fazer dele o seu melhor negócio e mais lucrativo também.

PROPAGANDA

É claro que para abrir um bar, hoje em dia, não basta ter um espaço físico, em um bom ponto comercial e fazer um investimento. É preciso pensar e planejar e é sobre tudo isso que vamos falar agora, em apenas 5 dicas. Confere aí.

5 dicas inteligentes para ganhar dinheiro com um bar em 2019

1 – Use a sua criatividade

O bar é o tipo de negócio que lida com muita concorrência, por isso, é preciso criatividade para se destacar.

E como ser criativo? Essa é uma característica que muitos empreendedores possuem. Mas, saiba que é fundamental observar o mercado local e identificar o perfil dos clientes também.

Se você não sabe, vamos à um dado bem importante!

A ociosidade do estabelecimento pode ser alta de até 50% nos dias de baixo movimento, isso dependendo da localização e proposta de valor do lugar.

De qualquer forma, o resultado é que o espaço físico demanda iniciativas não apenas na gestão financeira como também na realização e divulgação de eventos e promoções!

Lembre-se que bares são pontos de encontro e que eles são muito procurados em dias de jogos importantes em especial finais de campeonatos.

Comece a estudar e criar possibilidades de aumentar o movimento do seu bar, especialmente, em dias menos movimentados. Que tal uma mega promoção de entrada na segunda-feira ou por quê não oferecer desconto nas terças? Assim por diante.

2 – Tenha uma boa localização

Uma boa localização é aquela que está no caminho do seu cliente, perto de algum ponto com circulação de pessoas que podem, inclusive, se tornar seus futuros clientes.

O fato é que o acesso ao seu estabelecimento deve ser simples. Então, não adianta você estar no fim do bairro, onde ninguém te vê. O ideal é estar em um lugar de fácil acesso e que seja movimentado.

Por isso, a escolha do local onde o bar será instalado demanda uma boa pesquisa para identificar o perfil dos clientes.

E nesse perfil de clientes, o que entra é uma lista de coisas que podem te dizer mais sobre o seu público que será formado: o poder aquisitivo, hábitos, cultura, gostos e por aí vai.

Note que a proximidade com universidades, cursinhos, zonas comerciais e escritórios ajuda angariar novos frequentadores, especialmente, se você estiver pensando uma clientela jovem.

3 – Cumpra todas as exigências legais

É necessário contratar um contador profissional para legalizar a sua empresa na junta comercial. E esse será apenas o primeiro passo porque depois tem que fazer o envio de notas fiscais, comprovar rendas, pagamentos, compras, etc.

Você vai precisar de alguém que se disponha a regularizar tudo na Secretaria da Receita Federal e também na Secretaria da Fazenda, na Prefeitura do município, que é onde você obtem o Alvará de Funcionamento, por exemplo.

Além de ter importância ir entre outros órgãos.

Porque além do cumprimento das exigências é importante consultar a legislação local para esse tipo de negócio. Se for um bar, que tenha alimentos e bebidas, vai ter que receber a visita da Agência Sanitária periodicamente, também.

4 – Invista na sua estrutura física

A estrutura de um bar pode ser bem simples. E o que é bem simples, nesse caso? Ter um balcão, um  salão para as mesas, os banheiros, os depósitos e principalmente a cozinha.

Agora, vamos além. Se a clientela for exigente é necessário um projeto arrojado, mais bem elaborado, com diferenciais e até mesmo temático.

Aliás, seja criativo até mesmo na hora de escolher o nome do seu bar.

Lembre-se que a identidade visual deve estar em sintonia com a proposta do seu negócio.

Essa é uma forma de agregar valor ao estabelecimento criando motivos para a atração de público permanente. Então, se você tem um playground, ótimo. Se tem um nome legal, perfeito. Se tem banheiros limpos e arejados, excelente.

Tudo faz sentido no seu ambiente. Então, desde já, pense muito na estrutura física.

Uma estratégia é acompanhar as tendências inspiradas pela TV nas novelas, nos filmes, entre outros

5 – Faça a sua melhor contratação de funcionários

Ao escolher garçons, cozinheiros, barmans e outros profissionais que vão atuar diretamente no seu bar, você deve ficar atento pois eles são o cartão de visita do seu negócio.

É diferente de um contador, por exemplo, que trabalha “por trás das câmeras”. Esses profissionais são a cara do seu negócio. E precisa, absolutamente, serem gentis, educados, prestativos.

É super importante que os funcionários sejam treinados e qualificados, contribuindo para que o bar seja um local realmente agradável e que os clientes valorizem o bom atendimento.

PROPAGANDA