Fundos de investimentos temáticos – conheça 12 opções disponíveis na Vitreo

ANÚNCIO

A explicação não é longa e nem complicada: um fundo temático é aquele fundo que investe em um tema. Porém, eles vão além disso. Uma das características é que aplicam em empresas ou produtos de crescimento. E são mais voláteis também. De qualquer modo, se você tem aptidão ao risco, conheça esses fundos de investimentos temáticos da Vitreo.

Observe que já demos uma simples explicação do que são esses fundos. Por isso, não vamos ficar dando mais detalhe sobre eles. A ideia da matéria não é explicar o que são fundos temáticos. E sim, citar os exemplos que atualmente estão disponíveis na Vitreo, que é uma corretora de investimentos.

ANÚNCIO

Assim, o que vamos trazer aqui são informações prévias e importantes para quem busca um fundo mais diferente, mais específico e que pode ser mais arriscado também. Logo, todos os ativos que estamos listando abaixo estão disponíveis no site da Vitreo. E ficam na parte de “fundos temáticos”.

1 – Canabidiol

O primeiro fundo que vamos citar aqui é considerado um “dos assuntos com maior potencial de crescimento no mundo”. Curiosamente, saiba que é um dos mais arriscados da plataforma. Ele é considerado FIA IE – logo, Fundo de Investimento em Ações e Investimento no Exterior.

Naturalmente, é o único fundo brasileiro desse tema e o investimento inicial parte de R$ 5 mil. A taxa de administração é de 0,9% ao ano e tem mais 10% do que exceder do S&P500. A composição da carteira é de 80% em ações e 20% em ETFs. Para saber mais, tem um vídeo:

ANÚNCIO

2 – Canabidiol Light

É um fundo com o mesmo nome, mas com um “light” a mais. O que isso quer dizer? Que ele investe 20% no fundo anterior e a outra parte em “caixa”, com taxa zero. Ou seja, ele também aplica no canabidiol. No entanto, é bem menos arriscado porque diversifica os ativos.

A aplicação menina também é de R$ 5 mil, a taxa de administração é de 0,036% ao ano e sem a taxa de performance.

3 – Criptomoedas

É mais um dos fundos de investimentos temáticos da Vitreo que tem alto risco. Basicamente, ele investe em áreas com maior potencial de ganho. Ou seja, aplica no crescimento das criptomoedas e foi baseado no relatório da Empiricus.

Sobre as condições é o seguinte: para começar é preciso ter R$ 5 mil de investimento. A taxa de administração é um pouco mais alta, de 1,5% ao ano e ainda tem a performance de 20% sobre o que exceder o ICE US Treasury Short Bond Index TR+ 2%.

A carteira é composta por 60% em Bitcoin e 40% em Altcoins.

4 – Criptomoedas Light

Aqui, vale a mesma história que já comentamos acima. Assim, esse fundo vai aplicar 20% no fundo que citamos acima, no tópico 3. E a outra parte, que é 80%, é um fundo de “caixa” com taxa zero. Então, isso diminui o risco do fundo.

O investimento inicial é de R$ 1 mil. A taxa de administração é de 0,06% ao ano e não tem performance (apenas no fundo investido).

5 – Exponencial

O próximo dos fundos de investimentos temáticos tem um nome que não deixa muito claro no que ele aplica. Mas, a gente vai explicar. É para quem quer acessar as ações da XP Inc listadas na Nasdaq. Então, ele é totalmente focado em ações da XP, ok?

Assim, tem taxa de administração de 0,05% e não tem taxa de performance. Mas, como falamos da renda variável e de 100% em ações, é um fundo de alto risco. A aplicação mínima é de R$ 5 mil.

6 – Exponencial Light

Você sabe: ele aplica 20% no fundo que citamos acima. A outra parte vai para um “caixa” sem taxas. A administração é menor, de 0,036% ao ano e não tem performance. A aplicação mínima é igual, de R$ 5 mil.

7 – FoF ESG Carbono Neutro

Esse é um fundo de ações que pensa nas melhores empresas ligadas às pautas socioambientais. É um investimento para o longo prazo. Logo, a taxa de administração é de 0,75% e não tem taxa de performance.

A aplicação mínima é de R$ 1 mil e a composição é toda na renda variável (long only). O risco é médio-alto.

8 – Franklin W-ESG

Essa próxima opção tem um valor de aplicação inicial mais alta, de R$ 5 mil. No entanto, também é pensada no futuro. Como assim? O fundo aplica em fundos internacionais que seguem os critérios W-ESG, que tem a ver com a diversidade do gênero e questões ambientais.

A taxa é de 0,9% ao ano e não tem performance. O fundo é composto 100% de ações globais.

9 – Tech Brasil

Que o setor de tecnologia é promissor todo mundo sabe. Agora, como investir em todas as empresas de tecnologia da bolsa do Brasil? Esse fundo pode ser uma ideia. A aplicação mínima é de R$ 5 mil, a administração é de 0,9% ao ano e não tem performance.

Assim, o fundo aplica 80% em ações de tecnologia do Brasil na B3 e 20% no exterior, em ações de tecnologia, também.

10 – Tech Select

O que vai mudar para o fundo anterior é que esse aqui aplica em empresas internacionais, como Facebook, Apple, Amazon, etc. O restante das condições é o mesmo.

11 – WB90

Esse talvez seja um dos fundos mais incríveis que você vai ler nessa matéria. Saiba que o WB90 é pensado em Warren Buffett. Assim, com R$ 5 mil você poderá ter acesso a uma carteira de ativos que se baseia nas escolhas do senhor Buffett.

Ou seja, 30% é para a renda variável, focado em ações da Berkshire Hathaway e 70% vai para a renda variável global, pensando em uma carteira diversificada. A administração é de 0,9% ao ano e não tem performance.

12 – JGP ESG

E o último dos fundos de investimentos temáticos é o JGP. Ele é o que tem a taxa administrativa mais alta daqui dessa lista. Assim, o custo é de 2% ao ano. E ainda tem 20% do que exceder o IPCA + yield IMA-B.

O fundo aplica em uma seleção de empresas com boas práticas de impacto ambiental. O investimento inicial é bem alto, também, de R$ 100 mil.

Para saber mais sobre a Vitreo

Fundos de investimentos temáticos

Se você gostou dos fundos, porém, está inseguro sobre a Vitreo, saiba que temos uma matéria que fala dessa corretora. Leia por completo e descubra se dá para confiar ou não.

ANÚNCIO