O fundo multimercado é renda fixa ou variável? E saiba quanto rende o multimercado

ANÚNCIO

Para quem está começando a investir dinheiro além da renda fixa (como poupança, CDB, LCI, LCA, debêntures e Tesouro), uma pergunta constante e comum é sobre o fundo multimercado. Afinal, o fundo multimercado é renda fixa ou variável? Vamos responder isso abaixo.

Para além dessa pergunta, considere também que muita gente quer saber quanto rende, ao menos na média, um fundo como esse. Até mesmo porque dependendo do rendimento nem vai valer a pena sair da renda fixa, né? Assim, também vamos estudar essa pergunta.

ANÚNCIO

Com isso em vista, vamos focar essa matéria em responder essas duas questões. Primeiro, vamos falar um pouco mais do fundo multimercado e, depois, vamos mencionar os seus rendimentos, com base em um histórico.

O fundo multimercado é renda fixa ou variável

Na verdade, esse fundo é uma mistura de ambos mercados. Assim, eles são uma junção entre a renda variável e a renda fixa. O que quer dizer que o gestor do fundo tem a liberdade para investir em vários ativos que existem no mercado.

Então, o fundo multimercado é conservador? Nem sempre. A verdade é que um fundo multimercado pode ser agressivo ou conservador ou moderado, também. De modo geral, eles são classificados com base na estratégia que é proposta.

ANÚNCIO

Por exemplo, dá para pensar em um fundo como esse que é focado no longo prazo. Então, possivelmente, ele vai aplicar na renda fixa, em ações e também em cotas de outros fundos. O que vai mudar é o balanceamento dele.

Assim, dá para pensar em aplicar mais renda fixa ou mais em ações. Quando for buscar um fundo assim, entenda que ele pode ser balanceado, que é baseado em um índice, como CDI ou pode ser dinâmico, no qual não precisa seguir indicadores.

As estratégias

Já sobre as estratégias adotadas, vamos considerar algumas delas para você entender melhor que há vários tipos de fundos multimercados. Um deles é aquele que investe em ativos no exterior. Então, atuam mais como fundos internacionais.

Depois, dá para pensar em fundos macro, que são focados em cenários macroeconômicos, tanto para o médio como para o longo prazo. Tem o trading, que envolvem todo tipo de ativo, focando em ganhos no curto prazo.

Já o fundo multimercado livre é aquele que também permite qualquer coisa, qualquer ativo, qualquer estratégia por trás, com índice ou não. Já o de capital protegido é diferente. Ele tem o objetivo de obter retornos para proteger o capital investido.

Tem ainda os multimercados de juros e moedas, que são focados na renda fixa e no câmbio. Os específicos, que tem definição de risco e pode aplicar até mesmo em mercados futuros ou de commodities. Entre outros.

As vantagens

Agora que você já sabe a resposta para a pergunta sobre se o fundo multimercado é renda fixa ou variável, vamos falar das vantagens – e das desvantagens. Primeiro que é um tipo de fundo que permite ter uma carteira de investimentos mais diversificada – além da renda fixa.

O próximo ponto interessante é saber que dá para considerar que acaba sendo uma alternativa não tão arriscada como o mercado da renda variável. Mas, que pode ser melhor do que a renda fixa. Ainda mais em épocas de juros baixos, como a atual.

Ainda é bom saber que esses fundos podem permitir acesso até mesmo aos novos investidores, já que há opções que partem dos R$ 100 nas corretoras. Porém, há de se notar que também temos o lado inverso: muitas vezes, a taxa de administração é alta.

Assim, não se recomenda que você tenha fundos multimercados, se for para vencer a renda fixa, que tenha taxa acima de 1%. Em alguns casos, pode também ter a taxa de performance, que incide sempre que um benchmark (índice) é batido.

Quanto rende o fundo multimercado

A próxima questão que a gente trouxe aqui é sobre o rendimento do fundo multimercado. É claro que essa resposta não é simples de se ter. Até mesmo porque esses fundos podem aplicar na renda variável, que oscila muito.

De qualquer modo, para termos uma resposta mais prática, a gente foi atrás de uma informação da Rico Corretora, que foi divulgada no final de 2019 e cita alguns rendimentos de alguns fundos multimercados. A ideia é justamente você ter uma comparação. Ok?

Fundos de multimercados e renda fixa? Conheça 10 disponíveis na Easynvest

A Rico citou o Vinci Valorem FI como opção de fundo multimercado. Assim, em 2019 ele teve um rendimento de 6,72%, o que é um bom número. E a taxa de administração ficou abaixo de 1%. O valor inicial para esse fundo era de R$ 10 mil. Hoje, é bem mais popular.

Outra opção foi o Canvas Enduro III FIC FIM. Ele teve rendimento de 7,84% no ano de 2019. No entanto, a taxa dele é bem mais alta de 1,95%.

Curiosidade – os fundos de Ouro

Uma curiosidade que trouxemos aqui é que os fundos multimercados que investem em ouro estão com uma alta constante. Por isso, muita gente tem pensado nele como forma de manter o investimento seguro. Afinal, o ouro nunca se desvaloriza, né?

fundo multimercado é renda fixa ou variável

Será? O fato é que esses fundos estão em há a bastante tempo. Inclusive, alguns deles ultrapassa a marca de 40% em um único ano. Mas, para muita gente a crescente não deve durar muito.

O que queremos dizer é que independente de qual fundo você escolha, saiba que é preciso avaliar ele, o histórico, a taxa para saber se ele será bom para você. Para quem não tem fundo multimercado ainda, não se recomenda o de ouro.

Portanto, o ideal é pensar em algum que tenha mais a ver com o seu perfil, unindo renda fixa e renda variável.

ANÚNCIO