5 diferenciais para ter um Food Truck de Hambúrguer Artesanal lucrativo

O hambúrguer artesanal, definitivamente, caiu no gosto dos brasileiros. E raramente a gente encontra alguém que não tem paixão pelo alimento. Até mesmo os vegetarianos, que agora encontram no mercado o hambúrguer de variáveis vegetais.

Então, pensando nesse mercado, separamos algumas dicas que podem se transformar em diferenciais de mercado para quem vai abrir um food truck de hambúrguer artesanal.

Inclusive, uma pesquisa do Sebrae mostrou que os restaurantes especializados em hambúrgueres superaram apenas o que é chamado de “modismo”, já que vem se destacando entre os mais lucrativos do setor de alimentos e bebidas desde 2017.

Pensando nisso, criamos este conteúdo.

5 diferenciais de mercado

5 diferenciais para ter um Food Truck de Hambúrguer Artesanal lucrativo

O crescimento do consumo de comidas rápidas e práticas nos últimos anos, somado ao aumento da preocupação com a qualidade da comida, tem feito com que os food trucks ganhassem espaço.

Ou seja, mais gente está preocupada com a origem, a composição (orgânica e se tem agrotóxico, por exemplo), a validade, entre outros fatores usados em alimentos.

Com isso, o que temos é grande um desafio e ao mesmo tempo uma oportunidade para quem trabalha nesse segmento de Food Truck de Hambúrguer Artesanal.

1 – Cardápio

Essa é simplesmente a chave para manter o processo simples, rápido e atrativo. O segredo é ter um cardápio enxuto!

É importante lembrar que boa parte dos consumidores que fizeram da hamburgueria sua nova opção migrou do sistema fast food e está acostumada com o serviço mais rápido.

O que a gente vê é que temos algumas opções de blend, que faz a mistura de carnes e opções de tamanhos diferenciados, deixando o cardápio com um toque de personalização dos ingredientes e  acompanhamentos.

Esse pode ser, inclusive, um grande diferencial.

É muito bem vindo ao dono do food truck que se diferencie com a inclusão de itens regionais, já que ainda que a globalização é permitida, ela pode pesar demais nos preços finais dos lanches.

Aliás, a dupla “custo-benefício” está cada vez mais presente na hora de escolher a marca que será consumida, o que reflete o tamanho dos hambúrgueres.

Como resultado disso, algumas marcas reduziram o tamanho dos seus sanduíches evitando desperdício, mas não deixaram de fazer sucesso por isso, já que também mantiveram bons preços.

2 – Cerveja

Pode até parecer engraçado, mas considere que hambúrgueres e cerveja artesanal tem tudo a ver.

Ter uma amburgueria e acrescentar no cardápio as cervejas artesanais vem construindo uma relação forte com o público em geral na vida de muitos empreendedores.

Se você aprova essa dupla (hambúrgueres e cerveja), saiba que ela vem se destacado como um composto de venda para vários negócios.

De modo geral, a bebida atrai os consumidores um pouco mais velhos, especialmente aqueles com mais de 20 anos.

Ah, e outra coisa é que para garantir esse público também não pode faltar uma opção de hambúrguer vegetariano no cardápio.

Essa galera costuma estar atenta ao que consome, como a procedência, o processo produtivo e a qualidade – assim como a relação custo benefício!

3 – Consumo

A produção consciente e a qualidade dos produtos têm a ver com um movimento focado pela qualidade dos ingredientes e o cuidado com a produção dos insumos que compõem o sanduíche de hambúrguer!

Nunca antes as pessoas se preocuparam com isso como agora.

O resultado é um consumo muito mais “inteligente” e “celetista”.

Acompanhando o movimento que busca saber a origem dos produtos e evitar os alimentos “ruins”, como os processados, um food truck deve ter em vista esse novo formato de consumo.

Hoje, no mundo inteiro, existe uma preocupação disseminada nas hamburguerias para apresentar ao consumidor a origem dos ingredientes, onde é preparado sanduíche e os demais produtos que serão consumidos no estabelecimento!

E isso contribuiu muito para o crescimento desse mercado porque esse movimento traz valores como transparência valorização dos produtores locais e da alimentação consciente e sustentável!

4 – Atendimento

Outra dica para ter um food truck de hambúrgueres lucrativo é pensar no atendimento, que geralmente é mais informal.

Essa é outra tendência que vem surgindo no mercado e tem a ver com o atendimento mais informal, sem serviço de mesa, onde o próprio cliente faz o pedido em máquinas de autoatendimento, retira o pedido no balcão, se serve de refrigerante ou cerveja e por aí vai.

Essa é uma maneira de se conectar a transformação digital e enxugar os custos, sem perder os clientes. Mas, só isso não significa menos conforto. Está bem?

Inclusive, as drogarias vem ganhando status de restaurante, ou seja, o pessoal quer comer no próprio local. Por isso, é importante que o cliente se sinta em casa, quase que ao pé da letra.

5 – Inovação

Última dica tem a ver com a inovação.

Porque se o food truck já é uma inovação e o hambúrguer também nasce como nova ideia, considere que o empreendedor tem que continuar acompanhando as inovações ao redor do mundo para inspirar sua hamburgueria!

Algumas idéias estão sendo testadas, como a mistura de carne com cogumelos, o que tornaria o hambúrguer mais leve e saudável.

Tem também o teste das batatas servidas de formas diferentes versões como com abóboras frita. E também o resgate de bebidas artesanais ou compradas de pequenos produtores.

Até a carne maturada é uma das tendências do momento e amanhã já vão ser outras tendências. Por isso, nunca se acomode e sempre fique de olho no que o mercado exige e torna viável para o seu food truck de hambúrguer!