Financiar imóvel ou investir no Tesouro? Temos a resposta

Esse texto é para trazer uma reflexão sobre o financiamento imobiliário e os investimentos financeiros. Parecem coisas bem distintas e diferentes, no começo. Mas, são complementares, como veremos abaixo. E aí: financiar imóvel ou investir no Tesouro? Veja a resposta.

Lembrando que todo mundo e qualquer pessoal é livre para investir dinheiro, comprar imóveis, comprar carros, etc. Portanto, esse texto é reflexivo e não indicativo. Assim sendo, o que queremos é apenas trazer informações que talvez você ainda não tenha considerado.

Abaixo, no último tópico, também vamos trazer mais informações sobre isso. No entanto, agora vamos direto ao que interessa. Financiar o imóvel é o sonho de muita gente. Investir no Tesouro ainda é uma realidade de poucos. Sabendo disso, vamos aos números.

A compra do imóvel

Se você é de uma família mais tradicional, com certeza, já deve ter ouvido dizer que pagar aluguel não vale a pena porque é um dinheiro que não volta para você. Logo, também deve ter o sonho de ter a casa própria, concorda? Tudo bem. Vamos considerar financiar imóvel.

Considerando uma casa de R$ 350 mil financiada em 30 anos, a gente vai ter parcelas de R$ 2,8 mil mensais. Assim, o valor total pago, incluindo juros e taxas, não vai ser menos do que R$ 1 milhão. Logo, você vai pagar uma casa de R$ 350 pelo triplo. É normal, é juros, é assim.

Olhando assim, você assusta e parece que estamos mentindo. Mas, se tem alguma dúvida, então, vá até o seu banco e pede para ele simular essa compra para você ter a certeza do que estamos falando. Se os valores forem outros, pelo menos, vão estar próximos.

O investimento no Tesouro (pagando aluguel)

Agora, vamos falar sobre investir no Tesouro. A gente vai usar os mesmos R$ 2,8 mil que você pagaria na parcela da casa. Assim, vamos tirar R$ 1,1 mil que vai para o aluguel de uma casa (obviamente, você não tem a casa própria e precisa pagar o aluguel).

Depois, vamos considerar os outros R$ 1,7 mil investidos no Tesouro. Então, vamos estudar um prazo menor, de 12 anos. Sabe o que vai acontecer em 12 anos? Você vai ter acumulado mais de R$ 350 mil no Tesouro. Logo, dá para comprar a casa à vista.

E isso mesmo pagando o aluguel mensal. Que coisa doida, não é mesmo? Por que isso aconteceu? Obviamente, porque no financiamento você paga juros e no Tesouro, você recebe os juros. Há uma diferença muito grande nisso.

Resumindo…

Criamos esse mini tópico apenas para resumir tudo o que falamos nos 2 tópicos acima porque pode ser que você tenha ficado com dúvidas ou desnorteado. Afinal, as informações são simples, mas surpreendentes para muita gente.

Financiamento do imóvel de R$ 350 mil

  • 30 anos pagando R$ 2,8 mil mensais
  • Total de R$ 1 milhão pago

Investimento no Tesouro no total de R$ 353 mil

  • 12 anos investindo R$ 1,7 mil mensais
  • 12 anos de aluguel pagando parcelas de R$ 1,1 mil mensais

Ficou um pouco mais claro, não ficou? Você não só economizou R$ 700 mil como também economizou 18 anos da sua vida. É algo surpreendente, de fato.

Financiar imóvel ou investir no Tesouro?

Como falamos acima, a ideia aqui não é indicar investimentos. Mas, ao ver essa simulação, parece muito claro qual é a melhor saída ou alternativa que você pode considerar, não é mesmo? E claro, esse é só um exemplo.

Assim sendo, se você quer comprar um imóvel financiado, uma boa dica é você começar a estudar sobre isso. Simule a sua casa ou apartamento e simule também o investimento, tirando o valor do aluguel que pagaria.

Se você esperar 12 anos, você vai pagar o imóvel a vista. Por outro lado, se quiser financiar, você vai demorar 30 anos para quitar a sua casa. E, além disso, vai ter pago 3 vezes o valor dela. Então, é uma coisa a se pensar, não acha?

Além do mais, você pode usar essa reflexão para pensar no financiamento de carros e motos também. O conceito é o mesmo: no financiamento, assim como em empréstimos, a gente paga juros. Enquanto no investimento, seja no Tesouro ou outro da renda fixa, a gente ganha.

Considerações finais

É importante considerar que esse conteúdo foi publicado inicialmente, de forma original, pelo Mobills Edu. Além disso, ele data de 2019. Logo, está sendo usado e adaptado aqui para o blog de forma totalmente informativa e para servir como exemplo.

Financiar imóvel ou investir no Tesouro

Como já explicamos acima, os valores não refletem a realidade. Ainda assim, a ideia é que todo leitor considere sim a possibilidade de não comprar um imóvel pelo financiamento, se considerar o investimento em outros ativos como forma de ganhar dinheiro.

Aprenda a investir em imóveis sem ter que comprar um

Por fim, saiba também que não se trata de um texto que está indicado o investimento em um ativo. E menos ainda a ideia de que você não deve comprar o imóvel próprio. Essa é uma escolha sua, independente. Porém, nunca é demais refletirmos sobre esses assuntos.

Pensamento do dia…

Assim, a gente fecha esse conteúdo sobre financiar imóvel ou investir no Tesouro com esse pensamento do dia: será que você não está vendo um único lado da moeda? Da próxima vez que alguém falar sobre comprar imóveis financiado, tente se lembrar dessa simulação.

Há muitos tabus e informações que estão presas no passado, mas que, felizmente, não fazem parte dos nossos dias atuais. Você só precisa começar a prestar mais a atenção nelas.