XPLG11 – conheça esse FII de galpões logísticos que é tendência

ANÚNCIO

Atualmente, quem quer investir no setor imobiliário tem várias alternativas. Dá para comprar uma casa e alugar, por exemplo. Mas, sem dúvidas, os FIIs (fundos de investimentos imobiliários) são ideias mais simples. Hoje, falaremos de um FII de galpões logísticos.

Como assim? A gente explica, o XPLG11 (ou conhecido também como XP LOG FDO INV IMOB – FII) é uma opção de fundo de investimento da renda variável que permite ao investidor receber dividendos mensalmente. Além do mais, tem aplicações iniciais acessíveis.

ANÚNCIO

É um fundo que é tendência no mercado e tenha novos aportes a cada dia. abaixo, trouxemos todas as informações importantes sobre ele, desde a cotação atual até o histórico, passando ainda pelas taxas, características e muito mais. Leia o material completo.

O que é esse FII de galpões logísticos

É um fundo imobiliário de tijolo. Ou seja, de imóveis físicos. Assim, as aplicações são direcionadas para as propriedades comerciais, da área de galpões. Os fundos lucram através da compra ou construção, que geram aluguéis ou vendas.

Chamado de XP LOG, o fundo existe desde 2016 e tem como foco os ativos alvos. Mas, também pode investir em ativos imobiliários gerais. Assim, há limites para cada operação. A administração é do Vortx e a gestão é feita pela XP.

ANÚNCIO

Sobre os rendimentos, saiba que é pago ao investidor o valor mínimo de 95% dos resultados apurados no caixa. E o pagamento é feito sempre até o 10º dia útil do mês seguinte.

É caro investir nesse FII de galpões logísticos?

Para responder essa pergunta, a gente precisa fazer a cotação do FII. Atualmente, durante a escrita desse conteúdo, temos o preço de R$ 129,99. Porém, saiba que há variações. Afinal, estamos na renda variável. Os FIIs são negociados na bolsa de valores.

Em uma análise mensal, nós temos um valor máximo de R$ 130,13, que aconteceu em 25 de agosto. Mas, também tivemos quedas. A maior delas foi em 12 de agosto, com preço em R$ 125,40.

Entenda esse fundo de investimento imobiliário Mogno fundo de fundos (MGFF11)

No comparativo do ano, o maior valor foi em 30 de dezembro de 2019, com valor de R$ 152,50 enquanto que o menor preço ficou em 18 de março desse ano, com R$ 87 no preço cotado. Inclusive, a alta e a baixa representam também os maiores valores de toda história do fundo.

O XPLG11 vale a pena?

De modo geral, esse é um fundo novo e que tem sido uma tendência no mercado de FIIs. O preço não é o mais alto de todos e nem o mais baixo. Porém, a gente tem que analisar diversos fatores para saber se ele vale a pena. Inclusive, você tem que saber o seu perfil também.

De qualquer modo, se analisarmos os dividendos, saiba que o último pagamento foi de R$ 0,58 por cota. No ano (soma de 12 meses), isso dá um total de R$ 7,2. E se considerarmos desde o IPO, então, a soma é de R$ 15,8, o que dá 12% do valor da cota atual.

BB Progressivo II (BBPO11) – tudo o que você tem que saber desse FII

Ainda sobre valer ou não a pena, saiba que mesmo senda da renda variável e a poupança da renda fixa, o Funds Explorer fez um estudo para comparar ambas as aplicações. Portanto, adivinhe só: o fundo é mais de 1.000% melhor. Ou, pelo menos, foi nesse estudo feito.

O Funds Explorer considerou um investimento de R$ 50 mil em 12 meses. Assim, a poupança tinha na conta R$ 51,6 mil. Enquanto isso, o montante final do fundo ficou em R$ 69,2 mil. Dessa forma, quase R$ 3 mil são de rendimentos isentos de imposto de renda.

Os números atuais do XPLG11

FII de galpões logísticos

O que é importante saber, além de tudo o que temos citado acima, sobre um fundo de investimento? Se ficou faltando alguma informação importante é agora que vamos trazê-las à tona. Então, para fechar o estudo, confira aí mais alguns números.

Saiba qual é a cotação da CSHG Logística (HGLG11)

Lembrando que essa matéria é do começo de setembro de 2020. Logo, dependendo de quando você estiver fazendo a leitura é provável que os números tenham se alterado. Aliás, nem sempre. Mas, é sempre viável buscar uma comparação com os dados mais atuais.

  • A liquidez diária é de mais de 51,5 mil negociações,
  • O último rendimento ficou em R$ 0,58 para 1 cota do investidor,
  • O dividend yield tem um valor médio de 0,46%,
  • O patrimônio líquido somou R$ 2,3 bilhões até aqui e
  • A rentabilidade mensal ficou acima dos 1%, sendo exatamente 1,07%.

E as taxas? Também é importante fazer uma análise sobre as taxas cobradas nesse fundo de investimento. Afinal, como todo fundo, ele também tem o custo, que geralmente vai para o gestor. Também fizemos uma tabelinha aqui de taxas, leia:

  • A taxa de performance é de 20% do que exceder o IPCA + 6% ao ano,
  • Não há a cobrança da taxa de gestão,
  • Também não se cobra a taxa de gerenciamento,
  • E nem mesmo a taxa de consultoria,
  • Mas, há uma taxa de administração de 0,95% ao ano.

Lembrando que a taxa de administração é de 0,75% podendo ir até 0,95% ao ano sobre o patrimônio líquido do fundo. Inclusive, a taxa de gestão, custódia e escrituração são cobradas dentro da taxa administrativa. Por isso, ela é zerada.

ANÚNCIO