Para Ficar Rico é preciso Investir Dinheiro… Mas, onde: CDB ou LCI?

ANÚNCIO

Se o Sucesso Financeiro depender de um tripé de ações com certeza ele será formado pelos seguintes itens: Economizar Dinheiro, Poupar Dinheiro e Investir Dinheiro. E, não raramente, essas expressões mágicas são substituídas por outras equivalentes, entre elas, Planejamento Financeiro Pessoal.

Uma parte desse tripé – o investir dinheiro – causa muita estranheza para muitos brasileiros. Por isso, mesmo quando decidem aplicar dinheiro, essas pessoas não optam pelas melhores escolhas. Como sabemos, os bancos não são os mais indicados, no entanto, ao mesmo tempo, sabemos que os brasileiros assim preferem. Então, nesse artigo vamos citar 2 produtos financeiros bancários, que são investimentos que podem ser melhores do que a poupança, mesmo que não renda tanto quanto outra aplicações feitas em corretoras de investimentos.

ANÚNCIO

Se você pretende ser rico, pense em economizar tanto quanto em ganhar”, Benjamin Franklin”.

Você, com certeza, já foi assediado por um gerente de banco que tentou te vender o CDB (Certificado de Depósito Bancário) ou as Letras de Crédito, não é? Então, mesmo que tenha gostado desses investimentos, você, provavelmente, ficou na dúvida de qualquer escolher… Esse artigo é para você! Leia até o final e descubra quais são as vantagens e desvantagens dessas 2 aplicações financeiras.

ANÚNCIO

Diferença entre economizar dinheiro e investir dinheiro

Economizar é deixar de gastar dinheiro com algo que não seja necessário. O comum é que economizamos dinheiro para ter condições de pagar um objeto à vista ou, mais especificamente, para investir posteriormente. Já Investir Dinheiro consiste em aplicar parte do seu dinheiro com a finalidade de que ele traga rendimentos. Para isso, preciso alocar o dinheiro em ativos financeiros.

Fato consumado: Renda Fixa é mais atraente do que a poupança e imóveis

E, independente se você vai economizar ou investir, tudo começa com a sua capacidade de poupar. Isso é um hábito! Um bom hábito, vamos dizer, que vai contribuir para melhorar não só as finanças mas também a sua qualidade de vida de forma geral. E o hábito de poupar te faz, automaticamente, ter melhores hábitos de consumo e a lidar com seu dinheiro.

Para ilustrar essa ideia, vamos imaginar um Orçamento Financeiro Familiar!

Em termos, vamos dizer que a receita é tudo aquilo que você recebe em dinheiro, como salário, bonificações e outros. Já a despesa é tudo aquilo que é gasto, como contas, boletos e etc. Ambas informações devem estar bem anotadas e organizadas. Logo, quando a receita for maior do que a despesa, então, você terá um saldo positivo, passando do ato de poupar para o de investir.

Stand-by: Aparelhos ligados e sem uso podem representar 12% da conta de luz 

Às vezes pode ser que você tenha o dinheiro a mais no fim do mês, mas não sabe onde investir. Então, a criação de um planejamento financeiro pode ajudar! Confira algumas dicas de como fazer esse planejamento:

  1. Parcelamentos – Devem, em toda hipótese, ser evitados. No Brasil, com a popularização do cartão de crédito, os parcelamentos são uma das principais causas do descontrole financeiro. Porém, o que poucos notam é que essas parcelas podem se tornar em grandes vilões do orçamento. O ideal é economizar ao máximo para comprar tudo à vista, o que vai gerar um bom desconto.
  2. Metas – Tenha metas. Por exemplo, se você conseguir economizar 1% da sua receita por 3 meses, então, aprenderá a viver com os outros 99% muito rapidamente. Depois, aumente para 5%, 10% e assim por diante. Tudo é uma questão de costume e de hábito. Uma economia de 10% do salário para investimento já é suficiente para te fazer Ficar Rico no longo prazo.
  3. Pequenas Economias – Os pequenos gastos podem representar pequenas economias hoje, que, ao longo do tempo, serão grandes volumes. É preciso entender que o conceito de 1 real hoje valerá, teoricamente, mais que 1 real no futuro, se o valor for investido, por exemplo. Assim, uma simples iniciativa de economizar dinheiro hoje pode te ajudar a ter uma vida confortável no futuro.
  4. Objetivos – Além das metas, você precisa saber onde vai usar o dinheiro. Para que você quer o dinheiro? E não interesse se os motivos possam ser banais para outros, o importante é você ter consciência de que tem que juntar dinheiro para aquele objetivo. Depois de traçado o objetivo, busque-o.
  5. Registros – Registre tudo o que for possível e repita isso mês a mês. Saber quanto entra e quanto sai e de onde entra e para onde vai é muito importante para ter um controle financeiro pessoal.
  6. Corte de Despesas – Você não tem que poupar só quando ganha mais, como nas férias ou no 13º salário. Você tem que fazer isso o tempo todo porque sempre vai ter algo que pode ser cortado. O chocolate super caro que você compra todos os meses, pode ser comprado a bimestralmente, por exemplo.

Como não deixar faltar dinheiro em casa e Prosperar em 3 passos

Reinaldo Domingos é presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin) e da DSOP Educação Financeira. Ele diz que muitos casais não fazem, antes de tudo, uma anotação dos gastos individuais de cada integrante, tais como alimentação, transporte, vestuário, educação e outros gastos. Para, só depois, saber o que podem cortar, se é que isso será necessário.

Também, segundo ele, é importante que ambos saibam qual a renda mensal de cada um, de forma honesta, para definirem juntos os possíveis projetos, tais como viajar, trocar de carro e criar um filho. Mesmo com salários diferentes, é importante ter em mente que a divisão dos gastos será proporcional á renda familiar líquida de ambos. Ele também avisa sobre a readequação do padrão de vida, que, na maioria dos casos, cai, quando as pessoas saem da casa dos pais.

Leia Também! Problemas com Dinheiro é a principal causa dos divórcios: 3 passos para ter um Bom Planejamento Financeiro Familiar em 2017

Os investimentos dos valores poupados devem ser feitos em conjunto, unido os valores para obter as melhores rentabilidades e buscando sempre a realização de um objetivo em comum. Afinal, o investimento precisa estar adequado, principalmente, ao tempo. A dica do consultor é listar 3 objetivos: curto prazo (1 ano), médio (entre 1 e 10 anos) e de longo prazo (a partir de 10 anos).

Leia Essa Notícia na Íntegra!

Por que é Importante Escolher o Melhor Investimento

Com o tempo, no Brasil, criou-se o hábito de pechinchar. A expressão indica a pesquisa pelos menores preços, que inclui, entre tantas coisas, a forma de pagamento, o tipo de compra, a amizade com o dono da loja e muitos outros fatores. Isso, em vista grossa, é ótimo para o consumidor e para a economia. Porque o cliente sai satisfeito com a qualidade e com o valor.

No entanto, quanto o assunto é investimento financeiro os brasileiros não fazem a mesma coisa. E aí acabam por comprar vários títulos financeiros e investimentos financeiros que estão no mercado, mas sem pechinchar.

Ou seja, sem saber se aquela é a melhor opção de investimento, se é o que deveriam fazer com o dinheiro poupado. A amizade com o gerente, nesse caso, atrapalha muito o negócio e faz vários pequenos investidores fazerem bobagem.

Você tem dinheiro na poupança? Descubra como investir melhor, mais fácil para obter mais resultados! O Tesouro Selic é a opção preferida pelos especialistas na hora de indicar um substituto para a poupança, afinal, o título do Governo Federal é tão seguro quanto e, além disso, tem mais rentabilidade. Isso tudo sem contar que a aplicação inicial é super baixa: a partir de 30 reais. Gostou, não é? Leia a notícia toda!

Você tem dinheiro na poupança? Descubra como investir melhor, mais fácil para obter mais resultados

Isso porque apesar de que o fato de poupar dinheiro é uma atitude importante e faz parte do sucesso financeiro de uma pessoa, a capacidade dela saber investir dinheiro corretamente é tão importante quanto. Lógico, se ela conseguiu economizar dinheiro, tem que saber exatamente onde investir para que o dinheiro seja rentabilizado da melhor forma.

Bem, vamos ser sinceros: não adianta se esforçar, dedicar e ter disciplina para poupar dinheiro se você escolher a poupança como sua principal aplicação financeira. O resultado é que quanto melhor for a capacidade da pessoa investir o dinheiro da forma correta, maior será o retorno que ela dará ao seu sacrifício que a fez poupar dinheiro e, como resultado, ela terá maior poder aquisitivo.

Investir dinheiro é diferente de poupar dinheiro, logo, o dinheiro poupado tem que ser investido em aplicações financeiras que rendam juros ou que tenha alguma forma de remuneração. O investimento é importante tanto quanto poupar porque vai ser a prática do seu esforço para poupar.

3 Notícias sobre “O Melhor Investimento”:

  1. Saiba Qual é o Melhor Investimento para Ganhar Dinheiro e Viver de Juros 
  2. Com a Selic caindo, a Renda Fixa continua sendo o melhor investimento 
  3. Como Investir em Renda Fixa e por que ele é o Melhor Investimento

Por que é importante Investir Dinheiro

O principal motivo é para ter um patrimônio acumulado que esteja ao alcance dos objetivos ao longo do tempo. Quem tem “dinheiro guardo” ou investido não fica a mercê de maus pensamentos ou de medo de acontecimentos que podem vir a acontecer, de fato. Além disso, com a inconstância dos poderes legislativos e federais, a dependência da aposentadoria torna-se uma verdadeira incógnita.

O ideal é que se tenha dinheiro investido para eventuais casos emergências e, mais do que isso, para futuros novos negócios.

De forma geral, o dinheiro investido traz retornos significativos. Sabe por quê? No ano passado o IGBE fez uma pesquisa e mostrou que um brasileiro recebe aproximadamente 13,25 reais por hora trabalhada, sem contar as férias ou o 13º salário. Logo, quem investe dinheiro sabe que haverá rentabilidade sem ter que dispor de muito esforço, trabalho ou tempo.

Como Lucrar 1 milhão de reais em 10 anos com imóveis? Seja um dos poucos a saber essa resposta!

É aquela ideia de ganhar dinheiro dormindo. Porque, mesmo dormindo, você sabe que o seu dinheiro renderá bons frutos. Claro que estamos falando de investimentos conservadores, tais como as Rendas Fixas. Assim, mesmo que o trabalhador não tenha muito dinheiro para investir, ele deve começar a fazer isso com pequenas quantias.

E, sem dúvidas, ao longo do tempo, o rendimento dessa ação trará ótimos recursos financeiros, ás vezes até mais do que o próprio salário do trabalhador.

Bom, e como estamos falando de investimentos seguros, selecionamos 2 para tratarmos especificamente nesse artigo: CDB e LCI. Ambos são originários dos bancos e, justamente por isso, não costumam ser os mais indicados. No entanto, em se tratando de investidores iniciantes, podemos dizer que acaba sendo uma alternativa.

Então, a ideia é explicar as principais diferenças entre eles e também apresentar algumas dicas. Continue Lendo…

O que é o CDB

O Certificado de Depósito Bancário é uma opção de investimento que nada mais são do que títulos que os bancos emitem para captar dinheiro das pessoas e investir naquilo que julgaram melhor. Assim, os bancos remuneram os investidores com juros, que variam de acordo com o valor emprestado.

Logo, existem os pré-fixados, que são aqueles que já fornecem uma porcentagem da rentabilidade que será recebida e os pós-fixados, que variam conforme algum indexador.

Os CDBs costumam valer a pena quando pagam um valor maior do que 100% do CDI. E esses produtos costumam ser encontrados em bancos de pequeno e médio porte. Lembrando que esses bancos tem a mesma garantia dos bancos grandes. Ambos são Garantidos pelo FGC, com valores de até 250 mil reais.

“O brasileiro tem o hábito de casar com o seu banco. Mas, mesmo cliente de um, pode ser melhor comprar o CDB de outro lugar”, informa Juliana Inhasz, professora de economia da graduação do Insper.

Tudo o que você precisa saber para Investir em CDB (Certificado de Depósito Bancário)

O que é LCI

As Letras de Crédito Imobiliário são títulos de crédito lastrados por créditos imobiliários. Assim, é um empréstimo de dinheiro que é feito para uma instituição na qual o valor vai para o setor imobiliário. Essa é a 1ª diferença para o CDB, que não tem especificidade de para onde vai o dinheiro. Outra diferença é que os valores para investimentos iniciais costumam ser altos, a partir de 20 mil reais.

Quase todo o restante desse investimento é igual ao CDB. Quase tudo. Porque a maior diferença é que as Letras de Crédito não possuem a taxação do Imposto de Renda para as pessoas físicas. Logo, esse investimento se torna mais interessante do que o CDB.

Mas, não é bem assim. Tudo vai depender de quanto o CDB paga e de quanto a LCI paga, também.

CBD ou LCI?

A comparação entre ambos costuma ser muito difícil porque não basta apenas comprar prazos e o percentual do CDI para cada modalidade, é preciso também comparar a rentabilidade deles e o rendimento líquido de IR do CDB.

Por exemplo, vamos considerar uma LCI que pague 80% do CDI e um CDB que pague 95% do CDI. Qual será mais vantajoso após 2 anos de investimento? Nesse período a alíquota do IR é de 15%, então o CDB torna-se mais vantajoso. Porém, para qualquer prazo menor, o melhor é ir de LCI.

Agora, se algum dia você encontrar uma LCI que pague 85% do CDI, então, dificilmente ela será derrotada por algum CDB. Por sinal, para vencer a LCI, o CDB, nesse caso, teria que pagar 110% do CDI para prazos menores do que 2 anos. Se for um prazo maior de 2 anos, então 101% do CDI basta.

Para Ficar Rico é preciso Investir Dinheiro... Mas, onde: CDB ou LCI?
Reprodução: Google

A questão é que rentabilidades maiores que 100% do CDI no curto prazo ou com liquidez diária não costumam ser oferecidas nem mesmo em bancos pequenos ou médios. Já para obter 110% do CDI, o investidor precisará com o CDB por vários anos. Já nos grandes bancos, as rentabilidades de 100% do CDI ou mais costumam ser restritos à investidores que tem muito dinheiro.

Você está preparado para ter uma aposentadoria milionária?

Temos uma simulação feita com uma base de rentabilidade real média de 6% ao ano, pensando em um período de tempo de 25 anos. Seguem as 3 opções:

  1. Se você aplicar 500 reais, terá um montante que chegará à quase 340 mil reais.
  2. Se você aplicar 1 mil reais, terá um montante de quase 677 mil reais.
  3. Se você aplicar 2 mil reais por mês, terá uma renda de mais de 1 milhão de reais.

Como fazer isso? Leia e Descubra!

Por que nunca se deve optar pela poupança?

A caderneta de poupança é a forma mais antiga de aplicação financeira no Brasil e foi criada em 1861 pelo imperador Dom Pedro II, junto à Caixa Econômica Federal. Aí, em 2012, a forma de cálculo da rentabilidade foi alterada para que ela fique sempre abaixo da Selic.

Logo, a poupança deveria ficar mais rentável que outros investimentos, mas isso nunca mais aconteceu. Depois, as regras foram alteradas novamente, e a poupança tornou-se ainda menos atraente.

Para Ficar Rico é preciso Investir Dinheiro... Mas, onde: CDB ou LCI?
Reprodução: Google

É claro que é só um exemplo e foi com dados de 2016, feito pela Verios. Confira:

Imagine que há 1 ano você tenha tido a oportunidade de comprar uma TV de última geração por 5 mil reais. No entanto, você preferiu deixar o dinheiro guardado na poupança. Com um rendimento de 7,53% ao ano, hoje você teria 5.376,50 e aí, então, resolve comprar a televisão. Só que quando chega na loja, o vendedor diz que a TV aumentou e está custando 5.471,50 reais.

Esqueça a poupança e aprenda a investir seu dinheiro no Tesouro Selic

Ah, isso é para um valor pequeno… Imagine agora se fosse comprar uma casa no valor de 400 mil reais. Aí então, precisaria acrescentar um valor de 8 mil reais, no mínimo.

Esse impacto negativo que poupança causa é pouco notado pelos investidores que nela aplicam dinheiro porque, na maior parte das vezes, eles só analisam os prazos curtos e médios. No longo prazo, a desvantagem é absurda. Em 2016, quem deixou o dinheiro na poupança perdeu cerca de 1,9% ao ano.

Agora, se você acha que a poupança é muito prática e fácil… Então está mais do que na hora de conhecer outras aplicações financeiras. Os títulos do governo, por exemplo, são excelentes: rendem mais, são mais seguros e tão fáceis quanto! No Tesouro Selic, por exemplo, você não perde dinheiro porque está protegido pela taxa básica de juros da economia.

Cara, saia da poupança, conheça algumas rendas fixas agora mesmo:

Como Investir em Rendas Fixas!

Um pouco mais sobre a Poupança: Aprenda como investir da forma certa e ter mais rentabilidade com a Renda Fixa

Para o investidor que busca aplicar dinheiro na poupança, o atual momento tem mostrado que isso não é um bom negócio. Com o rendimento abaixo da inflação, quem deixou dinheiro nessa caderneta recebeu menos do que investiu. Ou seja, houve uma descapitalização, que é uma palavra bonita para dizer que “perdeu dinheiro”.

E para uma pessoa que possui, por exemplo, 200 mil reais? Sim, a aplicação na poupança será diferente e isso quer dizer que o rendimento será maior. Mas é compensador?

Para Luiz Guarnieri, assessor de investimentos na RP Capital, com uma aplicação de 200 mil reais em um horizonte longo prazo e baixo risco, há espaço para compras em títulos públicos prefixados, como a LTN com vencimento em 2023. Esses sim, são mais compensadores.

“Com a queda da inflação esperada pelo mercado para este ano (traduzida pela diferença dos títulos pré-fixados e dos títulos atrelados à inflação, também conhecida como inflação implícita), o fato possibilitará um ciclo de queda de juros bastante forte e duradouro”, disse, em entrevista ao Infomoney. Continue Lendo…

Você vai investir dinheiro em bancos? #3 Motivos para Não fazer isso se quiser Viver de Juros

Se você ainda acha que esse artigo não vai acrescentar nada no seu conhecimento sobre Educação Financeira, veja uma prévia de quais serão os temas aqui tratados:

  • Os Bancos Mais Reclamados de 2017
  • Por que investir dinheiro no banco não vale a pena
  • Como Investir Fora do Banco pode ser mais Lucrativo
  • 3 Motivos para Você não Investir no seu Banco
  • Mas e os Fundos de Investimentos, realmente não valem a pena?
  • E o Tesouro Direto… Que não tem Garantia do FGC?

Leia Agora: #3 Motivos para Não Investir em Bancos se quiser Viver de Juros

Com informações do QueroInvestirAgora e Informoney

ANÚNCIO