10 dicas realmente eficazes para realizar uma festa junina em tempos de crise

ANÚNCIO

Você anda meio sem dinheiro e ainda não conseguiu sentir na pele as expectativas positivas da nossa economia, mas, mesmo assim, não quer passar junho em branco, sem realizar a famosa festa junina?

Na verdade, essa festa faz parte da nossa cultura, como a feijoada e o futebol. Por isso mesmo é considerada “sagrada” por muitos. 

ANÚNCIO

E mesmo que não tenha tanta importância religiosa para você, será que resistiria à uma espiga de milho, pipocas e doces, como os de amendoim ou os bolos de fubá? 

Isso tudo custa dinheiro, é verdade. Porém, fizemos uma grande pesquisa na internet e encontramos algumas dicas que podem ser bastante úteis para você realizar uma festa junina sem furar o orçamento financeiro. 

Quer ver quais são essas dicas? Confira agora…

ANÚNCIO

10 dicas para realizar uma festa junina sem gastar muito 

Os brasileiros são um dos povos mais festivos do mundo, comparados, muitas vezes aos africanos, que tem sua cultura totalmente ligada à dança, música, bebidas e comemorações, de forma geral. 

O que nos sugere que a festa junina seja mais uma dessas atrações. Pipoca, bolos e bebidas podem ser servidos sem que signifique um gasto de dinheiro excessivo.

  • Como isso é possível? Compartilhando! 

É um tipo de organização que está na moda e faz parte da realidade de muitos brasileiros: como as festas americanas – cada pessoa leva um prato ou uma bebida e tudo é compartilhado entre os presentes. 

Vamos levar em conta que a sua festa não seja para muitos convidados, como seria em um casamento. 

1 – Quentão

Seja com ou álcool, o quentão é uma bebida típica dessa festa. Justamente por ser servido em temperaturas altas, o que pode te fazer esquecer, ao menos por um tempo, o clima frio que está presente nessa época do ano. 

Uma pessoa pode ficar responsável pela bebida, já que os ingredientes são simples e não custam muito, entre eles, a água, o gengibre, açúcar e, se preferir, a bebida alcoólica. 

Algumas pessoas gostam de incrementar: cravo, canela, maça. De qualquer forma, o custo não é elevado. 

2 – Espigas de Milho

É um alimento que também não pode faltar em uma festa junina. Ela pode ser consumida apenas cozida ou com incrementos, como sal e manteiga. 

Assim, dependendo da quantidade de pessoas que gostam do alimento, será preciso convocar duas pessoas para compartilhar a compra das espigas, mesmo porque os valores delas tendem a aumentar nessa época do ano. 

3 – Bolo de Fubá

Para quem gosta de cozinhar, o bolo de fubá costuma ser muito prático e barato. 

Os ingredientes, ainda que sejam muitos, são usados em pequena quantidade, como fubá, açúcar, leite e ovos. 

O grande segredo é saber fazer ao invés de comprar pronto, o que pode significar uma boa e economia financeira.  

O mesmo vale para outros bolos, como o de cenoura, aipim, coco, chocolate, entre outros. 

10 dicas realmente eficazes para realizar uma festa junina em tempos de crise
Reprodução: Google

4 – Pipoca

A pipoca também tem um custo baixo, ainda mais se for comprado o milho em volume maior. E a melhor parte é que rende muito e as crianças adoram. 

Uma pessoa pode ficar responsável pela pipoca, que tem que ser feira na hora para que o sabor seja mais agradável. 

Há a possibilidade de se pensar também na produção de pipocas diferenciadas, como a doce, que tem receita simples e usa poucos ingredientes. 

Essa é uma observação importante porque pode ser um grande diferencial na sua festa e claro sem afetar o orçamento. 

5 – Cachorro Quente

É uma boa pedida e costuma agradar o paladar de muitas pessoas. No entanto, se comparado as receitas acima, é um dos pratos mais caros. Por isso, é aconselhável que duas ou mais pessoas dividam os gastos. 

A receita é simples: pão (do tipo caseiro), salsicha com molho e batata palha. 

Mas, se várias pessoas forem compartilhar essa receita, vale a pena investir em ingredientes adicionais, como a ervilha, o próprio milho (já citado neste texto), tomate em formato de cubos, maionese, entre outros. 

Nesse tipo de festa, que é regado à muitas opções de comidas, o cachorro quente, por vezes, acaba sendo o prato principal, o que merece um pouco mais de atenção quanto à quantidade. 

6 – Chocolate Quente

Levando em conta que há uma possibilidade de o quentão ser alcoólico, então, será preciso ter uma bebida “lícita”, se assim podemos dizer, principalmente pensando nas crianças, que costumam aprovar essa bebida. 

O achocolatado, como também é chamado, também precisa ser servido quente e, portanto, é ideal que seja feiro na hora. 

O custo do leite e do chocolate (além do açúcar, se for preferencia das pessoas presentes) podem ser mais altos do que os outros itens aqui citados. 

Assim sendo, é aconselhável que se esse custo seja compartilhado entre três pessoas ou mais. 

É preciso pensar no consumo da quantidade de leite e do achocolatado. Em sites que fazem simulações, há de se imaginar que o consumo seja de 300 ml por pessoa. Logo, se a festa é para 30 pessoas, a compra deve ser de, em média, 10 litros de leite. Isso prova que o valor não é dos mais baixos. 

7 – Doces

Os doces, de forma geral, podem ser feitos conforme o gosto das pessoas que vão estar presentes.

Além dos bolos, é possível preparar cocadas, paçocas, maria-moles, pé de moleque, dedo de moça, doce de abóbora, entre muitos outros. 

Note que independente do produto, o mais econômico é produzir os próprios doces ao invés de compra-los. 

Normalmente as receitas são simples de serem feitas e os ingredientes baratos. Mas há de se notar que alguns podem elevar o orçamento, como grande quantidade de amendoins e açucares. 

O mais importante é compartilhar a ideia do que será produzido para que não seja feitos vários do mesmo tipo. 

8 – Convite 

Esse é um ponto bacana de ser pensado porque mesmo que parece óbvio pode significar uma boa redução de custo. 

Os convites impressos são legais porque podem ser customizados, entre outros motivos. No entanto, além de sugerir “gastos desnecessários”, pode também aumentar o valor do orçamento com a ida e vinda das entregas que serão feitas. 

A tecnologia tem alguns benefícios que podem ser usados para ajudar você a economizar dinheiro, entre eles, com o envio de convites virtuais, que acabam não tendo gastos significativos. 

Se a festa for familiar, por exemplo, e você tiver participando de um grupo onde esteja todas essas pessoas (ou a maior parte delas), faça uma divulgação única. 

Esses mesmos grupos podem ser usados para a troca de informações sobre preços e receitas. 

9 – Trilha Sonora

A trilha sonora pode começar com músicas clássicas que representam a festa, principalmente as nordestinas. 

Há de se pensar na contratação de algum grupo ou banda que podem animar a festa, no entanto, o mais econômico é separar uma parte do seu dia e selecionar as músicas e gravar um CD ou usar o pen-drive para reproduzia-las depois.  

Isso pode gerar boa economia, mas você precisará se conhecimentos artísticos e paciência. Resta saber qual a sua prioridade. 

Atualmente existem caixas de som portáteis, celulares, notebooks, system e uma infinidade de aparelhos eletrônicos que podem te ajudar a economizar dinheiro com isso. 

10 – Local

O local, que muitas vezes é deixado de lado, pode significar e economia de dinheiro ou gasto desnecessário. 

O mais viável é ratear o custo do lugar onde vai acontecer a festa, seja em um salão ou em uma chácara, por exemplo. 

Apesar do frio, normalmente as pessoas optam pelos lugares abertos, já que, muitas vezes, há fogueiras e balões que enfeitam o lugar. 

Também é preciso pensar na distância do lugar, mesmo que é óbvio que ele ficará mais perto para alguns do que para outros.  

Por fim, leve em conta fazer na casa de algum dos convidados, lembrando que será preciso realizar a limpeza por conta própria e pagar um valor mais baixo que outros lugares, mas que implicam em agradecimento. 

Para este caso haverá ainda a necessidade de aluguel de mesas e cadeiras, mesmo assim, o valor costuma ser mais vantajoso. Faça as contas e pesquise! 

20 dicas para o Seu Dinheiro não acabar antes do final do mês:

Nos últimos anos, fazer o dinheiro sobrar até o final do mês não tem sido tarefa fácil para a maior parte dos brasileiros. São contas que parecem não acabar mais, uma inflação que só cresce e um salário que se mantém estável (isso quando se mantém).

Para te ajudar nessa missão (quase) impossível, separamos algumas dicas que vão te ajudar a fazer o seu dinheiro render como você nunca viu.

No final do artigo vamos ter 2 bônus:

  • Será que o trabalhador pode receber menos do que 1 salário mínimo?
  • Quais são os 4 aplicativos que podem te ajudar a economizar energia elétrica?

Se você quer ter uma vida financeira mais tranquila, mais leve, mais suave e ainda conseguir ver suas economias renderam, aumentando seu patrimônio, leia cada uma dessas dicas agora mesmo!

20 dicas para o Seu Dinheiro não acabar antes do final do mês

Consideração final

Usamos em todo o texto a expressão “festa junina”, mas as dicas aqui apresentadas são eficazes também para as festas que acontecem no mês seguinte: a festa julina, que tornou-se comum no Brasil e é uma cópia da festividade junina, só que em julho.  

Leia Também: Como Economizar na Festa Junina – As 10 Melhores Dicas da Internet

“A recomendação é que a população seja criativa e use alternativas de consumo para se divertir nas festas, mas sem prejudicar o orçamento doméstico. Estamos vivendo um momento econômico de cautela quando se trata de novos gastos”, disse, em 2016, a diretora do SerasaConsumidor, Fernanda Monnerat.

A recomendação é anual, mas continua sendo a mesma. Confira agora as 10 melhores dicas da internet para economizar na festa junina.

1 – Planejamento de Gastos

Você pode ter várias ideias de como vai fazer a sua festa junina. Uma delas, que pode te ajudar, logo de cara, a economizar na Festa Junina é fazer uma festa americana, que é aquela na qual os convidados levam parte do que vão comer e beber.

Tem outras opções também, onde você pode contar com a ajuda (tanto financeira, quanto na organização) de amigos para que tudo fique melhor (mais barato e mais organizado).

Para tanto, é preciso pensar em um planejamento que vai envolver essa forma de organizar a festa, assim como os itens necessários que farão parte dela seja a comida, decoração, música ou qualquer outro item.

Isso é importante para te ajudar a economizar na Festa Junina porque, pense só, sem organização e planejamento, com certeza, você terá muito gasto e estará desprevenido para qualquer emergência que aconteça.

Por fim, com o planejamento também é possível evitar o desperdício dos alimentos e do dinheiro, obviamente. E, para além do mais, liste os seus convidados, isso é importante.

Sobre o dinheiro, o ideal é determinar um limite financeiro para os gastos com a festa junina, a fim de que ele não seja ultrapassado e não corroa o seu orçamento financeiro pessoal.

Continue lendo e descubra as outras 9 formas de economizar na festa junina!

Da redação

ANÚNCIO