O que fazer nas férias escolares? 7 lugares para ir em São Paulo

ANÚNCIO

O natal passou bem e a virada do ano também… Mas agora, em janeiro, seu filho já começou a ficar inquieto e impaciente, não é verdade? Se você está sem ideia e não sabe o que fazer nas férias escolares, melhor ler este artigo imediatamente.

A diversão e o lazer tem que estar presentes na vida das crianças. Mas isso não quer dizer que você tenha que gastar muito dinheiro. Você pode, por exemplo, se programar e saber exatamente o que vai fazer no final de semana.

ANÚNCIO

Para isso, não precisa de muito: converse muito sério com o seu filho e deixe-o ajudar a fazer uma boa programação. Diálogo e imaginação é tudo que vocês precisam para aproveitar o final de semana sem furar o orçamento financeiro.

Só tome muito cuidado para não dar um tiro no próprio pé. Isso acontece muito com pessoas que optam por ir no shopping. Apesar de lá ser um local gratuito, está rodeado de armadilhas do comércio, como a venda de bonecos e brinquedos coloridos.

Então, o que fazer nas férias escolares?

ANÚNCIO

O período das férias, como esse que estamos vivendo agora, também costumam apresentar muitas dificuldades aos pais, afinal, onde levar os pequenos para curtir alguns dias diferentes da rotina da escola?

Para este caso, vale a pena pensar em pacotes turísticos, pesquisando claro o custo-benefício – nunca se esqueça que o pagamento à vista dá vantagens.

Separamos 7 opções de lugares para ir em São Paulo, confira!

1 – Bourbon Atibaia Resort (Atibaia)

O Hotel fica localizado em Atibaia, no interior de São Paulo e é considerado um resort de luxo, ideal para passar um final de semana diferente com a família.

As instalações são compostas por atividades de lazer, campos de futebol, quadra de tênis, salão de jogos, academia, arco e flecha, piscina, entre outras.

Nos últimos anos, o Resort tem apostado no seu espaço temático da Turma da Mônica.

Ao todo são 570 apartamentos, com varanda, televisão, frigobar, ar-condicionado, conexões de internet e outras facilidades.

2 – Parques e Naturezas em Itu (Itu)

Itu é uma cidade do interior de São Paulo e que fica perto de Campinas.

Para lá, é possível fazer uma viagem barata e divertida, já que tem a Cidade da Criança e a Praça dos Exageros, onde é possível levar os pequenos para conhecer a famosa cidade “onde tudo parece ser grande demais”.

Próximo à Itu, tem a cidade de Salto, que é sede do Parque do Lago, que tem brinquedos, lanchonete e espaços para brincar com as crianças, além do mirante dos enamorados, da onde é possível ver o Rio Tietê na sua parte mais límpida.

As duas cidades têm pousadas e hotéis que tem piscinas e áreas de lazer. Esses espaços são pagos, mas os parques citados são gratuitos.

3 – Thermas dos Laranjais (Olímpia)

O thermas fica em Olímpia, também no interior de São Paulo. O parque aquático é um dos melhores destinos para quem quer aproveitar as férias do inverno, já que a cidade tem uma das águas mais quentes do Brasil.

Leia Também: 7 Passos para economizar dinheiro e realizar a viagem dos sonhos

4 – Wet’n Wild (Campinas)

O parque aquático fica em Campinas, em São Paulo e é um dos mais atraentes do país. O preço do ingresso é de 68 reais para as compras online ou 130 no local.

5 – Broa Golf Resort (Itirapina)

É um hotel fazenda para quem quer passar uns dias com os filhos.

O espaço tem tirolesa, quadras nas areias, quiosques, esquibunda, entre tantas outras atrações.

Os viajantes podem visitar também um hangar e um museu com aviões restaurados, onde é possível encontrar tanques de guerra e outras peças raras.

6 – Paradise Golf Lake Resort (Mogi das Cruzes)

Esse resort fica em Mogi das Cruzes, ao lado do Aeroporto de Guarulhos e é ideal para evitar uma viagem longa.

O resort tem academias, spa, quadra de tênis e business center para quem quer trabalhar enquanto os filhos curtem.

A dica é levar principalmente as meninas, já que há quartos conjugados que tem temas infantis da Lilica Ripilica.

7 – Museu Catavento (São Paulo)

Se seu filho gosta também de cultura, além do lazer, saiba que em São Paulo há o Museu Catavento, onde é possível conhecer o corpo humano por dentro e entender, por exemplo, como funciona um gerador de energia.

O passeio ainda proporciona a descoberta do Sol, entre outras curiosidades.

O que fazer nas férias escolares? 7 lugares para ir em São Paulo
Reprodução: Google

Se optar por ficar em casa, também há diversão… Veja como!

Em casa é onde há mais chances de você educar o seu filho. Use as férias para isso. Faça uma sessão cinema, uma sessão culinária, sessão brincadeiras, desenhos… Pense em opções que agreguem valor cultural a ele.

O vídeo game está liberado, desde que seja intercalado com outras atividades.

Se você não sabe o que fazer nas férias escolares, mas não tem muito dinheiro para bancar viagens, então, confira agora essas outras dicas, com opções caseiras!

Festa do Pijama

Faça uma grande bagunça. Junto com seus filhos, organize uma festa do pijama, depois chame os amiguinhos dele e faça a maior e melhor festa que eles poderiam ter.

“Monte uma cabana, coloquei colchões no chão e ligue as lanternas”, supõe Andréa Siqueira, da escola Almanaque.

Jogo da Memória Caseiro

O “Caseiro” aqui é importante se a sua ideia é economizar dinheiro. Então, faça o próprio jogo, já que ele é uma opção fácil e divertida.

Para Andrea, basta 20 tampas de leite ou 20 círculos recortados de papelão e a colagem de pares de adesivos.

Artes

Essa opção é muito flexível mesmo porque não tem limite de idades, afinal, toda criança pode pintar e desenhar. “Com cartolinas no chão, eles pintam o papel, o chão e a si mesmo”, afirma a mão e jornalista Flávia Alves.

Ela conta que nessas horas é preciso estar atento ao que pode acontecer e usar, por exemplo, as roupas mais velhas.

Piquenique

Ah, não vá achando que é só colocar muitos alimentos na cesta e ir para o parque, não. Você deve levar as crianças para a cozinha antes de qualquer coisa, elas vão adorar participar da preparação de algum prato.

Pizza, Bolo ou biscoitos? Deixe que elas escolham. A dica é aproveitar os alimentos e usar no piquenique.

História e Arte

Daniela e Andrea recomendam fazer fantoches, o que exige um pouco mais de habilidade, mas, mesmo assim, vale a pena.

Porque basta as crianças escolherem as figuras e recortá-las de alguma revista e colar em palitos. “A turma mirim sempre gosta”. Você também pode usar bexigas, balões e canetinhas.

Boliche

negócio é economizar dinheiro, não é? Então recolha todas as garrafas PET e deixe que a criança coloque em cada uma delas alguma imagem ou número.

Encha-as com água ou areia e depois faça bolas com meias usadas ou aquelas de tênis, que você tem em casa e não usa mais.

Massinha

Esse não podia faltar… é o famoso bom, bonito e barato. “Aqui em casa, já fizemos algumas vezes e a bagunça foi garantida.

A mistura é muito simples e a brincadeira já começa durante a preparação”, afirma Flávia. Quanto a mistura, basta misturar farinha de trigo, água quente e uma pitada de sal… Mexer tudo com as mãos até chegar ao ponto.

Da Redação

ANÚNCIO