Conheça os melhores exemplos de renda fixa para esses 5 objetivos

Usar alguns exemplos de renda fixa pode ser legal para você clarear mais as suas ideias. Inclusive, a gente resolveu escrever essa matéria por um motivo em especial: até mesmo os grandes investidores e pessoas mais ricas possuem ativos na renda fixa.

Então, engana-se quem pensa que eles só investem em ações ou em outros ativos da bolsa de valores, viu. Recentemente, nós publicamos aqui vários conteúdos citando eles, sendo que a grande maioria deles possui investimentos desse tipo.

Curiosamente, há uma boa briga entre os que preferem os títulos públicos e os que preferem os títulos privados. Só que essa é uma conversa para outra hora. Aqui, o foco é falar como você pensar nesses investimentos para ações como viagens, casamento, compra do carro, etc.

Os melhores exemplos de renda fixa

Antes de começar, saiba de uma coisa: esse texto não é uma recomendação de investimento. De todo modo, você vai ver que para cada objetivo pode ter uma melhor aplicação. A ideia é justamente a de mostrar algumas das várias alternativas que o mercado oferece hoje em dia.

Uma última informação importante é saber que cada ativo possui suas regras dependendo do emissor. Por mesmo, um CDB pode ter liquidez diária e render menos do que um CDB de longo prazo, em um mesmo banco. Por isso, sempre dê atenção aos detalhes na hora de investir.

1 – A reserva financeira

A primeira coisa que a gente tem que fazer após quitar as dívidas, para começar a investir dinheiro, é pensar na montagem da reserva financeira. Obviamente, isso vai ser bom por vários motivos, como para dar segurança nas próximas escolhas futuras.

Assim, saiba que os melhores exemplos atuais de reserva financeira são: Tesouro Selic e CDB com liquidez diária. No entanto, a gente não vai poder explicar todas as diferenças entre eles. Mas, a boa notícia é que temos um texto recente que fala disso (leia aqui mais tarde).

De todo modo, o que você tem que saber é que eles são seguros e permitem o resgate rápido.

2 – A troca ou compra do carro

A gente não precisa ir muito longe para saber que financiar um carro não é bacana devido ao pagamento de juros constante e mensais. Por isso, quanto maior for o seu valor de entrada, então, melhor para você, comprador. Se puder pagar tudo à vista, melhor ainda.

Sendo assim, a gente pode usar algum simulador online para saber quanto vamos precisar investir para alcançar esse objetivo e em quanto tempo. Nesse caso, os exemplos de renda fixa podem ser vários, dos CDBs de 5 anos ou das LCIs de 10 anos até um Tesouro Prefixado.

Lembrando que geralmente eles possuem prazo final, de 3, 5, 7 ou 10 anos, por exemplo.

3 – A compra ou reforma da casa

Nesse caso, vale o mesmo pensamento do que falamos acima: prazo para evitar o financiamento longo demais. De todo modo, uma casa costuma ser muito mais cara do que um carro, né. Assim, o ideal é que você tenha um prazo maior para atingir a sua meta.

Se assim for, considere que as letras de crédito (como LCAs e LCIs) podem ser mais indicadas. Até mesmo porque possuem a isenção do imposto de renda. Por outro lado, se você possui um perfil um pouco menos conservador, também dá para lembrar das debêntures.

Porém, esses ativos podem exigir um investimento inicial maior, a partir de R$ 1 mil ou mais.

4 – A festa de casamento

A gente sabe que casar é o sonho de muita gente aqui no Brasil. Assim, desde a assinatura dos papéis no cartório até mesmo a festa, o gasto é bem grande. Logo, isso exige um bom planejamento dos noivos. Do lado dos investimentos, o que será que é recomendado?

A resposta vai depender justamente do que os noivos pensam. Se for um casamento com data marcada, então, dá para pensar em CDBs, LCIs, Tesouro Prefixado. Mas, se a data estiver perto demais para acontecer, então, só o CDB com liquidez ou Tesouro Selic, como no tópico 1.

5 – As viagens de fim de ano

A gente colocou como sugestão do tópico as viagens de fim de ano. Nesse caso, como falamos de um tempo curto, saiba que os melhores exemplos de renda fixa ficam na mesma opção da reserva, CDBs com liquidez e Tesouro Selic.

Mas, se a gente estiver pensando em viagens internacionais ou de intercâmbio, por exemplo, com prazos maiores, dá para se voltar para os outros ativos da renda fixa. Aliás, se a gente estiver falando em viagens internacionais também temos fundos focados em moedas.

Só que tente observar o fato de que os fundos possuem taxas e não ficam só na renda fixa.

Os melhores exemplos de renda fixa

exemplos de renda fixa

Para concluir o tema, saiba que a gente sempre citou aqui, em cada tópico, um ou mais exemplos de renda fixa. No entanto, isso não é uma recomendação de investimento. Na verdade, a gente só quis mostrar que sempre dá para encontrar um bom ativo da renda fixa. No entanto, a sua escolha depende de você, da sua realidade e dos seus estudos.

Sendo assim, leve em conta que a renda fixa, mesmo considerando a Selic baixa, é sim uma alternativa incrível para começar a investir dinheiro. Tanto é que tem as suas vantagens e isso se vê pelo fato de que grandes investidores aportam nela também. A diferença pode estar na porcentagem que ela ocupa na carteira deles.