Saiba como evitar calotes na sua empresa

ANÚNCIO

Começamos com um dado para lá de interessante: hoje em dia, no Brasil, são mais de 60 milhões de inadimplentes. Isso em termos de pessoas físicas. Agora, vem outro dado: uma em cada duas empresas está negativada também.

Você tem noção do que é isso e do que isso significa? Que tem muita gente dando calotes em empresas e outras pessoas. Isto é: contratando serviços e produtos e não fazendo o pagamento. Se você é empresário, tem que ficar atento, mais do que nunca.

ANÚNCIO

Sabendo dessa triste realidade, o que a gente pode e deve fazer? Obviamente, a melhor resposta é sobre ter cuidado na hora de fechar negócio com clientes e fornecedores. Certo? Certo!

Porque imagina depender de uma empresa negativada, como é que faz? Ela pode simplesmente não conseguir honrar com os pagamentos e entregas. Aí, você acaba se queimando junto, né.

Leve em conta o efeito dominó que isso pode gerar. Esses calotes podem fechar sua empresa!

ANÚNCIO

Você faz o fluxo de caixa da sua empresa, ajeita todo recebimento e pagamento futuro e se o cliente não paga… Tem o efeito cascata. Isto é, você fica sem pagar o fornecedor, que fica sem pagar o produtor e assim vai.

Basicamente, o resultado é que você deixa de receber e deixa de pagar e isso pode custar caro para o seu negócio.

A consulta do CNPJ no Serasa

Você que é empresário precisa saber qual é a capacidade de pagamento de um cliente ou de um fornecedor para avaliar se vai fazer a negociação ou não. Isso é regra, isso é o bê-á-bá, isso é algo imprescindível para qualquer empresa, de qualquer porte.

O fato é que você precisa ter mais segurança e evitar calotes.

Para te ajudar a evitar calotes, nós vamos indicar uma ferramenta. E não estamos fazendo propaganda gratuita, não. É que realmente é uma ferramenta que funciona. Mas, afinal de contas, você pode usar outra se quiser também, ok?

Tem uma ferramenta faz a consulta de CPF e CNPJ da Serasa.

Ela é boa porque faz isso de acordo com a necessidade da sua empresa. Assim, você pode optar por contratar de forma pré ou pós-paga.

Se você está em dúvida sobre alugar o seu imóvel, se quer saber se aquele cliente pode pagar à vista, se quer ter uma ideia se o fornecedor é confiável… Dá para usar essa ferramenta.

calote
Foto: (reprodução/internet)

Aprenda como consultar no Serasa

Antes de tudo, saiba que você tem que fazer um cadastro gratuito no site do Serasa. Isso se você ainda não tem, claro. Esse cadastro é grátis e você só vai pagar depois, quando for usar alguns dos serviços que vamos mostrar abaixo.

Para se cadastrar, clique aqui.

Na página de entrada, aparece o seguinte: “escolha a consulta ideal para a sua negociação”. Aí, vão ser listadas 3 opções de planos que podem ser contratados. São eles: identificador de dívidas, consulta intermediária e consulta completa.

Claro que isso tem uma variação de preços.

Dependendo da sua negociação e intenção, vale a pena pagar pela consulta completa se comparado com a dor de cabeça que você terá se fechar negócio com quem não tem condições de te pagar. Mas, aí vai depender da sua escolha e do seu negócio, obviamente.

Para começar, portanto, é importante entender qual é a consulta mais indicada para sua negociação. Em seguida, depois precisa comprar os créditos para efetuar a consulta.

Basta clicar em comprar créditos que aparece: 30 é por nossa conta.

Tem, por exemplo, o pacote de R$ 90 em crédito, sendo que o cliente 10% de economia no valor das consultas. Uma consulta completa que custa R$ 30 sai por R$ 27. A consulta intermediária de R$ 15 sai por R$ 13,50. E o identificador de dívidas de R$ 5 sai por R$ 4,50.

Fazendo a consulta online…

Com o crédito na conta, basta optar por consultar. Aí, você vai ter que colocar os números, que podem ser do CPF da pessoa ou do CNPJ da empresa que vai consultar.

Aí tem escolha a consulta ideal para a sua negociação. Tem identificador de dívidas, consulta intermediária e consulta completa. Que são as opções disponíveis. E você vai pagar por qual achar melhor.

Vou escolher a consulta completa e aparece diversas informações do CNPJ que vai ser consultado, como o score financeiro, por exemplo.

E o site ainda te diz o quanto essa empresa tem de chances de pagar as contas em dia, por exemplo. Aparece também as dívidas vencidas, aquelas que já estão negativadas, aparece se não tiver nenhuma também, etc.

O fato é que vai mostrando tudo, se for a opção completa. Mostra até as consultas ao Serasa e ao SPC nos últimos meses.

Na consulta completa dá para ver as chances que o CPF ou CNPJ tem de pagar as contas em dia nos próximos 12 meses. Dívidas com instituições financeiras, cheques sem fundo, protestos, ações judiciais, falência e muito mais.

ANÚNCIO