Está com a corda no pescoço? Respire, não se desespere e saia da dívida!

ANÚNCIO

 

ANÚNCIO

Olá pessoal, aqui é o Trovó!

Enfim chegou o grande dia, o dia que todo mundo quer saber, sobre a aula que mais de 40 milhões de brasileiros estão nesta situação. Este seria um exemplo prático de como sair de uma dívida.

E antes de continuar, curta este artigo, se inscreva em nosso canal do Youtube e compartilhe com seu amigo, porque se ele estiver endividado, dificilmente ele irá lhe falar. Então compartilhe, que você poderá ajudá-lo.

ANÚNCIO

Se você está entrando pela primeira vez no nosso canal, tem um link aqui para lhe direcionar ao primeiro vídeo desta sequencia.

Muito bem gente… Temos uma situação que se enquadra em mais de 70% da nossa população.

Um salário de R$2.800,00 com um aluguel de R$800,00; gastos gerais por volta de R$2.200,00 e uma dívida acumulada de R$5.200,00. O juros pagos ao mês é por volta de 6% ou 70% ao ano. Se ficar do jeito que está e não fizer nada, em um ano, você dobra a sua dívida.

Além de dobrar a dívida, vai bater o desespero, vai afetar o seu relacionamento e tende a aumentar algum tipo de vício.

Hoje a maioria da população recebe um salário, como eu disse pra vocês num vídeo e artigo anterior. Na faixa entre R$2.800,00 a R$8.000,00 mais de 50% da população recebe isso.

O problema não é receber. O problema é não deixar ficar nessa situação de dívida. Aqui existe um deficit. Lembra da regrinha da pessoa que está caminhando para riqueza ou para pobreza?

Se está caminhando para a pobreza, então está faltando dinheiro. Essas pessoas pagam um juros absurdo, por isso que a dívida dobra em um ano. Como é que eu saio desta situação?

O primeiro passo é não se desesperar.

O Segundo é aplicar a Regrinha de Ouro: Qual é a regrinha de Ouro, mesmo?

70% vai para os gastos mensais, 20% vai pagar a dívida e 10% para investimento.

“Poxa Trovó, como é que eu vou investir se eu estou endividado?”
A disciplina começa aqui e vou provar para vocês, que mesmo estando endividado, você consegue investir, e em um ano, pagar a dívida e ainda sobrar dinheiro.

Vamos lá então… Agora vou mostrar como deveria ser aplicado a regrinha do 70% 20% 10%.

O salário dele não tem como melhorar e dificilmente, isso depende dele. Se o contrato de aluguel estiver para expirar, é melhor procurar um aluguel um pouco mais barato, se não estiver para expirar… “Nossa Trovó vai vencer somente daqui um ano…”
Tudo bem, não tem problema mantenha o aluguel.

Onde está o problema desta pessoa aqui?
Nos gastos gerais ela está gastando demais.
Pela regra dos 70%, considerando inclusive o aluguel, o máximo que ela poderia gastar é R$1.960,00. Como já gastou R$800,00 de aluguel, sobra R$1.160,00.

Como é que você reduz de R$2.200,00 para R$1.160,00?
O primeiro ponto é ter controle, você deve controlar, você deve saber o que você gasta.

Primeiros cortes. Tem como reduzir o aluguel? Sim? Não?
Você não precisa morar de baixo da ponte para pagar suas dívidas.

Que gastos você vai cortar?
Almoço e Jantar no final de semana, cinema.. E isso por um ano. É um sacrifício, mas não é pra vida toda. Um ano só.

Vou te provar que se você não fizer isso, a sua dívida vai dobrar, vai para mais de R$10.000,00, e ainda você vai se desesperar.

O que você deve cortar?
Vai cortar a internet, TV A cabo, comer fora, academia (começa a caminhar, faz apoio de solo em casa mesmo). Vá cortando até chegar ao valor de R$1.160,00.

Basicamente o que você vai pagar com este valor, será plano de saúde, alimentação E combustível. Não vai fugir muito disso. Você precisa fazer a conta fechar. Não tem outro jeito, você precisa gastar R$1.160,00 ou reduzir o aluguel.

É possível? Sim, já cansei de ver pessoas neste exemplo de dívidas e rapidamente conseguiam adotar este planejamento, basta virar a chave para este conceito.

Então, seus gastos vão cair para R$1.160,00, somando o aluguel, vai dar os R$1.960,00.
Agora que vem a sacada…

Você vai reservar 20% do que você ganha para pagar dívida que seria R$560,00. O que acontece, via de regra?
As pessoas quando estão nesta situação de dívidas, tem várias dívidas.

O que é preciso fazer?
Você terá que negociar as dívidas, de preferencia consolidar a dívidas.

O que é consolidar?
Você vai pegar todas as dívidas e colocar em uma só. Basicamente você vai descobrir qual das suas dívidas cobra o maior juros e vai tentar consolidar.

Como você vai fazer isto?
Você conversará com todas instituições, fará um novo empréstimo e quitará as outras dividas.

Quando você fizer um empréstimo e fizer essa negociação quando for consolidar a dívida, você vai se surpreender, pois estará mostrando para instituição financeira que você está super endividado, mas que está disposto a pagar.

E você deixa claro que poderá pagar por mês R$560,00. Que você estará se comprometendo em quitar a dívida. A sua dívida que era R$5.200,00 deixará de existir em seu planejamento. Você fará um novo empréstimo e quitará o que devia com aquela instituição e consolidará tudo. A partir de agora você vai pagar uma parcela, pois você ainda não tem habilidade de fazer controle financeiro.

“Qual é a vantagem, Trovó, de trocar uma dívida por outra?”

Várias vantagens: A primeira, você vai ter somente uma prestação para pagar.

A segunda… Na dívida anterior você paga 70% ao ano, depois da dívida consolidada você vai pagar 34% ao ano. Então o que acontece você pagando R$560,00 por mês em 12 meses mesmo você pagando R$7.000,00? Então aumentou em R$2000,00 sua dívida? Você pagou juros?

Pagou! Ninguém vai lhe emprestar dinheiro de graça.

Mas você está pagando uma parcela que cabe no seu bolso, e a partir daqui parou a sangria, você parou de fechar o mês no vermelho. Em exatos 12 meses, mesmo você pagando R$7000,00 de dívidas, você conseguiu quitar sua dívida. Consolidando sua dívida e fazendo a regrinha do 70% 20% e 10% .

Sem o planejamento você dobra a dívida, agora com o mesmo salário e o mesmo valor do aluguel.

E com a Regrinha apenas controlando, você vai quitar a dívida no ano. E detalhe…

“Trovó, estou endividado posso investir?”

Claro que pode. 10% do que você ganha foi para investimento, ou seja, R$280,00 do seu salário mesmo você estando endividado. Você investe e recebe aqui na média 10% ao ano.

Se você multiplicar 12 vezes os R$280,00 vai dar por volta de R$3.000,00 e alguma coisa 10% ao ano de juros. Praticamente conseguiu aumentar R$3.700,00.

Depois de um ano, você pagou a dívida e ainda tem R$3700,00 no caixa. E o que vai acontecer a partir do segundo ano? Você não terá que pagar os R$580,00 pois a dívida já estará paga.

E você pode literalmente transferir para investimento o valor que pagava na dívida e começar a investir . Com tudo isso, você criou disciplina financeira.

O que é a dica de hoje?
Mesmo ganhando R$2.800,00 você consegue quitar a dívida em um ano e ainda guardar dinheiro. E a partir do segundo ano com a disciplina que você conseguiu, vai começar a investir muito mais, e começar a parar de pagar juros e começar a receber juros.

Então. não se desespere.

Gostou do conteúdo?

Se você ainda não se inscreveu em nosso curso “Como Investir com Risco Zero”, clique aqui no link e cadastre seu e-mail e faça parte do nosso curso.

Compartilhe este post, isto é importante!

Acabou a desculpa? A partir de agora você vai entrar no grupo da Riqueza.

Um abraço.

ANÚNCIO