Saiba mais sobre o CREDMEI, o empréstimo para MEI da Caixa

ANÚNCIO

Você que é microempreendedor individual (MEI) e está querendo uma linha de crédito com juros baratos deve ter pesquisar uma série de opções disponíveis no mercado financeiro. Certo?

Isso é importante mesmo na hora de solicitar o empréstimo, seja para o uso pessoal, para a empresa ou até mesmo empréstimo para MEI, autônomo, etc.

ANÚNCIO

Mas, sabe que conseguir um empréstimo para MEI, jurídico não é barato. Neste conteúdo vamos falar de um dos créditos disponíveis no mercado.

É uma forma de você conhecer uma alternativa e estudar se ela está boa para você. Agora, note que não estamos recomendando um empréstimo, mas sim te mostrando mais uma alternativa a ser estudada!

Você conhece o CREDMEI?

Conseguir um empréstimo, conseguir um crédito com juros justo é praticamente uma missão impossível.

ANÚNCIO

Se não é impossível é bastante difícil, não é mesmo?

E é aí que entra o CREDMEI, um crédito, um empréstimo para MEI que promete mudar este cenário.

A Caixa Econômica Federal é a primeira instituição financeira a operar esse programa, que é uma estratégia do Governo Federal voltada aos microempreendedores individuais.

A ideia central é facilitar o acesso a serviços e produtos junto às instituições financeiras credenciadas, tendo como base a desburocratização entre sistema bancário e o MEI.

Assim, ele pode ter acesso a diversas soluções financeiras para que possa fazer seu negócio crescer.

Os produtos do CREDMEI

Entre as opções disponíveis estão: investimentos financeiros, cartões de crédito e de débito empresariais, crédito para você poder ampliar a empresa, crédito também para quitar as dívidas, máquinas de cartão para pagamentos e recebimentos, etc.

Vale dizer que o CREDMEI não é exatamente assim um programa de concessão de crédito.

Na verdade,  é uma facilitação do acesso de serviços financeiros voltados para o MEI.

E para participar do programa ou para solicitar o empréstimo via CREDMEI não é necessário pagar nenhuma taxa, nem por parte dos empresários e nem por parte das instituições financeiras.

É assim que o Governo quer auxiliar os MEIs que buscam por crédito.

Como que faz para participar do CREDMEI?

empréstimo para MEI
Foto: (reprodução/internet)

Você vai entrar no site do portal do empreendedor, que é o portal do microempreendedor individual oficial e vai acessar algumas opções.

Lá tem a opção para você acessar o CREDMEI.

Mas, antes será preciso fazer o seu primeiro cadastro. Se você já tiver um cadastro, que é gratuito, melhor ainda.

Você vai ter a opção para tirar dúvidas freqüentes sobre o programa e toda a parte de ajuda.

Você tem a opção de fazer o cadastro para quem está fazendo o primeiro acesso. Lembrando que você vai se cadastrar rapidinho.

Depois vai ser só digitar o CPF e a senha criada.

É importante lembrar que você tem que ter o número do seu CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) em mãos.

E também importante digitalizar o documento de identidade e um comprovante de residência.

Após solicitar os pedidos…

A instituição financeira vai analisar a proposta também e os seus documentos apresentados.

Se tudo estiver em conformidade, o empreendedor poderá contratar o empréstimo para MEI e também vai ter aí o direito ao benefício.

Ele precisará apenas se encaminhar até uma agência para poder assinar a documentação necessária presencialmente.

Todos os microempreendedores individuais, cadastrados no portal do empreendedor, podem participar do programa.

Dinheiro para a empresa!

Por fim, temos uma última dica de organização financeira.

É importante ficar atento que esse dinheiro emprestado é para investir no seu negócio e nunca para uso pessoal.

O dinheiro da empresa é da empresa e o dinheiro do dono é do dono não tem nada a ver uma coisa com a outra. Ok?

O princípio da entidade os bens da empresa, inclusive, dinheiro não se mistura com o seu sócio, ou seja, mesmo que um mês seja você sozinho.

O dinheiro não é seu é da empresa!

Inclusive, em um artigo que publicamos recentemente falamos justamente sobre um dos maiores erros cometidos pelos MEIs, que é o de não se preocupar como deveriam como o controle das finanças da empresa.

É a falta desse controle que faz a mistura entre o que é de uso pessoal e o de uso empresarial, aí, isso pode ser um motivador para a sua empresa não crescer.

Veja um trecho:

Você não pode, de forma alguma, desconhecer os números básicos tanto no seu orçamento familiar como o do seu negócio!

Porque se você desconhece o tamanho dos custos e o tamanho do seu faturamento. Vai desconhecer também o quanto de lucro você tem!

E aí fica muito difícil tomar qualquer decisão e a decisão que você tomar vai ser falha!

Você precisa entender um pouco da educação financeira para compreender como é fácil conseguir economizar uma parte do seu faturamento ou saber quanto precisa aumentar ele também.

Enfim, você trava totalmente as suas decisões e você começa a tatear no escuro…

Pior do que isso é quando as pessoas dizem conhecer esses dados, mas não conhecem. Isso as faz cometer erros simples e cada vez piores.

No fim, a realidade é o seguinte: se você quer evitar cometer erros com as suas finanças, você precisa entender o funcionamento da empresa, assim como das finanças.

Quer conhecer os outros erros mais comuns de quem é MEI? Acesse: 7 erros que nenhum microempreendedor pode cometer!

ANÚNCIO