Saiba como pequenas e médias empresas têm investido na realidade aumentada

ANÚNCIO

Cada vez mais as empresas têm investido na realidade aumentada. O que impressiona é que não são apenas os grandes players dos setores de tecnologia que fazem isso. As de menor porte também tem usado tal inovação em favor da experiência do cliente.

Isso vai na mesma mão do conceito que diz que não se deve vender mais e sim vender melhor, justamente para vender sempre. Logo, a aproximação com o cliente e a compressão sobre a rotina do consumidor, se tornaram itens indispensáveis para o e-commerce.

ANÚNCIO

Em suma, o que vemos hoje são aplicativos, e até mesmo jogos, que facilitam esse contato mais direto com o cliente. E nessa proximidade, que mistura ficção e realidade, é que falamos da realidade aumentada, que você vai entender melhor nos próximos tópicos.

A realidade aumentada no mercado

Atualmente, ainda a gente não vê esse tema tão popular. Mas, há bons motivos para acreditar que ele será implantado cada vez mais. Afinal de contas, mesmo sendo um mundo a parte de possibilidades, o marketing digital não será suficiente.

Por exemplo, quem tem e usa da realidade aumentada poderá ter um baita de um diferencial, que resulta na vantagem competitiva. É o famoso “investir no diferencial” para vencer a concorrência.

ANÚNCIO

E isso vai fazer sentido exatamente como fez, há algum tempo, os meios de pagamento digitais, aqueles com reconhecimento facial, os filtros para compras mais exatas e tudo mais que hoje parece ser algo bem simples – mas, que já foi inovador um dia.

E a realidade virtual, o que seria? É algo como usar a tecnologia aplicada e o consumidor. Claro que isso ainda não é tão visível para muita gente. Porém, imagine só a possibilidade de saber do que um produto vegano é feito? Há um grande público para isso.

E para as pequenas empresas

Já quando se fala sobre esse assunto focado nas pequenas empresas, considere que especialistas afirmam que essa é uma realidade. No entanto, é preciso muitos cuidados porque somente uma estratégia de comunicação e manutenção eficiente vão surtir efeito.

A realidade aumentada exige um aplicativo, pode apresentar produtos e não deve ser uma ação pontual. No entanto, por outro lado, se há uma campanha de realidade aumentada bem estruturada, pode crer que o retorno pode ser totalmente positivo para a marca.

Assim, os ganhos vão além da indicação dos consumidores para outras pessoas. Mas, passa pela interatividade, pelo fascínio pelo lúdico, pela experiência do consumidor. Isso explica porque muitas empresas têm investido na realidade aumentada.

O uso nas lojas físicas, também

Agora, enquanto muita gente vê o fim das lojas físicas, alguns empreendedores têm mostrado que o omnichannel existe. Isto é, uma interação entre os vários atendimentos, seja online ou físico. Tanto é que loja física tem investido, também, nessa realidade aumentada.

O melhor exemplo vem do setor supermercadista, que lançou essa tecnologia que vai acontecer de forma mais visível nos próximos anos. A Associação de Supermercados do Estado do RJ (ASSERJ), falou que enxerga com bons solhos os recursos que levam avanços ao setor.

Logo, isso quer dizer que novas formas de tecnologia estão sendo cada vez mais implementadas nesse setor, “exigindo que as lojas físicas se integrem ao mundo digital cada vez mais”, como diz a Associação.

Por isso, no Brasil já dá para ver diversas dessas ferramentas tecnológicas de realidade aumentada que integram sistemas de gestão. Assim, através de aplicativos, dá para identificar produtos pela câmera do celular e até mesmo encontrar a loja mais perto do consumidor.

Uma melhor relação com o cliente

Analisando todos os tópicos acima (o mercado, as pequenas empresas e as lojas físicas) parece bem claro que essa tecnologia traz uma nova experiência e melhor entre o cliente e a empresa. No entanto, os especialistas avaliam que é preciso entender cada marca.

Assim, nem sempre essa ferramenta será boa para todas as empresas. Eles são unânimes em dizer que não existem quais regras pontuais que devam ser seguidas pela empresa, mesmo que seja uma pequena, média, grande ou física.

O fato é que empresas têm investido na realidade aumentada. Só que para dar certo é preciso analisar muito bem cada situação. Em se tratando de inovação, essa tecnologia tem agradado os consumidores de diversos setores. Mas, o custo pode ser um empecilho para as empresas.

empresas têm investido na realidade aumentada

Assim sendo, estima-se que nos próximos meses o investimento em realidade aumentada ou realidade virtual cresça mais de 100%, com base em pesquisas da International Data Corporation (IDC).

Alguns exemplos

E para fechar esse tema vamos trazer aqui alguns breves exemplos do que é essa tecnologia.

Pokémon Go

Esse é um jogo de celular que teve um boom há alguns anos. O jogo japonês virou febre no mundo todo porque permitia a captura de animais (personagens) em espaços reais, como parques e praças. Isso fidelizou muitos clientes.

C&A

Já na área da Moda, a rede de varejo C&A é um case de sucesso para ser analisado. A empresa tem várias campanhas com a realidade aumentada. Especialmente quando há o lançamento de coleções novas. É a ideia de “usar o celular para checar mais informações”.

ANÚNCIO