Descubra quais são as 7 empresas do setor de papel e celulose na bolsa

ANÚNCIO

A grande maioria das empresas de celulose do país exporta. Então, ela ganha em dólares. Além do mais, é considerada uma commodity que serve para dar proteção para a carteira de ativos. No entanto, pouco se sabe sobre as empresas do setor de papel e celulose na bolsa.

Pensando nisso, nós fomos atrás para criar uma matéria que, ao menos, citasse tais papéis. É claro que o seu estudo, enquanto investidor, tem que ser muito mais profundo. A ideia aqui é apenas mostrar quais são as empresas do setor na bolsa. Ok?

ANÚNCIO

Depois, cabe a você se aprofundar no assunto para saber é uma boa ideia para compor seus ativos. O que acha? Talvez você já tenha ouvido falar de Suzano e Klabin. Porém, ainda não conhece da Melhoramentos ou da Iguaçu. Saiba mais.

1 – Suzano

Quando o assunto é exportação, a Suzano é lembrada. Se é papel e celulose, obviamente, também é. Quando se fala em empresa perene, a Suzano vem na mente de muitos investidores. Se é commodity também. Logo, a Suzano é uma ação para ser estudada.

Ao mesmo tempo, responde a nossa pergunta sobre as empresas do setor de papel e celulose na bolsa. Atualmente, o preço da ação vale R$ 49. Mas, é bacana analisarmos um breve histórico desse preço.

ANÚNCIO

Tudo começo com o IPO em 2017. O preço sugerido passava dos R$ 20. Ele chegou ao máximo de R$ 54 em 2018. Mas, teve picos negativos até que ficou em R$ 27 na pandemia. Agora já recuperou quase tudo e está em R$ 49.

2 – Klabin

A Klabin é outra empresa que é muito lembrada dentro do setor. E, de fato, ela vem apresentado uma boa oportunidade para o investidor porque é uma ação barata. Assim, o preço atual é de menos de R$ 5.

Esse é praticamente o mesmo valor do IPO, que foi em 2006. O máximo que ela chegou foi R$ 13 em 2013. Mas, em 2014 caiu muito, ficando abaixo dos R$ 5.

3 – Irani

A Irani Papel e Embalagem é a próxima da lista de empresas do setor de papel e celulose na bolsa. E ela também tem um a história interessante a ser contada. Ao menos, quanto ao preço do ativo. O IPO foi em 2000 com menos de R$ 0,50. Então, ela foi valorizando.

Chegou a alcançar patamares altos em 2020. Mas, sempre com muita oscilação. Passou dos R$ 6 e caiu para menos de R$ 3 em curto período. Hoje, está em R$ 4,8.

4 – Companhia Melhoramentos

Por menos que você conheça essa empresa, saiba que a ação dela não é barata. Atualmente, está em R$ 48,5. E isso é alta valorização, se a gente considerar o IPO, que foi em 2003, por um preço de R$ 2,5.

O ponto mais alto foi em 2008 com R$ 96. Mas, desde 2009 mantém o preço na faixa dos R$ 50.

5 – Duratex

Também é uma empresa bem legal de ser analisada. O IPO foi em 2009 com valor de R$ 9. Ela se manteve assim, entre baixos e altos, até 2014. Em 2016 teve forte queda e foi subindo aos poucos, de novo. No começo de 2020, chegou com o preço de R$ 18.

Caiu na pandemia para menos de R$ 10. Atualmente, já recuperou quase tudo que perdeu. Assim, está com o preço de R$ 20,36.

6 – Eucatex

Já a Eucatex é uma empresa com ação mais barata, mas que também segue essa linha de recuperar o que perdeu na pandemia. O IPO foi em 2006, com preço de R$ 1,2. Valorizou muito no ano seguinte e caiu em 2009. Depois, voltou a subir. E a cair, em 2016.

Assim, no começo do ano estava em R$ 8 e hoje já chegou perto disso, com R$ 7,1.

7 – Metalgrafica Iguacu

Para fechar a nossa lista, a Metalgrafica Iguaçu. Ela começou o IPO, em 2006, com preço de R$ 12,90. Depois, subiu para mais de R$ 100. Então, teve um tombo forte. E se manteve abaixo dos R$ 15 até 2016. Nesse ano, subiu de novo e passou dos R$ 60. Alcançou R$ 100 em 2020.

Conheça as 12 principais empresas de alimentos da B3

Com a pandemia, teve queda e ficou em R$ 40. Hoje, está em R$ 37, sendo que ainda não recuperou tudo. Por isso, tem muito analista estudando afundo a empresa.

A lista completa das ações da B3

Se você é algum leitor curioso que quer saber mais sobre outras ações e setores da bolsa, tudo bem. Saiba que há uma página da B3 que mostra tudo isso. E lá está tudo dividido por segmento, facilitando a busca.

empresas do setor de papel e celulose na bolsa

Por exemplo, para chegarmos nessa matéria que você acabou de ler, a gente fez a busca da seguinte forma. Fomos no setor de materiais básicos. Então, lá tinha as opções de: embalagens, madeira, papel e celulose, que forma as que escolhemos.

No entanto, no mesmo setor também há outras empresas que são de segmentos como: petroquímicos, artefatos de cobre, de ferro e de aço. Além de siderurgias, fertilizantes e defensivos. Quer ver a lista completa? Acesse a página da B3 e faça a sua própria busca.

ANÚNCIO