Aprenda como saber quanto se deve economizar do salário mensal

PROPAGANDA

É muito comum encontrar no mercado financeiro pessoas que recebem pouco mais de 1 salário mínimo e tem um bom dinheiro guardado. Enquanto que outras, que recebem até 10 vezes mais, que estão endividadas.

Só existe uma resposta para explicar isso: a falta de planejamento financeiro, que passa pelos gastos excessivos, falta de controle nos gastos, falta de pesquisa para compras, falta de objetivos financeiros para diversos prazos, etc.

PROPAGANDA

A nossa ideia neste conteúdo é bem simples: te ajudar a ser uma das pessoas que mesmo não ganhando o maior salário do mundo consegue poupar dinheiro e ter uma vida financeira muito mais equilibrada (e feliz, por consequência).

Existem alguns momentos da nossa vida que até podemos extravasar e gastar um dinheirão na balada, na compra de um acessório ou algo assim. Mas, precisamos saber colocar os pés no chão e apertas os cintos para mantermos tudo em ordem.

O planejamento financeiro é imprescindível para isso. E ele passa pela economia de dinheiro. Mas, quanto economizar do salário mensal? É sobre isso que vamos falar agora, acompanhe.

PROPAGANDA

Os gastos mensais

Antes de tudo se deve ter uma lista de todos os gastos mensais. A gente precisa ter uma exatidão de quanto a gente ganha. Só que mais importante do que isso é saber quanto a gente gasta também – e onde a gente gasta, obviamente.

Dessa forma, podemos considerar, inclusive, os pequenos gastos mensais, que parecem ser insignificantes, mas fazem toda a diferença no montante da economia.

Anote tudo. Não importa como ou onde. Anote.

Uma boa ideia é usar aplicativos de celular que te ajudam nisso. Outra forma, mais tradicional e tão produtiva quanto é usar as planilhas do excel, que também permite organizar tudo por linhas, categorias, valores, etc.

Só depois que você tiver tudo anotado, todo gasto anotado, é que você vai conseguir saber quanto pode e quanto deve economizar mensalmente.

As suas prioridades

Agora que você fez a sua lista de gastos mensais, com certeza, vai ver que está gastando muito e que esses gastos estão levando praticamente todo o seu salário embora, né?

É por isso que a lista é importante. Agora, o próximo passo é criar lista de prioridades. Isso nada mais é do que saber o que realmente é importante para você e o que é um gasto que está passando dos limites.

Aí, você tem a opção de cancelar o gasto ou mesmo tenda reduzir.

Por exemplo, tem gente que não abre mão da educação do filho e quer pagar uma escola particular. Tudo bem. Tem quem não abre mão do convênio médio. E tudo bem também. O que você tem que saber é que precisa fazer uma faxina financeira.

O que pode ser pensando, por exemplo, é em diminuir os planos do telefone celular, os serviços da TV, a internet, economizar na energia elétrica, na água, etc. De uma forma ou de outra, você vai precisar reduzir gastos.

E como se faz isso? Obviamente, listando o que é prioridade para você e considere que nem sempre o que é prioridade para você é para outras pessoas, por isso, isso é bastante particular.

Os seus objetivos

Agora, tudo ficou mais fácil. Você sabe que tem a escola do filho para pagar, tem os convênios médicos da família, tem ainda as compras de supermercado, a conta do financiamento da casa e do carro…

Bom, você tem a sua lista de prioridades aí, então, considere agora dividir isso em porcentagens. Quanto vai para cada gasto que você tem? Aí, você consegue visualizar melhor onde estão os maiores gastos.

O detalhe vem agora!

Com base nisso é que você vai descobrir quanto pode guardar mensalmente do seu salário. Só que a gente vai te dar uma ajudinha para você não se perder.

Entenda que abaixo trouxemos um exemplo e vale lembrar que ele é individual. É uma forma de você ter base na sua vida, na sua família. Mas, você pode e deve fazer alterações se quiser, combinado?

O exemplo de economia do salário

Aprenda como saber quanto se deve economizar do salário mensal

O que os especialistas mais recomendam é o seguinte: ter gastos com financiamentos, empréstimos, créditos, crediários e dívidas em no máximo 30%.

Depois, a gente sabe que os gastos domésticos são os maiores também, ficando aí em até 50% de toda a renda que família ganha. Se for mais do que isso, você precisa, urgentemente, rever os seus gastos domésticos.

O que nos sobra é 20%. Então, desse todo, a recomendação é guardar 5% para o futuro prazo, pensando lá na frente, na aposentadoria. Outros 5% vão para o lazer e aí ficam 10% para os sonhos de médio e curto prazo.

Esses sonhos de médio e curto prazo, primeiramente, deve ser para formar uma reserva de emergência para os casos de imprevistos. Depois que você juntar, ao menos, 6 vezes a sua renda mensal, aí você parte para outro objetivo.

Então, após a sua reserva estar completa, você pode começar a juntar para trocar de carro, por exemplo. Ou fazer aquela viagem tão sonhada com a família e assim por diante.

Para resumir, temos o seguinte nesse exemplo de divisão:

  • 50% com gastos domésticos,
  • 30% com financiamentos e empréstimos,
  • 10% para reserva de emergência,
  • 5% para aposentadoria,
  • 5% para o lazer.

Assim, o que temos é uma bela ideia de como você pode dividir o seu salário.

Dica bônus – a parte do empréstimo ou financiamento

Aprenda como saber quanto se deve economizar do salário mensal

Note que dá para tirar 30% do seu financiamento. E esse valor pode ser usado de forma muito mais inteligente, como para investir e realizar sonhos. Por isso é que não se recomenda, atualmente, financiamentos ou empréstimos longos.

PROPAGANDA