7 Dicas Impressionantes para Economizar Dinheiro no Vestido de Noiva

ANÚNCIO

A peça costuma ser muito bem elaborada e tem costuras incrementadas. Para quem faz, cada peça é única. Para quem veste, também. A produção demanda tempo, capacitação, experiência, talento e, obviamente, dinheiro. Os custos são altos e a peça pode custar mais do que o valor de um carro zero.

Você já parou para pensar: Quanto Vale a Pena Gastar em um Vestido de Noiva?

ANÚNCIO

O Valor de Um Vestido de Noiva

O Valor Exato do Vestido não tem como ser descrito, afinal, tudo vai depender do material usado, do tempo, do trabalho, dos adornos e do perfil da noiva, entre tantos outros fatores.

Portanto, em um vestido novo é possível encontrar preços a partir de 200 reais até valores absurdos, que passam os 20 mil reais – por sinal, isso é bastante comum.

Quanto mais acessórios – como pedras – maior o valor de mercado da peça. Conforme a grife, o valor também é aumentado.

ANÚNCIO

A Chanel, por exemplo, é uma das mais caras do mundo, mas ainda tem outras consideradas chiques, tais como Armani, Dior, Dolce & Gabbana, Oscar de la Renta e outras.

Quanto Gastar no Vestido de Noiva?

Essa pergunta também é muito pessoal. Há noivas que gostam de véu e grinalda, por exemplo. Isso já eleva o valor final da peça de casamento. Por outro lado, algumas preferem o básico, então, o valor é um pouco mais em conta.

Se formos analisar racionalmente, friamente e baseando-se na opinião dos especialistas em finanças, a resposta é “Gastar o Menos Possível”.

Ainda mais se for considerado outros itens da festa, como a cerimônia, o cabelo e a maquiagem, a decoração, os convites, música, lembrancinhas, entre tantos outros gastos que vão exigir um planejamento exímio e regular.

7 Formas de Economizar Dinheiro no Vestido de Noiva

Com dicas selecionadas da internet, selecionamos 6 dicas extraordinárias para você economizar dinheiro nesse item tão importante durante a celebração do casamento.

1 – Aluguel do Vestido de Noiva

Essa é a 1ª melhor opção alternativa referente à compra de uma peça nova.

Funciona muito parecido com um carro – que as noivas nos desculpem pela comparação. No caso dos veículos, quando eles saem da concessionária já perdem valor de mercado. O vestido também tem essa perda.

Assim sendo, após o 1º uso, o vestido perde parte do seu valor.

Então, o que acontece? Esses vestidos – já usados poucas vezes – vão para a vitrine dos “Aluguéis”. O lado bom é que saem por valores bem baixos – cerca de 20% do valor total dele. Logo, se o vestido custa 10 mil reais, o aluguel sairá por 2 mil reais.

Há, portanto, de se levar em conta o aluguel do vestido, lembrando que será necessário apenas alguns ajustes quanto ao formato do corpo. Isso, claro, se a noiva encontrar um vestido com o seu perfil e suas medidas.

2 – Encontrar uma Costureira

Se você tem uma conhecida que costura MUITO BEM e saiba manusear um vestido de noiva, vale a pena fazer um orçamento com ela. Escolha o modelo que é ideal para você e, se der certo, compre você mesmo o tecido – o que barateia todo o processo.

Você pode, inclusive, pegar um modelo original e fazer suas próprias adaptações, criando, assim, uma peça única e exclusiva – tão lindo quanto os das grifes, mas bem mais baratos.

Outra opção para ser levada em conta é usar o vestido familiar – da sua mãe ou avó. Ainda que não faça mais parte dos costumes dos brasileiros, a ideia ainda é válida não apenas culturalmente, mas financeiramente. Pense nisso.

Ainda pensando na costureira particular, considere usar tecidos mais baratos. Essas peças podem ser customizadas com rendas, pérolas, tecidos, bordados e até o próprio corte pode ser mais ou menos detalhado.

3 – Visitar Feiras de Noivas

Não é certeza que você vá encontrar a sua peça em uma feira de noivas, porém, pode ser que você tenha algumas ideias. Por sinal, nessas exposições todo assunto é destinado aos noivos, o que facilita todo processo e toda comparação de preços.

Inclusive, são nesses eventos que muitas empresas apostam para fechar o calendário de festas, aluguéis e vendas. Por isso, pode ser sim que você encontre algum desconto significativo.

4 – Frequentar Bazares de Noivas

Atualmente, com a tecnologia, existem até mesmo bazares online. Portanto, você pode encontrar uma peça que lhe sirva bem em outro estado. Nesses casos, um modelo novinho em folha pode custar bem menos do que na loja.

Ainda sobre isso, dá para pensar que algumas peças por estarem fora de “estação” perde parte do seu valor de mercado. Logo, isso barateia o valor da peça e ajuda o seu bolso.

No entanto, para todos os casos, inclusive para os das plataformas digitais, é preciso se atentar à negociação – a dica é marcar uma degustação, pedir fotos ou garantias de venda. Sempre tome cuidado com os golpes.

5 – Buscar Vestidos com Avarias

Algumas fábricas de vestidos de noiva têm movimentações constantes entre peças – trocando mostruários, servindo como experimentos ou testes. O resultado é que algumas podem ter avarias, que nada mais são do que pequenos defeitos – como em um zíper, por exemplo.

O resultado disso é que mesmo com o conserto feito, o valor do produto pode cair. “Desconto à vista”. Portanto, o que vale é notar esse defeito, se for “suportável”, vale a pena pagar mais barato por ele.

Aí, depois, é só leva-lo na sua costureira de confiança e dar aquela ultima atualizada nele.

6 – Ficar Atento às Mudanças de Coleção

Acabamos por falar um pouco disso, mas vale citar um tópico.

Se você é do tipo de noiva que não se importa com os modismos, aproveite as mudanças de coleções das lojas e opte por moldes mais antigos que suportam reformas ou atemporais.

Essas peças podem sair pela metade do preço do que o valor integral – mostrado no inicio, durante o seu lançamento.

Sobre a coleção, ainda vale pensar no Réveillon. O período de fim de ano é marcado pelas roupas brancas – que simbolizam paz e são destaques em todo período. Assim, se o seu casamento pedir um vestido mais simples, pode ser que você o encontre nesse período.

7 – Comprar da China

Ainda que não seja nada usual, as compras da China estão à todo vapor no Brasil. Sim, já existem muitos relatos de pessoas que compraram Vestidos de Noiva da China.

A opção parece ser vantajosa principalmente porque tem um custo baixo. Por outro lado, a entrega costuma ser longa – de 90 a 120 dias.

Sobre a questão de ser confiável… Muitas pessoas dizem que sim. No entanto, por ser uma compra online, muitas vezes, o material ou os detalhes podem não ser tão convincentes quanto a imagem ilustrativa do site.

Além disso, você não terá como experimenta-lo. E, por fim, outra desvantagem é quanto à taxa. As compras feitas no exterior costumam passar pela alfândega e aí podem acontecer duas coisas: chegar direto ao seu local de destino ou ser taxada – em valores que vão fazer muita diferença no valor final.

Outra opção além da China é os Estados Unidos. Existem muitos sites autorizados e que tem melhor qualidade do que os orientais, porém, o preço também oscila.

Com informações do meucasamento e finançasfemininas

ANÚNCIO