7 Dicas Essenciais Economizar Dinheiro ao Montar um Escritório em Casa

ANÚNCIO

As pesquisas não mentem: o número de empreendedores autônomos cresce no Brasil e no mundo a cada ano que passa. Com as novas leis trabalhistas e a lei da terceirização, essa modalidade de negócio deve aumentar ainda mais.

Com essa crescente, cria-se a necessidade de pensar sobre o home-office (ou seja, o trabalho de casa).

ANÚNCIO

Cada vez mais as pessoas estão trabalhando de casa, isso permite uma economia de dinheiro e a flexibilidade de poder criar os próprios horários para o trabalho.

Bom, dentro do assunto dos empreendedores autônomos e do home-office, surge uma questão importante – será que é possível economizar dinheiro na hora de montar um escritório em casa?

Antes de responder a pergunta, entenda o que é um home office…

ANÚNCIO

Home Office: uma nova forma de fazer negócios

Nós que estamos a par do mercado financeiro global já sabemos que muitos mitos estão sendo quebrados a cada ano que passa. Isso é um ótimo sinal.

Que apenas os ricos podem investir é um desses e que apenas quem trabalha com carteira assinada em um escritório no horário comercial é feliz, é outro. O tempo mudou e as necessidades também. As pessoas mudaram e os costumes também.

Vamos falar de São Paulo, então.

A cidade mais populosa do Brasil. Provavelmente, a que tem também mais carros, mais dinheiro e mais cifras, no âmbito geral do comércio, do serviço e dos produtos.

Com um metro quadrado tão caro e um transito tão caótico, o que resta ao trabalhador comum se não trabalhar, dormir e descansar? É por isso, inclusive, que cada vez mais as pessoas estão idolatrando os feriados.

6 notícias (apenas) para quem tem muito dinheiro

“Ah, mas quando se trabalha com o que gosta, então, não é trabalho”.

Concordamos em número, gênero e grau. Também somos dessa opinião.

Mas, será que no mundo, existe alguém que gosta de perder 2 ou 3 horas no trânsito e deixar quase metade do salário no aluguel de um apartamento minúsculo? É, para os moradores de São Paulo, sabemos que nem tudo são flores.

Mas esse é só um exemplo para falar da mudança de comportamento do brasileiro.

Antes, há pouco tempo atrás, o ideal de vida das pessoas eram conseguir um emprego fixo, com CLT (Carteira de Trabalho), receber as férias e o ordenado mensal. As férias eram endeusadas e muito esperadas.

Hoje, esse perfil já não é tão promissor assim. Com o conhecimento acerca do mercado financeiro, muitas pessoas optaram pela qualidade de vida, ao invés da segurança do trabalho formal.

Algumas empresas (sim, a maioria delas) ainda mantém o padrão do horário comercial, com uma hora para o almoço e o regimento interno.

No entanto, já é possível notar que outras (empresas) já estão adotando medidas para solucionar tais problemas dos seus colaboradores, tais como o trânsito, já citado acima.

O resultado, aparentemente, tem sido bom: aumento da produtividade, redução dos custos e metas alcançadas.

Descubra como fazer o seu filho se tornar um empreendedor de sucesso

Sobre esse assunto, a Revista Pequenas Empresas e Grandes Negócios produziu um material muito interessante, com apoio do Instituto Trabalho Portátil, na qual foi publicado em 2014.

Vejam bem, a matéria é de 3 anos atrás, mas os ensinamentos ainda perduram firmemente. Agora, de forma atualizada, nós vamos reproduzir esse material. São 7 coisas que toda empresa precisa saber sobre o trabalho home office.

É econômico para a empresa e confortável para o trabalhador. Custos são diminuídos e a motivação, aumentada. Possibilita a atração de talentos e pessoas com deficiência. Torna a vida do colaborador mais saudável, ótimo para a qualidade de vida.

Por fim…

Esses são pontos que os empresários e os profissionais devem (re)pensar, afinal, como já dito, o cenário mudou, o Brasil cresceu e a maior parte da infraestrutura nacional não acompanhou esse desenvolvimento.

Além disso, uma nova geração de profissionais está surgindo, em um formato mais flexível e acolhedor.

Como ter um Planejamento Financeiro Pessoal positivo?

Quanto às empresas, é preciso se adaptar e evoluir, ou, em caso contrário, terão que tornar-se resistente para sobreviver.

trabalho portátil, como também é chamado, é uma ótimo solução para essa nova paisagem corporativa. Quem for favorável à este cenário, terá mais chances de continuar no jogo.

7 Dicas Essenciais Economizar Dinheiro ao Montar um Escritório em Casa
Reprodução: Google

7 Dicas Essenciais Economizar Dinheiro ao Montar um Escritório em Casa

Na hora de montar o espaço de trabalho, a ideia é reforçar que este tipo de atividade é ideal para conseguir ter ganhos em produtividade.

Só que transformar a casa (que é totalmente pessoal) em um ambiente de trabalho (que é profissional) não é trabalho simples.

O ideal é buscar o equilíbrio!

E esse equilibro é possível… Tanto é que separamos algumas dicas essenciais para que todo novo empreendedor consiga criar um ambiente confortável, mas sem gastar muito dinheiro para isso.

1 – Cuidado com a Ousadia

“Quando há muitos estímulos visuais, o ambiente pode causar distrações que diminuem a produtividade”, diz Linda Varone, que é especialista no assunto.

Mesmo que você seja um publicitário (ou alguém que trabalhe com a criatividade todos os dias) não é recomendável que crie um ambiente diferente demais, com móveis cheios de curvas ou cadeiras que chamam muito a atenção.

Tente compreender que ainda que você esteja em casa, você precisará de foco!

2 – As Regras Ergonômicas

Esse ponto é fácil de entender: ergonomia é o estudo da relação do ser humano com os ambientes em que ele se encontra.

Por exemplo, no trabalho, o estudo tem a ver com móveis ou comportamentos que evitam o cansaço e a fadiga – se você fica muito tempo sentado, precisará se levantar de tempos em tempos para esticar a coluna e alongar partes do corpo.

Alguns pontos precisam ser levados em conta: ajuste a sua cadeira em uma altura que permite que seus pés estejam apoiados no chão de forma correta ou um descanso para os pés.

O antebraço precisa ficar paralelo ao chão na hora de digitar e o monitor tem que ficar na altura dos olhos.

3 – Abuse da Luz Natural

O sol pode te ajudar a manter-se acordado, mas não é só isso.

Ele também é uma fonte luminosa que pode te ajudar a economizar dinheiro no seu escritório, se você deixar as cortinas abertas.

Dependendo do horário, a luz natural não será necessária e, neste caso, você pode usar as lâmpadas – tente optar pelas mais econômicas.

A dica de Linda Varone é usar luminárias de mesa, que proporcionam brilho e deixa o ambiente com um clima mais bonito.

4 – A organização dos papéis e outros objetos

Michael Chauliac é vice-presidente de marketing de uma loja online de móveis e diz que o armazenamento de documentos é o principal problema de quem trabalha em casa devido a aversão das pessoas àqueles grandes armários.

Esses móveis, normalmente, são grandiosos e podem deixar o lugar “menos bonito”, porém, acabam por ser necessários para dar organização ao ambiente. Ainda assim, dá para ter prateleiras atraentes e que otimize espaços.

“É provável que o cômodo tenha um guarda-roupa. Use-o”, diz Michael.

A dica é reutilizar o móvel de forma inteligente para que não dê ao escritório um ar de quarto. Michael recomenda estudar opções de restauração e mobílias.

Uma alternativa é usar caixas organizadoras, que dá ao escritório uma cara de ambiente profissional.

Outra ideia é montar a mesa sem gastar muito dinheiro – com apenas dois cavaletes e um tampo de madeira você pode ter um produto novinho em folha. Esses materiais são encontrados em lojas de construção.

5 – Aposte no Conforto e na Climatização

Se você vai trabalhar de casa, não poderá ficar no escritório o tempo todo. Portanto, aposte em paradas programadas para que a produtividade não seja afetada.

O descanso tem que acontecer em um lugar confortável, mas cuidado com os cochilos.

Uma poltrona com estofado ou um puff é uma boa pedida, dizem os especialistas.

Além disso, você pode ter objetos que te tragam concentração. A recomendação é ter uma planta no seu home office porque ela não tira a concentração e “traz algo que está fora do seu ambiente de trabalho” – o ar.

Algumas plantas também podem ficar mais de 2 dias sem água, o que faz com que você não precise entrar no seu escritório aos finais de semana.

6 – Atenção aos objetos de decoração

Não contra indicação para colocar fotos de família na sua mesa, só que tenha bom senso para fazer isso – elas não devem chamar sua atenção mais do que devem.

“É importante personalizar a mesa, mostrar que aquele lugar é seu, mas talvez seja melhor fazê-lo com memes impressos, histórias em quadrinhos ou até um cheiro que te deixa mais alegra”, afirma Linda.

Uma ideia para decoração é usar os quadros para cumprir os prazos – essa espécie de agenda é fundamental. Os quadros brancos e as canetas de ponta grossa podem ser de muita utilidade.

7 – Considere os itens que são importantes

As distrações existem e são muitas, principalmente os eletrônicos, como as televisões.

Por estar em casa, tome cuidado com o seu pet – deixe-os para a hora do descanso.

A atenção aqui se deve ao fato de que você precisa ter próximo a você os itens necessários para que seu trabalho seja efetivo: computadores, notebooks, grampeadores, papeis. Porque se toda vez que você tiver que sair do escritório para busca-los pode se distrair.

“É importante parar. Almoçar na mesa de trabalho é algo que não deve ser feito, por mais legal que o ambiente de trabalho seja. Não é preciso ficar ali todo o tempo do mundo”, garante Linda.

Opção de Escritório Econômico – Coworking

Você já deve ter ouvido por aí o termo “Coworking”, não ouviu?

Se não ouviu, nós vamos explicar: é uma tendência que está presente no mundo todo e traz benefícios profissionais á várias pessoas.

Agora, se você quer saber como funciona o Coworking e por que ele é uma alternativa promissora ao home office… Vai precisar ler este artigo até o final.

Na tradução livre, Coworking nada mais é do que escritório compartilhado. A origem vem de Bernie De Koven, descrito por Brad Neuberg.

E, para o Wikipédia: “Grande parte dos espaços de Coworking existentes hoje foram fundados por empreendedores nômades de tecnologia, que buscavam locais de trabalho alternativos aos cafés e às suas próprias casas”.

Assim, pessoas que têm interesses e atuam em setores diferentes, podem compartilhar de uma mesma infraestrutura, como salas de reuniões, secretárias e outros empregados.

Portanto, Coworking é uma forma de trabalho onde pessoas compartilham de um mesmo escritório, com custos reduzidos e grandes possibilidades de Networking profissional, gerando oportunidades, novos negócios e projetos.

Normalmente, a tendência dos coworkings está ligada aos microempresários, que desistem de trabalhar em casa, mas buscam lugares que não tem custos altos.

“Há muitos custos para abrir um escritório além de aluguel, condomínio, IPTU, que os iniciantes, normalmente, esquecem. Há gastos com limpeza e manutenção, por exemplo, além do investimento inicial do espaço”, afirma Fernando Bottura, fundador do Gowork, em São Paulo.

Na teoria, empreender no Coworking é compartilhar um escritório com outros profissionais, sendo que a vantagem é para todos, já que os custos são minimizados. A maioria dos coworkings são salas privativas e com espaços abertos. Assim, quanto maior o espaço, mais contatos poderão ser feitos.

“Não faz mais sentido ficar sozinho em uma sala comercial. É deixar oportunidades passarem”, afirma Jorge Pacheco, CEO do Coworking Plug, em São Paulo.

7 Dicas Essenciais Economizar Dinheiro ao Montar um Escritório em Casa
Reprodução: Google

Valores do Coworking

Falar em valores é sempre muito complicado. Porque, veja bem, quanto está o aluguel de uma sala na sua cidade, leitor?

Ele é muito variado e tem uma média. Além do mais, tudo vai depender da sua região. Mesmo dentro de uma cidade, os valores podem ter grandes diferenças.

No entanto, buscamos algumas informações para que você tenha uma ideia.

Conforme opinião do economista Sandro Maskio, da Universidade Metodista de São Paulo, uma sala comercial pequena é alugada por 2 mil reais por mês e um espaço compartilhado não vai ficar mais do que 500 reais.

Ou seja, conforme Maskio, a economia é bastante significativa. E isso sem contar que os outros custos, quando cobrados, também serão compartilhados, entre eles, a água, luz, telefone.

Em termos de números recentes, ainda não foram divulgadas pesquisas, mas o que sabemos é que do ano 2015 para 2016, o número de coworkings cresceu mais de 50% no Brasil.

Em um breve pesquisa na internet é possível encontrar espaços compartilhados com preços que variam de 200 à 800 reais em São Paulo, sendo que a maioria oferece pacotes mais completos, como telefone, secretária compartilhada e sala de reunião.

Na Europa, em 2016, foram abertos mais de 1,6 modelos de Coworking, conforme pesquisa da Global Coworking Sensus.

A pesquisa ainda afirmou que a definição para Coworking é: “Ambiente econômico favorável para aproveitar e melhorar o Networking e conseguir novos parceiros”.

E para quem quer ser dono do Coworking?

Também existem vantagens. Entre elas, a lucratividade. Por exemplo, os analistas afirmam que há 3 grandes motivos para um empreendedor abrir um Coworking:

  1. Remunerar um imóvel que esteja parado,
  2. Empreender e montar um negócio novo,
  3. Fomentar o empreendedorismo e o networking entre as pessoas.

Depois de levantado os motivos, resta saber se o coworking dará mesmo lucro. Nesse caso, é importante lembrar que o resultado pode não ser imediato e a estimativa é que o investimento precise de um tempo de 12 meses para começar a valer a pena.

Por fim, vale analisar também que os serviços são importantes para agregar valores ao trabalho, com outros serviços que complementem a receita do aluguel das salas.

Essa receita adicional não virá apenas em forma de dinheiro, mas de experiência e produtividade.

Motivos que os Empreendedores Precisam Saber Sobre o Mercado de Investimentos

Como a pessoa física, a pessoa jurídica também não deve manter o dinheiro guardado na poupança e para acessar os melhores investimentos é preciso ter conta em uma corretora, na maioria das vezes, fora dos grandes bancos.

A melhor maneira de fazer isso é com o Mercado de Investimentos, em opções como o Tesouro Direto.

Justamente por isso, todo empresário precisa conhecer sobre esse mercado.

Esse parte do texto tem o objetivo de unir a necessidade do empreendedor de investir, guardar dinheiro e fazer um planejamento financeiro efetivo com as melhores opções que existem, atualmente, no mercado de finanças.

Bom, agora você sabe que vai precisar fazer um planejamento financeiro exato e poupar dinheiro durante todo o ano. Mas como você pretende fazer isso? Deixando o seu dinheiro na poupança? NÃO FAÇA ISSO, pelo amor de Deus! Por que não?

Rendimento da Poupança

A inflação, como é comum, tem variado durante os meses. Mas, em qualquer dessas variações, se você deixar o seu dinheiro lá, você vai estar descapitalizando. E, para a sua empresa, isso não é nada bom.

Aliás, nem para a sua empresa, nem para você, nem para ninguém.

Isso tudo acontece porque em 2012 uma nova regra da poupança entrou em vigor e com isso, todas as vezes que a Taxa Selic estiver acima de 8,5% a poupança vai pagar apenas 6,5% ao ano, mais uma TR.

Você gostou desse assunto, né? Agora, se quer saber tudo sobre a poupança e os vários porquês de não investir nela, leia esses 2 artigos: 3 Motivos Para Não Investir na Poupança e Quantos Brasileiros tem Dinheiro na Poupança.

Corretoras de Investimentos

Depois que escolher um investimento, assim como a pessoa física, a pessoa jurídica também precisa enviar alguns documentos para a corretora em escolha. Inclusive, selecionamos esses documentos:

  • Cópia do Contrato Social e última alteração contratual consolidada,
  • Cópia do Demonstrativo de Resultado (DRE),
  • Cópia do Balanço Patrimonial e
  • Cópia dos RG e CPF dos sócios.

Atenção: na maioria das corretoras só é possível investir por meio da conta da empresa, ou seja, não são aceitas transferências vindas das contas de pessoas físicas. Fiquem atentos à isso!

Atenção 2: É super, mega, blaster importante escolher uma corretora confiável. Sendo empresário, muito provavelmente você não vai poder se dedicar integralmente à esse negócio, por isso, sua corretora deverá ser super confiável.

Se você tem dúvidas de como escolher uma corretora, leia: Corretora de Investimentos: Como Escolher a Melhor para Você.

É importante que se escolha uma corretora de investimentos ao invés de um banco. Por quê? Os bancos vão oferecer, de todas as formas, outras formas de investimentos porque assim, eles vão lucrar mais. Se você dúvida disso, leia esse outro artigo: Em Ranking de 10 Empresas que Mais Valorizaram em 2016, 5 são Bancos.

Melhor Investimento para os Empreendedores

Atualmente, existe uma infinidade de formas de investir o seu dinheiro, tais como as Rendas Fixas (CDB, LCI, LCA, Tesouro Direto) e as Rendas Variáveis (Fundos de Investimentos em Ações e Câmbio).

Temos vários textos explicando cada um desses, mas o resumo para esse artigo é que a maior diferença entre ambos está no risco do investimento e no retorno do mesmo.

Para um empresário, em um primeiro momento, é claro que o mais indicado é um investimento que tenha um retorno consistente e que seja muito mais seguro, mesmo que ele não tenha o percentual de retorno mais alto.

Por exemplo, é possível entrar em um investimento que oferece excelente rentabilidade com o risco muito baixo, na qual, é possível remunerar o capital com a Taxa Selic (que até tempos atrás estava em 13,25% ao ano).

Esse é um investimento que tem na base a liquidez e a segurança.

E, por isso, é o mais indicado para os futuros empresários, empresários ou velhos empresários. Estamos falando do Tesouro Direto, que tem como principais características:

  • Segurança
  • Alta Rentabilidade
  • Liquidez
  • Acessibilidade
  • Facilidade
  • Flexibilidade

Vamos ter um próximo artigo explicando, especificamente sobre o Tesouro Direto: o que é, como investir nele, quem pode investir, etc. Abaixo, está o passo-a-passo do Tesouro Direto para os empreendedores.

Quer Saber o Passo a Passo para Investir em Renda Fixa…? Clique Aqui!

Com informações da Globo e UOL

ANÚNCIO