5 Dicas para Economizar Dinheiro com os Eletrodomésticos

Os gastos com eletrodomésticos precisam ser levados em conta em qualquer planejamento financeiro familiar – afinal, toda casa precisa de uma geladeira e um fogão, por exemplo.

Além da compra de novos, há ainda que considerar a manutenção porque nada nessa vida dura para sempre, em se tratando de materiais que são usados cotidianamente.

Este artigo tem o objetivo de te ajudar a fazer essas contas – como será que é possível economizar dinheiro com os eletrodomésticos? Selecionamos as principais dicas dos especialistas, leia agora!

1 – A Pesquisa de Preço

O maior erro de todos é quando a pessoa tem um eletrodoméstico quebrado e necessita de um novo: ela corre na loja mais próxima e passa o cartão de crédito.

Isso é um erro porque a pesquisa de preços é importante. Um mesmo produto, da mesma marca, pode ter diferença de até 30% no valor final do produto.

Mesmo que seja uma compra urgente, tire alguma parte do seu dia para fazer pesquisas!

Lembre-se que nesse ponto a internet está trabalhando a seu favor – você pode fazer buscas online, comparar com outras lojas, observar o valor do frente, dos juros, das especificações.

Entre os comparadores de preços mais conhecidos estão o Buscapé, Bondfaro, JáCotei, Zoom, Google Shopping Brasil, Preço Mania e outros.

Os concorrentes sempre tem a versatilidade de bater o preço da outra loja, portanto, não tenha vergonha de pedir descontos.

Cuidado!

Quando você faz uma busca na internet, as informações usadas ficam armazenadas no seu navegador e todas as vezes que você se conectar na internet, eles vão te “mostrar” os produtos pelos quais você está interessado. Então, faça sempre uma limpeza de histórico.

2 – O Custo Benefício

Na hora de escolher os modelos de cada eletrodoméstico você não tem que considerar apenas o preço em si, mas sim o seu custo-benefício. Isso leva em conta avaliar a marca e o que as pessoas contam sobre suas experiências.

Na internet também é possível encontrar essas avaliações de forma gratuita. Existem sites, como o Reclame Aqui e o Procon, que fazem muito bem esse trabalho.

A qualidade do produto está quanto ao consumo de energia, por exemplo. Essa economia é boa para o seu bolso e também para a sustentabilidade do planeta.

3 – Fique de olho nas liquidações e promoções

Dependendo da sua urgência, é possível ficar antenado nas promoções que aparecem no noticiário, nas revistas, nos folhetins e nas propagandas de forma geral.

Ainda que algumas empresas queiram trapacear, de forma geral, o comércio trabalha sim com a queima de estoque, que nada mais do que o momento em que os produtos ficam mais baratos para que novos e mais atualizados entrem no lugar deles.

Imagine que uma loja tenha um liquidificador de 2 pás. No próximo mês, ele começará a vender um novo, de 3 pás. É óbvio que o preço daquele de 2 pás vai cair – considere esse apenas um exemplo, algo hipotético.

Na internet é muito comum encontrar os cupons de descontos – que está se popularizando no comércio online.

As lojas mais organizadas usam o cadastro do cliente para dar descontos nas primeiras compras e em vários produtos. Essa pode ser uma chance de economizar.

Entre os sites de cupons mais usados estão Cuponomia, Cuponeria, Busca Descontos, Meliuz, entre outros.

4 – Tente fazer a manutenção

Esse é um ponto muito importante porque na maior parte das vezes as pessoas pensam: “ah, mandar arrumar é mais caro do que comprar um novo” – e isso, claramente, nem sempre é verdade.

De forma geral, as prestadoras de serviço não cobram para fazer um orçamento, então, vale a pena cogitar essa possibilidade antes de pensar em um novo. Se o valor for muito alto, ai sim o melhor negócio é optar pela compra de um novo.

Ainda neste tópico, podemos pensar em comprar usados. Esse passo é um pouco mais complexo porque você vai precisar confiar muito no seu vendedor ou saber fazer as avaliações do produto semi novo.

Se você consegue fazer isto, vale a pena pensar em comprar usados. Mas lembre-se que os eletrodomésticos tem vida útil, ou seja, conforme o tempo de uso, eles quebra, ficam ruins e sem atuarem em sua total capacidade.

5 – Opte pelo pagamento à vista

O melhor jeito de comprar, o que quer que seja, é fazendo o pagamento a vista. Portanto, se você não tiver muita pressa, vale a pena planejar a compra e fazer o pagamento em dinheiro – isso pode gerar descontos de até 20%.

Fique sabendo que no Brasil, as compras parceladas estão muito enraizadas na vida do consumidor – só que todo pagamento a longo prazo gera juros e pagar juros é perder dinheiro.

Sempre que você paga a vista, você ganha poder de negociação, lembre-se disso!

DICA DE OURO

Stand-by: Aparelhos ligados e sem uso podem representar 12% da conta de luz em uma casa

O desperdício é feito de várias formas, uma delas é quando a televisão está ligada por várias horas, com apenas aquele barulhinho no fundo. Esse gasto pode se equivaler à 4 quartos iluminados por uma lâmpada fluorescente durante 5 horas.

Mas, saibam que o “Modo Espera” é um dos ladrões mais silenciosos de energia. A comprovação foi feita pelo Instituto Akatu, que afirmou que um DVD, por exemplo, pode ter um gasto maior com ele em stand-by do que com ele ligado, propriamente.

A dica, para esses casos, é: tirar da tomada todos os equipamentos que são poucos utilizados e que ficam em modo de espera.

Pensando nisso, a AES EletropauloEletrobras e o Instituto Akatu fizeram uma lista de como economizar com alguns itens domésticos:

Ar-Condicionado

Representa 1/3 do consumo de energia residencial no verão. Ao adquirir, é preciso notar o Selo Procel, que pode dar uma economia de 200 reais por ano.

O aparelho tem que ser comprado de acordo com o tamanho do ambiente e, obviamente, é preciso desligar o aparelho quando ele não estiver em uso.

Chuveiro Elétrico

Reduzir o tempo de banho é a dica mais valiosa, sendo que 15 minutos diários é suficiente para uma família de 4 pessoas. Usar ele na opção “verão/frio” pode representar economia de 30% no final do mês.

Resistência queimada deve ir para o lixo, imediatamente e os furos da saída de água devem ser limpos periodicamente.

Computador

Desligar sempre que puder faz muito bem, obrigado, principalmente se for ficar mais de 2 horas sem uso. O monitor, inclusive, pode ser desligado quando o computador ficar mais de 15 minutos sem uso.

5 Dicas para Economizar Dinheiro com os Eletrodomésticos
Reprodução: Google

Geladeira

Usar a parte de trás para secar tênis e roupas não é indicado. O degelo precisa ser feito periodicamente e a porta só deve ser aberta quando for ser usada. As borrachas de vedação, por fim, são as principais vilãs.

Ferro Elétrico

Acumule as roupas e passe de uma só vez, essa é a dica principal dos especialistas. E roupas leves, como lingeries, devem ser passadas com o ferro desligado.

Lâmpadas

Use e abuse da luz natural e apague as luzes sempre que o local estiver desocupado. Escolha lâmpadas mais econômicas, como as de LED, que gastam cerca de 80% menos energia.

Lavadora de Roupas

Lave o máximo de roupa possível e limpe o filtro da máquina periodicamente.

Veja outras notícias sobre ECONOMIZAR DINHEIRO:

Com informações da UOL e Tecmundo