É hora de comprar ações da Petrobras? Banco e especialistas opinam

Saber escolher o momento certo para comprar ações de uma determinada empresa pode ser um diferencial nos resultados dos dividendos. Essa é uma informação fundamental para os iniciantes, ou seja, para quem quer começar a investir na Bolsa de Valores.

Segundo recomendação do Banco Santander, esse é um momento favorável para comprar ações da Petrobras que acredita em uma provável valorização das ações ordinárias da estatal em torno de 33, 86%.

O otimismo expressado pelo Banco é com base no último desempenho na Bovespa que teve elevação chegando a quase R$ 15,00 essa semana.

Tudo indica que a Petrobras deve apresentar um novo plano com estratégias que deverão aquecer o mercado financeiro e, com isso, o Santander acredita que o desempenho das ações será superior na Bolsa, mas essa projeção é indicada para as ações adquiridas no Brasil.

A valorização dos papeis da Petrobras que o banco aposta em alta na Bovespa é se deve após análise do comportamento e do RX da empresa sobre o fluxo de mercado antes de comunicar a opinião que também é compartilhada pelos analistas financeiros que engrossam o coro da projeção de rendimentos das ações da estatal.

Para melhor entender como o Banco Santander chegou a essa opinião desse prognóstico, foi preciso que a divisão do banco que é a Santander Corretora fizesse uma seleção das empresas que apontaram maior desempenho analisando a flexibilidade entre eventos positivos e negativos, dos quais a Petrobras se mostrou superior pelo comportamento que os papeis vem apresentando na Bovespa.

Embora a Petrobras nos últimos meses tem estado no que se pode chamar de olho do furacão, como se pode acompanhar nas principais mídias de notícias, mesmo assim não decepcionou e está conseguindo se manter estável e criar estratégias que, além do recente crescimento que apresentou essa semana a projeção de se manter em alta, por isso a recomendação do banco é comprar ações agora que está girando em torno de R$ 20,00 o preço de cada ação.

acoes-na-bolsa

Leia na íntegra o relatório emitido pelo Banco Santander

“Refletirá o pragmatismo da nova alta administração da Petrobras e incluirá mudanças positivas importantes, tais como cortes adicionais aos investimentos e desinvestimentos contínuos que, conjuntamente, sustentarão nossa aposta bastante evidente de que o processo crucial de desalavancagem da Petrobras será acelerado.”

Segundo especialistas do Santander, com o plano que a Petrobras deve apresentar na próxima semana, a estatal passará por um bom e novo processo de aquecimento que será possível até o ano de 2019 alcançar todos os objetivos de projeção para o setor financeiro com a valorização do Ibovespa.

É no mínimo motivador saber que a Petrobras está prestes a divulgar um plano de estratégias para alavancar os rendimentos, incluindo as ações na Bolsa de Valores.

Uma boa notícia que está sendo aguardada com muita expectativa, uma vez que muitos investidores estavam com receio da desvalorização do mercado financeiro e não é para menos.

Foi um período no mínimo obscuro e com muitas incertezas que rondaram a empresa, mas com o seu histórico de forte atuação e após anos de construção de confiança, algo importantíssimo no universo das finanças.

A Petrobras está voltando a demonstrar que está disposta a dar passos largos para o crescimento e valorização das ações como aconteceu na última quarta-feira dia 14 em que teve as ações com fechamento de R$ 14,94.

Retrospectiva da Bolsa do primeiro trimestre do ano

Fazendo uma retrospectiva do movimento das ações de um modo geral na Bovespa, vimos que no primeiro trimestre do ano, janeiro, fevereiro e março de 2016, a Bolsa fechou com alta que chegou a marca de 15% em um momento de muita insegurança no mercado de ações assim como nos demais setores financeiros.

Essa é uma constatação que já sinalizava para um movimento de estabilidade positiva das ações.