As 20 Principais Dúvidas que as Pessoas têm Sobre o Mercado Financeiro

Esse artigo pode parecer bobo nessa introdução. Mas, acredite você, ainda há muitos mitos e muita informação sobre o Mercado Financeiro. Por isso, e notando todas as dúvidas dos nossos leitores, fizemos um pequeno apanhado sobre algumas delas. Logo, inserimos as respostas, rápidas e objetivas. Leia e comece a entender o mercado, deixando de lado as suas principais dúvidas!

1 – Como um Estrangeiro pode Investir nos investimentos financeiros brasileiros?

Com a Resolução 2689/2000 do Conselho Monetário Nacional, os investidores estrangeiros e que não residem no Brasil podem investir nos produtos daqui, sendo livre o transito em renda variável e renda fixa, mas há diferenças na tributação. Nesse caso, os investidores são isentos do imposto de renda sobre o ganho de capital.

Leia Mais: Quais as Ações mais Lucrativas para Investir na Bolsa de Valores em 2017?

Além disso, a legislação nacional exige que o investidor contrate uma instituição que atue como:

  • Representante Legal – Que fique responsável por apresentar as informações do investidor às autoridades do Brasil,
  • Representante Fiscal – Que fique responsável pelo recolhimento de taxas e tributos perante às autoridades brasileiras,
  • Custodiante – Que fique responsável por controlar e atualizar os ativos da carteira do investidor estrangeiro, disponibilizando informações sempre que solicitado.

2 – O que é Day Trade?

É uma operação na qual o investidor compra e vende, no mesmo dia, a mesma quantidade de títulos de uma mesma empresa e com uma mesma corretora.

3 – O que é Home Broker?

É um sistema online usado para negociar ações no mercado de capitais. É ele quem conecta o usuário ao pregão eletrônico, permitindo operações no mercado da BM&FBovespa.

4 – Qual a diferença entre comprar ações e investir em um fundo de ações?

Ao investir em ações, o investidor opta por fazer as próprias escolhas e compor uma carteira de investimentos. Já o investimento em fundos de ações é mais cômodo, pois permite ao investidor deixar para o gestor a opção de escolhas para os mercados na busca por melhores oportunidades.

5 – O que são Come-Cotas?

É um recolhimento na fonte do Imposto de Renda, que ocorre no último dia útil dos meses de Maio à Novembro. Nesse caso, é feita uma alíquota mínima da Tabela Regressiva, conforme o fundo. Aí, no momento do resgate, a retenção considera a diferença entre o valor retido com o come-cotas e o imposto devido.

Regra Número 1 para Investir Sem Riscos na Bolsa de Valores

6 – O que são Fundos Imobiliários?

Os Fundos, todos os fundos, funcionam como condomínios fechados e são divididos em cotas para depois serem adquiridas e resgatadas. O Fundo Imobiliário é composto por imóveis comerciais, residenciais, rurais e urbanos, e sejam construídos ou em construção, para posterior alienação, locação ou arrendamento.

7 – O que pode ser usado como Margem de Garantia?

São vários itens que podem ser usados como Margem de Garantia: Moeda Corrente Nacional, Títulos Públicos, Ouro, Ações da Bovespa, Ativos de Renda Fixa, entre outros.

8 – Como Resgatar Aplicações do Tesouro Direto?

Os títulos do Tesouro possuem liquidez garantida pelo Tesouro Nacional. O resgate pode ser solicitado pelo portal do Tesouro ou através de corretoras. Já as vendas só podem ser realizadas nos dias úteis e durante o final de semana.

9 – Pessoas Jurídicas podem investir em Títulos do Tesouro Direto?

Não. O Tesouro Direto é focado na venda de títulos públicos para pessoas físicas, por meio da internet. As pessoas jurídicas podem investir através do mercado secundário, comprando e vendendo os títulos disponibilizados no site do Governo Federal.

Leia Também: Como Conseguir Acumular 270 mil reais no Tesouro Direto para a aposentadoria? Para Investir no Tesouro Direto não é preciso muito e se você já tiver conta em alguma corretora de investimentos, o processo pode ser todo auxiliado. O importante é entender que o prazo do título esteja relacionado com o seu objetivo para a aplicação.

10 – O que é Carência em Planos de Previdência Privada?

É um período pré-determinado em que o participante não pode retirar os recursos. Assim, ele só poderá solicitar o resgate, parcial ou total, após o cumprimento da carência, que normalmente é de 60 dias, mas, dependendo da corretora pode chegar à 24 meses.

O Passo a Passo para abrir uma empresa e Lançar ações na Bolsa de Valores

11 – O que é CRI?

Os Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) são títulos de Renda Fixa lastreados em créditos imobiliários que são emitidos por sociedades securitizadoras. Podem ser emitidos nas formas simples ou com regime fiduciário.

12 – O que é CBLC?

A CBLC é responsável pelos serviços de guarda centralizada, compensação e liquidação das operações realizadas nos mercados da BM&FBovespa, um segmento da Bovespa. Os serviços tem o objetivo de alinhar as melhores práticas e recomendações internacionais.

13 – O que são Debêntures?

São títulos de dívida de médio e longo prazo emitidos pelas sociedades anônimas, que conferem ao debenturista um direito de crédito, conforme escritura de emissão. Os recursos são captados com a emissão de debentures que são utilizados no financiamento de projetos.

14 – O que é FIDC?

Os Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios são comunhões de recursos que destina parcela preponderante do respectivo patrimônio líquido para a aplicação em direitos creditórios. São originários de operações realizadas nos segmentos financeiros, entre outros.

15 – O que São Leilões?

É um procedimento da Bovespa que visa proteger o mercado contra as variações de preços do mercado. O intuito é ajustar os preços de compra e de venda, sob certas circunstancias, como condições relativas à cotação ou à quantidade.

16 – O que é Liquidação de Ouro?

É quando o investidor realiza a venda total ou parcial do ativo. No caso da liquidação física, o investidor pode retirar quantias múltiplas de 250 gramas e a lista de custodiantes está disponível no site da Bovespa.

Símbolo da Riqueza: É possível investir em Ouro sem ter muito dinheiro?

17 – Quem são os Investidores Profissionais?

Conforme a CVM 554/2014, são considerados investidores profissionais aqueles que têm aplicações financeiras em valor igual ou superior à 10 milhões de reais e que atestem isso por escrito.

18 – O que são Dividendos?

São valores distribuídos aos acionistas, em dinheiro, na proporção da quantidade de ações possuídas. É comum que esse valor venha conforme o resultado dos lucros obtidos por uma empresa, no exercício corrente ou passado.

19 – O que é Aviso de Negociações de Ações?

É o extrato com informações de compra e venda de todos os ativos negociados na Bolsa, enviando para o investidor pela BM&FBovespa.

20 – O que Significa PN, ON, PNB e PNA nas ações?

O símbolo PN significa Preferencial Nominativa e é uma ação que confere ao detentor prioridade no recebimento de dividendos ou reembolso de capital. O símbolo ON significa Ordinária Nominativa e é uma ação que proporcional participação nos resultados econômicos da empresa.

4 Fundamentos Importantes para Vencer em Qualquer Bolsa de Valores do Mundo

Já as outras letras A, B e C, que aparecem após os PN, são características de cada classe que são estabelecidas pela empresa emissora da ação. Portanto, não há uma definição geral para cada uma delas.

Com informações do Xpi, da Fazenda e do Rico