Aprenda o que é importante sobre os dividendos das empresas da B3 nessas 5 análises

ANÚNCIO

A gente sabe que analisar apenas o pagamento dos proventos não é legal. Porém, ele é um dos diferenciais que uma companhia pode ter. por isso, é uma boa ideia a gente saber como entender os dividendos das empresas da B3.

Afinal, um próximo erro comum é apenas ver o último pagamento dos dividendos. O ideal é saber mais do que isso. Por exemplo, você sabe o que é o dividend yield e por que ele importa tanto? Conhece a regularidade dos pagamentos da sua ação? Vamos falar mais sobre isso.

ANÚNCIO

1 – O dividend yield

Uma das primeiras coisas que mais importante sempre que falamos em dividendos das empresas da B3 é o dividend yield. Mas, o que é isso, de fato? O dividend yield é a divisão dos dividendos pagos nos últimos 12 meses pelo preço atual da ação da companhia.

Então, é muito fácil fazer essa conta – mas, alguns sites fazem para facilitar a vida do investidor. Bom, de qualquer modo, vamos citar aqui um exemplo para que não fiquem dúvidas sobre isso, ok?

Imagine uma empresa que pagou R$ 1 de dividendo para cada ação no último ano. Atualmente, a ação dessa empresa está no valor de R$ 20. Assim, nós temos um dividendo yield de 5% – que nada mais é do que R$ 1 / R$ 20. Ok?

ANÚNCIO

2 – A regularidade dos dividendos

O próximo ponto importante, além do dividend yield é entender a regularidade que esses proventos são pagos aos seus acionistas. Se for um resultado recorrente, ótimo. Porém, pode ser um pagamento “fora da curva”, o que não vai representar uma perenidade.

Nesse caso, a gente pode usar algumas ferramentas para termos as métricas exatas. O payout é uma elas. Mas, então, o que é o payout? Ele nada mais é do que o resultado da divisão dos dividendos que foram pagos pelo lucro da empresa.

Bom, isso também é fácil de ser visto em um exemplo. Vamos pensar em uma empresa que pagou R$ 50 milhões de dividendos no último ano. Ok? Então, a gente tem também um lucro de R$ 100 milhões nesse mesmo período.

Resultado: o payout dela será de 50%, que nada mais é do que R$ 50 milhões / R$ 100 milhões.

3 – O valor do payout

De fato, a gente já entendeu o que é o payout e como ele importa para o investidor. Mas, talvez o que tenha passado despercebido para você é sobre “qual é o valor ideal do payout pago por uma companhia listada na bolsa”.

Geralmente, a gente tende a buscar aqueles maiores, próximos a 100%. No entanto, nem sempre isso é bom. Afinal, o valor do lucro que não vai para os dividendos, com certeza, será usado pela empresa para fazer novos investimentos, o que também é bom para os acionistas.

Portanto, o que os mais experientes analistas recomendam é que os investidores busquem payout acima de 50%, mas abaixo de 100% também.

4 – A saúde financeira

O próximo ponto importante para entender melhor sobre os dividendos das empresas da B3 tem a ver com a saúde financeira delas. Calma que mesmo parecendo complicado, esse é mais um dos pontos que é fácil de entender.

Então, uma empresa com alto endividamento não vai conseguir pagar bons dividendos, concorda? Simples assim. Logo, como medir a saúde da empresa? Na verdade, tem duas métricas que podem ser usadas nesse caso.

I – A Dívida Líquida sobre Patrimônio Líquido: é ideal que a empresa tenha menos do que 100% do patrimônio.

II – A Dívida Líquida sobre o EBIT: agora, é ideal que ela tenha 3 vezes menos o lucro operacional.

Assim, com essas contas, você vai saber mais da saúde da empresa. E, de fato, isso tem um peso relevante na hora de comprar um novo papel na B3 ou fazer aportes.

5 – Os dividendos crescentes

Ainda que tenhamos falado que analisar apenas os dividendos não é o ideal, saiba que esse ponto também importa, de fato. Então, lembre-se de ver se aquela empresa tem pago dividendos de forma crescente e com baixa volatilidade.

Dá para fazer um estudo comparando o último ano até os 5 últimos anos. Esse é um filtro interessante para quem quer ter dinheiro na conta sem depender, única e exclusivamente, da valorização do papel.

Assim, fica menos complicado entender sobre os proventos que vão chegar na sua conta. No entanto, pouca gente faz essas análises, o que pode ser um problema para quando se tem muita expectativa. E você fez essas contas antes de escolher seus papéis?

Curiosidade – você sabe quais as melhores pagadoras de dividendos hoje?

Uma boa notícia que nós temos para você é que já fizemos uma matéria falando sobre isso. A gente cita lá as melhores pagadoras de dividendos da bolsa de valores em 2019. Mas, também trazemos um estudo sobre as que ficaram bem posicionadas nos últimos 5 anos.

dividendos das empresas da B3

Então, temos um conteúdo bem legal que mostra todo histórico e não apenas o resultado dos últimos 12 meses. O mais bacana é ver que tem empresa que sempre se mantém por lá. Enquanto isso, uma delas já foi até mesmo liquidada da B3.

Isso prova a importância de não olhar apenas para proventos ou dividendos, mas também para a empresa como um todo. Mas, se você quer saber dos dividendos agora, então, leia a matéria e confira as empresas mais bem selecionadas.

ANÚNCIO