5 Verdades sobre o Dinheiro que podemos aprender com o programa Power Couple Brasil?

ANÚNCIO

Nenhum casal está livre dos conflitos. Isso acontece apenas em contos de fadas. E, o que poucas pessoas notam é que esses conflitos, tantas vezes, estão associados às questões financeiras. Obviamente, um relacionamento vai bem quando o dinheiro está sobrando, mas basta uma briga e a culpa vai sendo jogada de um lado para outro.

Quando a “coisa” desanda, o final recai sobre o dinheiro, ou, melhor ainda, a falta dele. É assim e contra fatos não há argumentos.

ANÚNCIO

Claro que para todos os tipos de conflitos, sempre tem que haver uma boa dose de diálogo e, consequentemente, para a falta do dinheiro, sempre vai ter que existir um bom planejamento financeiro. Assim como não se vive um amor sem diálogo, também não é possível chegar à independência financeira sem se planejar para isso.

Power Couple Brasil

O Power Couple Brasil é um reality show exibido pela TV Record e apresentado por Roberto Justus que mistura convivência e provas envolvendo dinheiro. Assim, a cada semana um casal é eliminado até que fica apenas um. O vencedor leva para casa o valor de 1 milhão de reais. Obviamente, esses casais são formados por pessoas conhecidas, o que traz audiência para a emissora.

ANÚNCIO

A 1ª temporada foi exibida em 2016 e com um formato que envolve provas e criação de situações que consiga mexer com fatores psicológicos de cada participante. Laura Keller e Jorge Souza foram os vencedores e na ocasião levaram quase 700 mil reais na disputa final, que aconteceu com Simony e Patrick.

“O mais difícil foi conviver com as mulheres da cada. Eu não tive abertura delas para nada. Eu sempre era excluída. Num primeiro momento, isso me deixou chateada. Eu nunca imaginei que mulheres com caminhada como a delas fariam o que fizeram. Eu não espera que fosse acontecer”, diz Laura.

5 Verdades sobre o Dinheiro que podemos aprender com o programa Power Couple Brasil?
Reprodução: Google

O casal pegou o dinheiro e investiu em imóveis. A atriz comentou que agora vive a mesma vida de antes, só que com o fato de serem mais “powers”. “O Power Couple foi uma oportunidade para nos conhecermos cada vez mais e ver que somos fortes juntos”, confirmou.

Nesta edição, de 2017, 11 casais foram escolhidos e 30 provas já foram confirmadas. Nomes como Rafael Ilha, Carol Narizinho, Thaide, Andressa e Nasser fazem parte do novo elenco.

O que podemos aprender com o programa Power Couple Brasil?

Sobre esse reality show e a atual situação do país, podemos chegar à 5 conclusões simples.

1 – Os Casais Conversam muito pouco sobre Dinheiro

Diga aí, quantas vezes você falou com a sua esposa sobre o dinheiro, o planejamento financeiro, os gastos e as economias? Já sentaram juntos e fizeram um plano de pagamento das contas e do orçamento doméstico? Mesmo que vocês concordem com alguns pontos, ainda não tem o hábito de conversarem sobre isso, não é?

3 Itens Domésticos Indispensáveis tiveram alta em 2017. Como manter o Orçamento Financeiro?

É isso que precisa mudar e que está muito implícito no programa. Lá, os parceiros discutem sobre dinheiro, mas de forma muito generalizada sem definir exatamente metas e objetivos. E esse é um dos principais e grandes problemas dos brasileiros: a falta de foco! Sobre isso, então, a dica é: transforme o dinheiro em pauta e discuta sobre isso mais constantemente, ao menos, 1 vez por semana!

2 – Minha Conta e Sua Conta são coisas bem Diferentes

Se você é casado, precisa entrar no clima do casamento e construir uma relação duradoura e inteligente. Isso também vale para o assunto dinheiro. Não adianta sair por aí desfilando em carro importado e manter os gastos da jogatina.

Casar é muito mais do que dividir a cama e o micro-ondas. A sintonia tem que ser total, tem que estar nos sonhos, nas metas. Por isso, o dinheiro tem que ser o mesmo para ambos. Ainda que existam os gastos individuais, o estilo de vida tem que ser o mesmo para o casal.

Então, como não acontece no reality show, é preciso trabalhar as despesas juntos, em construção de um patrimônio maior e com tarefas divididas, o que vai movimentar em uma única onda. O ideal mesmo, conforme os especialistas, é somar tudo, pagar as contas, investir, comprar, investir, guardar, poupar, investir… E manter esse ciclo, mas fazendo isso juntos.

Note que colocamos a palavra “investir” várias vezes propositalmente para que você note o quão importante é fazer isso para o bem de um relacionamento duradouro.

3 – Muito Plano para Pouco Compromisso

Nenhum relacionamento vai dar certo se um não pensar no outro em algum momento. Ou seja, não adianta você ser o cara mais romântico do mundo se você não pensar no bem estar do relacionamento, logo, gastar o dinheiro todo só com você não é um bom sinal.

Se você faz parte de um casal que falar em comprar uma casa, ter um filho, tudo bem. Isso é ótimo. Mas não adianta falar tudo isso se vocês não se empenharem em guardar dinheiro. No fim da história, vai importar mesmo como vão ficar as contas.

Ah, e não se esqueça de que o filho vai crescer, vai precisar estudar e vai se transformar em um cidadão adulto. E, claro, vocês vão precisar estar prontos para dar todo apoio necessário em cada momento deste. E isso só será possível se houver um bom planejamento financeiro.

4 – Juram amor, mas não pensam na Aposentadoria

Esse é um erro comum à muitos cidadãos brasileiros, inclusive, é mostrado no reality show da TV Record. O que importa é que todo mundo vai ficar velho um dia e, acredite, não existe ainda a fórmula da juventude. Então, o mais sensato é pensar na aposentadoria desde o começo da união e o melhor de tudo, para isso, você não precisa ser um expert em investimentos.

Como Investir Dinheiro no Tesouro Direto pensando na Aposentadoria

A aposentadoria merece ser um momento de descanso e sem dor de cabeça, de paz, calmaria, por isso, guardar um pouco do hoje para viver o amanhã é indicado para todos os casais. E, então, tudo isso só depende de você e da sua companheira.

5 – A Maior Parte Do Casal Gasta Mais Do Que Ganha

Erro fatal e comum no Brasil. Não apenas em um relacionamento, mas esse erro faz parte da vida de muitas e muitas pessoas. Gastar mais do que se ganha é o 1º passo para a pobreza porque quando isso acontece você precisa fazer empréstimos para quitar as contas e aí, começa a pagar juros e, logo, começa a ter dívidas atrás de dívidas.

Aí que alguns especialistas selecionaram os fatores que mais costumam desequilibrar financeiramente os relacionamentos. Confira!

Carro: Ele possui um carro e ela também quer ter um. Ou vice-versa. Aí a birra de criança acaba afetando o orçamento financeiro da família. O ideal sempre é perguntar: Será que o casal precisa ter 2 carros, sendo uma para cada um?

Viagens: Ela gosta de viajar e sempre diz que isso é possível fazer parcelando os gastos em 10 vezes. Já ele gosta de capitalizar o dinheiro por alguns anos e vive dizendo que é melhor não viajar hoje para poder viajar mais vezes depois. A dica, então, é agir com inteligência e sempre procurar agradar um dos lados em algum momento.

Shopping: Não importa quem gosta de shopping, se é ele ou ela porque, no fim das contas, ambos vão precisar se sacrificar. Se ela compra mais de 200 pares de sapatos por ano e ele tem mais de 100 ternos anualmente, então, algo precisa ser cortado. É preciso verificar o que é considerado um gasto pessoal excessivo para o bem do casal.

5 Verdades sobre o Dinheiro que podemos aprender com o programa Power Couple Brasil?
Reprodução: Google

Supermercado: Dimensionar as compras é necessário para furar o orçamento mensal. Então, façam uma lista do que é preciso ser comprado e atualize diariamente. O comportamento de passear no supermercado sem saber exatamente o que vai comprar é tudo o que os donos dos supermercados querem, assim, você acaba gastando do que deve.

Então, não há segredo para um casamento feliz: compartilhe tudo, inclusive, o dinheiro.

Com informações do Dinheirama e Uol

ANÚNCIO