Descubra 7 dificuldades do planejamento financeiro que você tem e nem percebe

ANÚNCIO

Você faz a gestão financeira? Estuda a educação financeira? Gasta com consciência? Você pode ter dito sim para todas as respostas e mesmo não consegue atingir as metas. Então, pode ser que algumas dificuldades do planejamento financeiro estejam te atrapalhando.

E isso pode estar acontecendo mesmo que você não perceba. Assim, a gente foi atrás de comentários de especialistas, de dicas de milionários, de estudos… Tudo para encontrar as principais dificuldades que as pessoas enfrentam na hora de se planejarem financeiramente.

ANÚNCIO

Se você não acredita nisso, que tal você fazer uma autoanálise? Responda a si mesmo: tem medo de perder dinheiro? Desiste fácil? É egocêntrico? Acredita sempre na sorte? Se disse sim para algumas respostas, é provável que você tenha dificuldades no planejamento.

As 7 principais dificuldades na hora de se planejar

Na introdução desse tópico principal, devemos considerar que todos nós somos seres influenciáveis, que somos feitos de hábitos e que no Brasil temos o agravante de não termos, até então, um bom investimento em educação financeira. Logo, vamos ao que interessa.

1 – Segunda-feira

O que a segunda-feira tem a ver com as dificuldades do planejamento financeiro? É simples. Simples demais. Geralmente, o brasileiro não gosta da segunda-feira. Parece que sempre é um dia difícil demais, cansativo demais, problemático demais.

ANÚNCIO

No entanto, se analisarmos teoricamente, trata-se de um dia comum. É um dia de trabalho, que dá para fazer investimentos, dá para ganhar dinheiro, dá para estudar, dormir, relaxar. Essa ideia de reclamar da segunda-feira é um ato pessimista demais – que não faz sentido.

2 – Compromissos

Logo, o simples fato de você não gostar da segunda-feira pode ser que te faça cancelar compromissos importantes. Ou nem tão importantes assim, mas que poderiam fazer toda a diferença nos próximos dias da sua semana.

Sem contar que você pode ter deixado de anotar um gasto na segunda-feira e faltou com o compromisso de fazer um controle financeiro mais exato. E isso começa a se complicar na terça-feira porque você não sabe porque está dando diferença no seu orçamento.

3 – Sorte

Então, você começa a achar que a vida é injusta demais com você. Afinal, “que falta de sorte você tem”, não é mesmo? No entanto, a sorte pode ser vista em várias outras figuras. E a gente sabe que nem sempre se trata de sorte, não é mesmo?

Por exemplo, quem investe dinheiro mensalmente vai ter mais sorte do que quem não investe nada na hora de aposentar com muito dinheiro na conta, não acha? Então, a sorte é um tanto quanto relativa demais.

4 – Desistência

Aliás, você é daquelas pessoas que têm ótimas ideias no papel, mas na prática as coisas não acontecem como você planejava? Aí, o que você faz? Desiste de tudo. É isso que acontece com você? Então, você tem várias dificuldades do planejamento financeiro.

Porque se você viu que as contas não estão batendo, o que você deveria fazer é rever, reanalisar, se lembrar de que na segunda-feira você não anotou esse ou aquele gasto. Mas, desistir? Não, essa não é uma boa atitude para você – em nenhum momento da vida.

5 – Egocentrismo

Ainda seguindo essa nossa escada do insucesso, se é que podemos falar assim, leve em conta que você se acha esperto demais para ter que anotar no papel o quanto gastou naquela noitada com os amigos, né?

Porém, no final do mês, o seu gasto superou a sua renda e agora você nem sabe para onde foi o dinheiro. Achar que você é bom demais para uma coisa pode ser algo bom, mas nem sempre. É preciso ter a humildade que Warren Buffett tem (conheça-o).

6 – Sentimentos

Ah, e antes de terminar, aqui fica uma dica de ouro para quem quer ganhar dinheiro com investimentos: se você não faz o controle financeiro porque é movido pelos sentimentos pessimismo ou até mesmo egocentrismo, então, saiba que está nadando contra a maré.

Para quem tem ambição racional, todo investimento financeiro pode ser uma boa ideia se for feito de forma, obviamente, racional. Já a emoção não cabe muito bem nesse assunto. Talvez, esteja na hora de você pensar mais, com a cabeça mesmo e não com o coração.

7 – Medo de perder

Somente dessa forma, e focando nos estudos e no conhecimento teórico, é que você vai vencer o medo de perder. Porque é claro que ter R$ 200 na mão é bom, mas conseguir ganhar juros com isso, emprestando dinheiro ao banco ou as empresas, não é para qualquer um.

Em todo o caso, o medo só se vence com conhecimento. E com ele vem a confiança. A confiança de saber que nem toda segunda-feira é ruim, de saber que os compromissos devem ser seguidos e que a sorte está do lado de quem luta e não de quem desiste.

Você entendeu isso ou alguma coisa do que falamos acima? Para a gente, após estudar muita gente não ficou dúvidas de que as maiores dificuldades do planejamento financeiro estão na falta de conhecimento das pessoas.

Vencendo as dificuldades

dificuldades do planejamento financeiro

Se você se identificou com um desses tópicos, saiba que ainda dá para mudar e deixar de ser alguém que se dá mal com as contas para ser alguém que sabe ganhar dinheiro mesmo ganhando pouco. E olha que não estamos falando de dinheiro fácil. Mas, de compromisso.

Se você tem alguma dessas dificuldades, comece a enfrenta-las. Lembre-se: o conhecimento é seu principal aliado nessa luta contra diversos vilões.

ANÚNCIO