5 dicas para a MEI fidelizar clientes no Salão de Beleza

O MEI (Microempreendedor Individual) pode trabalhar como cabeleireiro, manicure, pedicure e depilador, por exemplo. Mas, além da área da saúde, ele pode trabalhar em diversos outros setores.

Neste conteúdo, usamos o exemplo de um MEI que atua na área de saúde. Só que as dicas abaixo são úteis para todo tipo de área ou categoria de MEI.

O exemplo escolhido é devido ao fato de que hoje em dia, os investimentos e crescimentos da área da saúde são verdadeiros destaques na economia de todo o país.

O brasileiro é um povo apaixonado por natureza, futebol e carnaval. Só que ele também não abre mão de estar bonito por fora. Por isso, a segmentação tem ganhado espaço.

Há, inclusive, mercados surgindo a todo vapor, como o de consultoria de beleza ou de atendimento personalizado, que integra vários segmentos da beleza num mesmo lugar.

É por tudo isso que fidelizar clientes, hoje em dia, é um grande diferencial que pode fazer o seu negócio decolar em pouco tempo.

5 dicas para MEIs

5 dicas para a MEI fidelizar clientes no Salão de Beleza

Pensando nisso, preparamos 5 dicas para você montar o seu negócio MEI. E, como falamos, vamos usar o exemplo de um salão de beleza – mas, a mesma ideia serve para outras áreas.

Agora, não deixe de considerar que para entrar nesse tipo de negócio você precisa definir bem quem é ou quem será o seu público alvo. Afinal, isso vai impactar em tudo posteriormente, desde a decoração do salão até nas suas publicidades.

1 – As qualidades e as normas

Estar atento à qualidade dos serviços que você vai oferecer é importante.

Além disso, estar atento à atualização dos produtos e das técnicas utilizadas também.

Em um salão de beleza, por exemplo, esses são fatores essenciais para a sobrevivência do negócio.

Além disso, é preciso conhecer as normas e técnicas sanitárias.

Essas normas são pré-requisitos exigidos pela Prefeitura da sua cidade para o funcionamento do seu salão.

Portanto, essa dica parece bem básica, só que não tem gente que só presta a atenção nisso e às vésperas da inauguração acaba vendo que não tem o alvará de funcionamento, por exemplo.

Por isso, evite perder dinheiro e noites de sono: busque atender as normas técnicas.

2 – Uma equipe bem preparada

Uma equipe bem preparada é importante para cuidar da saúde dos seus clientes.

Aqui vale a ideia de ter conhecimentos técnicos porque isso vai estimular o portfólio e pode trazer ganhos de produtividade para o seu negócio.

Agora, vale se atentar para o fato de que você precisa ter pessoas que saibam o que estão fazendo, que tenham conhecimento para isso e que te auxiliam a manter o local dentro das normas citadas acima.

Note que isso tudo é que vai fazer diferença para o seu cliente. Não adianta apenas trabalhar bem, tem que ter uma estrutura por trás.

3 – O controle financeiro e do estoque

Fique atento a tudo que se refere ao controle financeiro e de estoque do seu salão.

O motivo para isso é que a falta de planejamento ou de gestão pode ser fatal para o seu negócio.

Imagine a cliente chegar o seu salão e não ter a tinta que ela queria para pintar o cabelo.

Agora, imagine, se você tem 10 tintas e só usa 1 a cada 2 meses.

Note que o controle de estoque passa pelo controle financeiro. E ambos são importantes.

4 – O relacionamento com o cliente

Investir no relacionamento com o cliente vai além de ser interessante para ele.

É claro que tem gente que vai gostar de você porque você tem um bom preço. Outros vão gostar porque você oferece o cafezinho como cortesia. Tem que goste porque você é rápida. Ou porque é higiênica. Ou porque trabalha bem.

Mas, note que se você tem tudo isso, você tem muitos diferenciais.

E isso vai valer a pena quando se pensa em aumentar as vendas de um salão de beleza.

É uma boa maneira de fidelizar o seu cliente e para isso você tem que oferecer um atendimento diferenciado!

Esse atendimento diferenciado envolve tudo o que falamos acima: do cafezinho como cortesia ao bom preço.

5 – A sua marca e a sua reputação

Sua marca deve estar direcionada a um nicho de mercado que você quer atender.

Você tem que estar atenta, para isso, às tendências.

Lembre-se que a sua reputação vem da percepção do cliente em relação ao seu negócio.

Unindo os 4 pontos citados acima, o que se espera é que você tenha uma marca boa, forte e com uma reputação que vá gerar valor para você.

Aqui vale pensar também na diversificação de produtos e serviços, além da divulgação disso.

Essas são fatores chave para esse segmento, que só tende a crescer no país e no mundo.

Tendências para o Mercado da Beleza

Para quem está o tempo todo buscando conhecimento, saiba que o Sebrae é uma instituição focada no MEI. E no site do Sebrae dá para encontrar diversas informações legais e importantes.

Por exemplo, tem um texto publicado que fala sobre as tendências para o mercado de beleza. E por lá dá para encontrar os cuidados com os cabelos, a beleza das unhas e a estética masculina também.

O público masculino, por exemplo, é uma surpresa agradável que muitas salões de beleza (que antes eram apenas femininos) têm recebido nos dias atuais.

“São clientes fiéis, que gasta mais quando gostam do serviço e ainda indicam o estabelecimento com boas recomendações”, diz o Sebrae.

Para ver o texto na íntegra, clique aqui.