Descubra o passo certo para alcançar o equilíbrio financeiro

ANÚNCIO

Você se sente rico ou pobre?

Pense nessa pergunta com muita calma e carinho, pois é uma pergunta profunda.

ANÚNCIO

O comportamento é o maior responsável pelo sucesso financeiro de uma pessoa. Não é fácil para ninguém aceitar os próprios erros, mas não há outro caminho melhor para o crescimento pessoal do que errar. Cometendo erros – e analisando – podemos reverte-los em acertos e progredir. É a lei da vida, é a lei dos negócios, também!

Os mais variados tipos de pessoas se enxergam em relação à riqueza – ou à pobreza – de um jeito diferente do que deveriam. Mas acredite, existem alguns padrões curiosos que foram estabelecidos pelos grandes investidores – milionários – que podem e devem ser seguidos.

Antes de listarmos quais os tipos de pessoas que existem a cerca do dinheiro, assista o vídeo abaixo e entenda, de fato, o que é a pobreza e como ela funciona.

ANÚNCIO

https://youtu.be/eJOvC0tON8Q

Pessoas Medianas

Quer ver só? As pessoas com o pensamento mediano – aquele que está entre a riqueza e a pobreza – trabalham, compram os bens materiais que desejam, são alegres, queridas pela família e pelos amigos, têm boa saúde, são sociáveis, mas não são realizadoras de grandes feitos.

Esse tipo de pessoa leva a vida como gosta e faz bom uso do que possui.  Sempre com muita satisfação.

Fuja dos Empréstimos dos Bancos!

Ah, e se você se enquadra nesse perfil, deve estar achando nós estamos fazendo um péssimo julgamento, não é? Na verdade, não há nada errado em ser mediano, é bom frisar! Aliás, o objetivo aqui não é julgar, nem tampouco mostrar o que é certo ou errado, mas questionar e discutir o potencial e a realidade de onde se aplica dinheiro e tempo.

Pessoas Ricas por “natureza”

Há também aqueles indivíduos que nascem em famílias com muitos recursos financeiros, os ricos. É o famoso “berço de ouro”. Na maioria das vezes, essas pessoas estudam ou vivem parte de suas vidas fora do Brasil, à lá intercâmbio. Conhecem muitos lugares, viajam o mundo afora.

O engraçado é que em alguns casos são pessoas simples e até mesmo acessíveis, que se comunicam com facilidade, administram sua fortuna sem abusos, além de semearem alegria e riqueza por onde passam. Parece platônico, mas conhecemos pessoas assim.

Rico com pobreza de espírito

Existe também o rico com pobreza de espírito. É aquela pessoa que acumulou recursos financeiros ao longo da vida de forma intuitiva, possuindo bens, economias, investimentos de vários tipos, mas que se veem como pobres. Eles têm medo de que um dia a “fortuna” acabe.

São extremamente conservadores e não sabem usufruir dos bens que possuem, inclusive, privam os filhos de qualquer coisa que envolva o dinheiro com receio de que falte no futuro.

São ricos, mas também “pobres de espírito” e de mentalidade; este grupo normalmente se envolve em conflitos pessoais e familiares bastante difíceis.

Pessoas Guerreiras

Há também aqueles chamados de “guerreiros”. Nascem em famílias de pouquíssimos recursos financeiros, mas conseguem desenvolver hábitos que geram riqueza exterior e interior em suas vidas.

As pessoas deste grupo se tornam verdadeiramente ricas porque continuam valorizando suas raízes, aprendem a usufruir de sua condição e fazem questão de ajudar e construir mudanças por onde passam.

10 dicas do mercado financeiro para começar 2017 com o pé direito

São pessoas notáveis porque conseguiram suas fortunas – ou seu equilíbrio financeiro – com o próprio suor e por isso valorizam tal feito. Não se privam de uma vida confortável, mas sabem cortar os excessos, quando necessário.

Pessoas pobres

Por fim, o pobre. Independentemente do passado, eles acreditam que são pobres e que nada podem fazer para mudar sua situação. Estes, apenas sobrevivem e reclamam. Não raro, este grupo depende de outras pessoas, do governo, de obras de caridade ou de doações de amigos e familiares para manter seu – pequeno – padrão de vida.

Há também uma combinação entre estes tipos apresentados. Tem o guerreiro que já nasceu rico, mas fez muito mais e elevou o patrimônio e a riqueza pessoal a outros níveis. Tem o que nasceu pobre, enriqueceu, mas continua pobre de espírito. Então fiquem atentos: existem “mutações”.

Ok Ok! Você já viu vários perfis das pessoas e agora você está decidido que quer alcançar sua meta financeira no próximo ano. Não quer mais ser considerada uma pessoa pobre, que fica a mercê do mercado e do governo. Saiba, então, qual é o primeiro passo para alcançar sua meta financeira.

O primeiro passo para alcançar sua meta financeira

Na maior parte das vezes é difícil encontrar o movimento correto em direção à mudança comportamental financeira. Para mudar temos que quebrar hábitos e ninguém gosta disso, pois gera desconforto. No entanto, você pode ter o futuro que deseja no mais profundo interior do seu inconsciente.

Quanto ao seu objetivo, ele pode não parecer tão simples de ser alcançado, mas sempre existem infinitas possibilidades para que cada passo se aproxime do tão sonhado sonho.

7 Dicas de Negócios para Ganhar Dinheiro Extra nesse Verão!

Cada passo dado pode representar uma atitude diferente frente a uma situação comum, como por exemplo a leitura de um bom livro de finanças, reservar alguns minutos do dia para realizar uma atividade diferente daquelas rotineiras e trocar alguns e-mails ou conversas ao vivo com alguém que tenha mais experiência que você.

Em algumas situações, basta uma única conversa com a pessoa certa, para que a sua vida nunca mais volta a ser a mesma, e melhore de forma extraordinária. Ou um curso! Workshop 100% Online e Gratuito: Risco Zero nos Investimentos.

Para cada uma dessas perguntas não existe uma resposta única e pronta. Só existe um lugar onde todas as respostas podem ser respondidas da melhor forma possível para você: dentro da sua própria mente.

A coragem é criada quando você enfrenta as situações, mesmo com o medo. O tempo é criado quando você passa a priorizar aquilo que é importante para sua vida. Os medos nunca irão embora, a não ser que você decida enfrentar a situação. Ter coragem não significa ausência de medo. Ter coragem significa enfrentar a situação mesmo com os medos na sua frente.

Reprodução: Google
Reprodução: Google

Por isso, não deixe para amanhã uma simples ação que pode fazer (muita) diferença na sua vida. Observe que essas dicas podem ser úteis tanto para a melhoria da sua relação com o dinheiro, como em várias outras esferas de sua vida.

Se você quer conhecer mais sobre o mercado de investimentos e aprender a sair das dívidas, enriquecer e alcançar o equilíbrio financeiro, faça parte do nosso curso. É gratuito! Basta se cadastrar no banner abaixo.

Com informações do MSN

ANÚNCIO