Como fazer a declaração do imposto de renda para FIIs?

ANÚNCIO

É maravilhoso receber os rendimentos mensais das suas cotas dos FIIs, os Fundos de Investimentos Imobiliários, não é mesmo? Melhor ainda é pagar a DARF quando você faz uma venda desses FIIs com lucro. Certo?

E o melhor de tudo é preencher a declaração anual do imposto de renda. SQN! O assunto é meio chato e pouquíssima gente gosta dele. Mas, como é obrigação, vamos falar dele agora mesmo!

ANÚNCIO

A declaração do IR com os FIIs

Vamos começar a declaração das cotas dos FIIs indo na parte de bens e direitos.

Vai em novo e digite o código 73.

É lá que vão estar os fundos de investimento imobiliário.

ANÚNCIO

Aí você coloca o CNPJ do fundo e na discriminação você pode colocar informações como o nome e CNPJ do fundo também. Depois ainda há dados como o nome e CNPJ da administradora e quantidade de cotas que você tinha até o último dia do ano passado.

Você não vai pegar a quantidade de cotas pela cotação nessa data e multiplicar. Calma lá!

Você tem que pegar o custo do investimento.

Por exemplo: caso você tenha comprado 100 cotas do fundo X11 lá em 2017 e resolveu comprar mais 100 cotas do mesmo fundo em 2018, então, vai ter que ter um preço médio!

Isso porque você comprou por um valor em 2017 e em 2018 comprou mais cotas por outro preço de compra. Certo?

Faça o preço médio e coloque a situação até o dia 31 de dezembro de 2018.

Lembrando que cada FII comprado deve ser declarado separadamente.

Sim, você vai fazer isso para cada fundo que você investiu.

Devemos ter atenção à parte da amortização das cotas ao fazer a declaração.

O que é isso? É receber parte do patrimônio.

O fundo fez uma nova emissão de cotas e você gastou R$ 100 por cota.

Esse fundo comprou um imóvel, mas sobrou um valor dessa compra.

Então, ele te devolve R$ 10 por cota. Logo, você não gastou R$ 100 nessa cota porque o fundo te devolve R$ 10.

Então, como faz essa declaração por custo?

Vai na mesma aba de bens e direito.

Abre um novo e insere o código 73 de FIIs, coloca o CNPJ do fundo e na discriminação coloca quantas cotas do fundo X11 você comprou e quanto recebeu de amortização.

Recebi R$ 10 de amortização por cota. Isso é tudo fictício.

Quanto, de fato, essas cotas custaram? R$ 90. Então, é R$ 90.

Não é o valor atual. É o custo. Pegou?

Vamos para a próxima fase da declaração.

Como fazer a declaração do imposto de renda para FIIs?

Declarando os dividendos

Está faltando declarar os dividendos.

Vamos em rendimentos isentos e não tributáveis, que não tem cobrança de IR.

Clica em novo e digita o código 26, outros.

Coloca o CNPJ e nome do fundo e na descrição você coloca dividendos recebidos do fundo X11 e o valor recebido em 2018.

Se você vendeu essas cotas tem que ir na parte da renda variável e em operações com fundos imobiliários.

Toda vez que você vender um FII e tiver lucro tem que apurar o IR, preencher a DARF e pagar até o último dia do mês seguinte.

Lembrando que não limite de R$ 20 mil.

Se vendeu e teve lucro, tem que pagar a DARF de 20% sobre o seu lucro líquido. Fechado?

O valor mínimo de pagamento da DARF é de R$ 10.

Então, se deu menos de R$ 10 espera apurar o próximo e paga tudo junto.

Imposto retido?

Imposto retido no mês é onde você coloca o “dedo duro”.

Vamos supor que o “dedo duro” é de 0,04 e aí já aparece o imposto a pagar.

Nesse caso, se você vendeu com lucro e esqueceu de pagar a DARF, você vai somar todas as suas operações do mês.

Lembrando que você pode abater o prejuízo do lucro para depois calcular os 20%.

Vamos supor que você fez uma operação em março e teve lucro líquido de R$ 500.

Ao invés de calcular 20% sobre R$ 500, você vai abater o prejuízo de R$ 100, que entra nos resultados negativos do mês anterior.

E vai dar a base de cálculo do imposto de R$ 400 e você calcula os 20%. Alíquota, 20%. Aparece o imposto a pagar, que deve ser de R$ 80 e o imposto pago.

Porque depois que calcular os 20% do lucro líquido que você deve pagar, você desconta o dedo duro para ter o valor certo da DARF para pagar a Receita.

ANÚNCIO