Dá para investir de forma legal em ouro – mas, será que isso é lucrativo?

ANÚNCIO

O ouro é o mais nobre dos metais que temos, né? E ele nem precisaria de muita propaganda aqui para você saber disso. Mas, em termos de investimentos financeiros, será que o ouro é uma boa forma de ganhar dinheiro?

A pergunta mais comum que temos encontrado na internet é a seguinte: – “O mercado de ouro se apresenta como uma opção interessante para investimento”?

ANÚNCIO

A pergunta é muito boa, é muito atual, é muito inteligente!

A verdade é que nem tudo que reluz é ouro… Mas, de repente o ouro é uma boa opção para preservar o seu capital, sim e para construir sua riqueza ao longo do tempo.

E só tem um jeito de você saber se investir em ouro vai compensar para você. Continue lendo para descobrir isso. Já que algumas reflexões importantes sobre esse mercado que não é pouco importante e movimenta bilhões todos os anos no mundo afora.

ANÚNCIO

O mercado do ouro – começando pela renda fixa

No Brasil, realmente o ouro ainda é algo pouco procurado e pouco demandado, também. Só que não é um mercado tão pequeno assim quando as pessoas pensam.

Não é porque não é visado que é pequeno, entende?

O que acontece com o ouro no mundo? Se você entender como é que são as economias mais desenvolvidas e as economias mais estáveis vai ter uma ideia geral melhor sobre o assunto.

Principalmente, quando se analisa renda fixa neste país.

Então, analisando o mundo e não apenas o Brasil, você vai perceber que não existe a variedade da renda fixa em outros lugares, ao menos não igual a que nós temos no Brasil. E isso influencia muito no ouro, tá bom?

Se existe renda fixa em outro lugar do mundo, saiba que ela não é uma rentabilidade interessante igual a do Brasil. Nós estamos entre os 15 países mais rentáveis do mundo em termos de renda fixa.

Enquanto isso, outros países tem produtos de título de renda fixa com rentabilidade que chega a ser negativa .

Por exemplo, o Banco Central de um país tem um título da dívida pública em que as pessoas querem colocar seu dinheiro em um local seguro. Então, confiam nele, que são equivalentes ao Tesouro Nacional do Brasil.

Mas, o Tesouro Nacional desses países não está fazendo questão de pagar alguma remuneração considerável para os seus investidores. Basicamente, as pessoas investem lá apenas para ter segurança e não pensando em rentabilidade.

Se existem alguma inflação, a sua rentabilidade real será negativa.

Dá para investir de forma legal em ouro – mas, será que isso é lucrativo?

O mercado do ouro – passando pela renda variável

Então, que acontece é que em muitos países a tal da rentabilidade negativa realmente existe nas rendas fixas, diferente daqui.

E quando acontece algum tipo de turbulência ou algum tipo de crise que pressiona para baixo os mercados de renda variável, aí é onde a maioria das pessoas. Mas, isso é comum no Brasil e não em outros países.

Os conservadores de lá investem em renda variável.

E aqui começa a ficar interessante a conversa porque quem investe em renda variável nos países mais desenvolvidos quando a acontecem as crises, sabe o que eles fazem? Investem em ouro!

Acontece essa migração.

E por que? Porque em um cenário normal, de previsibilidade, que é comum essas economias, as pessoas vão ter a maior parte do patrimônio em fundos de renda variável.

E até mesmo os mais conservadores ou as empresas, normalmente, investem em fundos que tem ações de concessionárias públicas, empresas que são fazedoras de caixa, que não tem grandes riscos sobre seu negócio. E por aí vai.

Então, as pessoas vão ter bons rendimentos.

E já quando querem arriscar uma parte da carteira vão migrar o seu capital para a empresa de tecnologia, empresas de siderúrgicas, empresas que têm algum tipo de potencial naquele tipo de mercado.

Havendo alguma crise que pode afetar governo e que possa afetar as empresas, o que acontece nesses países? Uma verdadeira corrida natural pelo ouro.

O mercado do ouro – focado no ouro

Mas, de que tipo de ouro estamos falando?

Fundo de ouro, investimento em contratos de ouro e até mesmo a compra de ouro físico, que são moedas raras que são muito reconhecida fora do Brasil.

No Brasil, isso não é tradição por 2 motivos:

I – Nós temos uma grande variedade de produtos de segurança chamados de renda fixa que são fáceis de administrar. Assim, você investe no seu banco e você tem um relatório, extrato da declaração do imposto de renda do ano e toda praticidade.

II – Essa capitalização não existe o mercado do ouro e, além disso, nós temos no país um histórico de fraudes. Ao comprar um ouro físicos, você pode estar comprando gato por lebre.

O que muita gente não sabe é que nós temos um grande volume diário de operações com ouro no Brasil, chamados mini contratos de ouro.

Esses contratos negociados na bolsa de mercadorias e futuros que é parte B3, a nossa bolsa de valores no Brasil.

Então, se você tem interesse em investir em ouro, pesquisa mais sobre em mini contratos de ouro. Está bem? Você vai procurar uma corretora que seja licenciada e que tem o selo para operar em mercadoria e contratos de ouro.

O ouro é um bom investimento?

O ouro tem seu preço balizado pelos mercados internacionais, você tem oferta e demanda determinando a valorização anual do ouro.

Não é diferente em um contrato de petróleo, não é diferente o contrato de soja, de energia, de  gado.

Na prática, quem estuda esse mercado, quem está envolvido com esse mercado, quem está no dia a dia, quem acompanha as análises… Vai saber quando aquele ativo está sobre precificado quando talvez não seja a hora de comprar e vai saber quando ele está com o preço mais interessante.

Ou seja, tem um certo comportamento da curva que nas baixas convidativas a comprar.

Então você pode sim, no Brasil, e de forma legal, através da corretora e da bolsa de valores comprar ouro com tranquilidade. Aliás, pode ser bom ativo para proteger seu capital contra turbulências e crises.

ANÚNCIO