Conheça os cuidados ao usar o débito automático

PROPAGANDA

O débito automático é uma das formas de pagamento de contas das mais usadas no país. Especialmente para alguns tipos de serviços, como o combo da internet e da TV. Isso porque gera descontos. Mas, é preciso tomar alguns cuidados ao usar o débito automático.

Isso porque se esses detalhes não forem muito bem analisados, eles podem resultar em complicações financeiras. Por exemplo, gerar o endividamento da pessoa, que se dá através dos altos juros do cheque especial.

PROPAGANDA

Conheça os cuidados ao usar o débito automático

Bom, você não sabe como o débito automático está ligado ao cheque especial? A gente explica. Aliás, esse é um dos principais cuidados que se deve ter na hora de usar o débito automático nas suas contas a pagar. Saiba mais sobre o assunto.

O que é o débito automático

Antes de tudo, porém, vamos explicar bem facilmente o que é e como funciona o débito automático. É uma forma de pagamento muito comum em prestadores de serviços que tem pagamentos mensais, como o pacote de TV, de internet, conta de água, de luz, etc.

PROPAGANDA

Geralmente, acontece assim: a pessoa opta por essa forma de pagamento onde o custo mensal é debitado diretamente da conta, na data do vencimento. O lado bom disso é que o cliente não precisa pegar a fatura e ir até o banco pagar. E isso evita o atraso no pagamento.

Mas, como nem tudo são flores, é preciso tomar alguns cuidados ao usar o débito automático. Isso porque a forma de pagamento pode gerar descontos, mas somente se a pessoa tiver um excelente controle financeiro das suas contas.

Em caso contrário, o débito automático, quando mal-usado, pode se transformar em problemas, como as dívidas longas e cansativas.

Os cuidados ao usar o débito automático

Como já anunciamos abaixo, vamos começar por falar sobre o fato de que o cheque especial pode ser um problema. Isso quando se usa o débito automático sem prestar muita atenção na conta que se tem para pagar, né.

Funciona de forma simples: se o débito automático for feito e a pessoa não tiver dinheiro na conta podem acontecer duas coisas diferentes. Uma delas é que a conta não será paga, e aí vamos ter um problema de inadimplência com a empresa que emitiu o boleto ou a conta.

Mas, o que seria pior ainda é no caso de que o banco pode “dar” um empréstimo para o seu cliente. Aí, a conta vai ser paga no débito automático. Só que esse empréstimo que o banco fez, também de forma automática, tem um custo muito elevado.

O empréstimo chama-se cheque especial. E, para quem não sabe, ele é um dos serviços que tem o maior custo de juros no mundo. Portanto, é algo realmente que assusta e deve ser visto com muita atenção pelos brasileiros.

Só que o lado bom de tudo é que isso é bem fácil de resolver. Se você optou pelo débito automático, lembre-se de sempre manter a sua conta com o valor da parcela que vai cair lá. Para evitar que o cheque especial seja ativo.

Portanto, essa é a melhor dica sobre o débito automático que você vai ler hoje: tenha fundos suficientes na sua conta para o pagamento do débito.

E esse é só um dos cuidados ao usar o débito automático que se deve ter. Existem outros também e vamos falar um pouco mais deles abaixo, continue lendo.

5 motivos para optar pelo pagamento à vista

Outros cuidados

Entre os outros cuidados que se deve ter com o débito automático está aquele que diz para fazer consultas frequentes na sua conta. Isso porque as vezes caem débitos lá que você nem sabe da onde veio. Isso pode acontecer por erros dos bancos ou das empresas.

Lembrando que os débitos automáticos só poderão ser feitos com base em concordância do cliente. Ele precisa assinar no contrato que autoriza o débito automático, ok? Ninguém é obrigado a aceitar esse tipo de serviço.

Além do mais, muitos bancos podem cobrar valores para esse tipo de serviço. Enquanto que as empresas podem dar descontos para esse tipo de pagamento. De qualquer forma, é preciso analisar ambas as partes para saber valem mesmo a pena.

Ah, tem mais uma coisa bem legal de saber. Se você tiver débitos anteriores, o seu débito automático não vai custear isso. Por isso é importante ver a fatura integral da conta também. Mesmo porque se houver débitos anteriores pode ser que você tenha serviços suspensos.

E, para terminar os cuidados, lembre-se de verificar os valores dos débitos que estão sendo feitos nas suas contas. Esse é mais um dos cuidados ao usar o débito automático porque essa falha ou erro costuma acontecer com frequência.

O cancelamento do débito automático

Conheça os cuidados ao usar o débito automático

Para cancelar o débito automático, saiba que o processo é o mesmo de adesão: conversar com a empresa prestadora de serviço. Lembrando que se for uma assinatura, vai ser preciso esperar o prazo final do contrato.

Agora, saiba que muitos bancos fazem financiamentos em débito automático, principalmente os mais tradicionais. No entanto, o banco não pode vincular o pagamento em débito automático porque isso é uma venda casada, o que é contra a lei.

Conforme o CDC (Crédito de Defesa do Consumidor), o serviço é muito praticado no Brasil, mesmo sendo contra a lei. Ninguém é obrigado a aderir ao débito automático, em nenhuma hipótese. Assim sendo, procure o órgão em caso de dúvidas.

PROPAGANDA