Aprenda sobre o controle financeiro com o animal de estimação

ANÚNCIO

É, realmente, praticamente impossível resistir à tentação de ter um animalzinho de estimação em casa, não é verdade? Afinal de conta, esses bichinhos tão amáveis que nos fazem companhia em qualquer hora do dia – inclusive, quando estamos mais tristes.

Aliás, eles sempre estão ao nosso lado e sempre trazendo alegria para a família inteira.

ANÚNCIO

Mas, você sabia que eles trazem despesas também, não sabe? Ao ir comprar um saco de ração deve te notado isso, né.

Aí, que não há nada errado em ter um pet em casa. Só que, de fato, nós temos que fazer isso com responsabilidade para que o PET não se torne um problema. (essa é a última coisa que queremos que aconteça).

E é disso que vamos falar agora, neste texto que foi criado com muito carinho.

ANÚNCIO

Portanto, se você quer ter um animalo de estimação, que faça isso com responsabilidade. Se você concorda, continue lendo e aprenda um pouco mais sobre as finanças domésticas.

O PET

animal
Foto: (reprodução/internet)

Realmente, uma coisa muito legal na vida é ter um animal de estimação. É muito gostoso. Eles são “serzinhos amáveis”, que são amigos e que fazem companhia e que trazem alegria para as famílias em todo lugar do mundo.

Só que eles trazem despesas também!

E olha: vocês sabem que as despesas não são poucas, né?

Você, dentro do seu orçamento doméstico, tem a despesa com a ração, com a casinha, com a comida diversificada, com as vacinas e tem despesa lá com a caixa de areia também. Afinal, você vai querer dar o melhor para o seu PET.

Ah, e tem mais cuidados que você tem que ter, com a higiene do seu animalzinho.

Você tem que dar um brinquedinho às vezes, não tem? Até um vestuário é importante.

E hoje em dia dizem por aí que tem até plano de saúde e escolinha para PETs. Você já sabia dess?

Sem contar quando você vai viajar e você precisa deixar o seu animalzinho em um hotel ou com alguém de sua confiança, né. Isso também gera despesa.

A gente quer fazer você desistir do seu animalzinho? Claro que não! Só que isto é importante porque antes de ter um animalzinho em casa, o que é muito legal, é preciso saber que eles trazem as contas a mais para os seus gastos domésticos.

Faça as contas

Pense bem antes de ter o seu mais novo animalzinho.

Porque se for um cachorrinho, por exemplo, que seja, na verdade, um cachorrão, aí, você vai ter muito gasto com ração. Então, a verdade é que até isso precisa ser pensado com carinho.

E, pensando nisso, saiba que as dicas abaixo vão te ajudar muito. Acompanhe aí.

O porte do PET

Você, primeiro de tudo, deve avaliar além daquele investimento inicial que você via ter para você comprar o seu cãozinho ou gatinho ou passarinho, por exemplo.

Você tem que pensar no quanto vai gastar com ração porque quanto maior o porte, mais ele come. E, com base na raça dele, há alimentos específicos também.

Os Pet Shops

Dá para ter uma estimativa de gastos sim, com base na raça e porte do animal de estimação. Claro que isso pode variar muito, mas uma estimativa é melhor do que nada.

Aí, depois disso, se o seu orçamento permitir comece e estudar os pet shops também, que são as lojas que vendem os produtos.

Por lá dá para tirar dúvidas sobre gastos. Inclusive, dá para saber se você tem esses lugares perto de você, se atende emergências, se dá vacinas, etc.

Os gastos extras

Outro ponto muito importante é que você tenha consciência da responsabilidade de ter um animal em casa.

Esse bichinho é uma criatura de Deus e quando ele entrar dentro de casa, ele vai ser como um membro da família. Portanto, ele vai interagir e vai sorrir e vai brincar e vai correr atrás de você.

Ele vai fazer tudo. Inclusive, pode se machucar e ter gastos extras. Ou pode precisar de vacinas e remédios. E também vai precisar de passeios diários.

A reserva financeira

Como em todos os momentos e áreas da vida, ter um animal em casa também requer que você tenha reservas de emergência. Porque além do custo mensal pode ser que algo não planejado aconteça em determinada época do ano.

E, geralmente, isso acontece quando a gente menos espera, não é mesmo?

Então, se policie para sempre guardar uma parte dos recursos para os imprevistos. Essa é uma ideia muito válida para você, para a sua família e para o seu PET. É melhor estar prevenido, sempre.

Conheça as vantagens

Outra coisa é você sabe que não só somente gastos. Ele também vai trazer vantagens para a sua família.

Porque ele se sente parte da família e você não pode tratá-lo de uma forma que não seja correta, responsável.

Portanto, quando você pensar em ter um animalzinho de estimação, lembre-se que é muito bacana e traz muitos benefícios, companhia, alegrias.

E isso, muitas vezes, eleva o custo-benefício de ter um animal em casa. Aliás, mesmo que você more em apartamentos, dá para ter animais hoje em dia e isso está baseado em leis, ok?

ANÚNCIO