5 conselhos inteligentes para quem quer vender mais na internet

“Cemitério Digital”. Foi essa expressão que um especialista em negócios digitais usou quando enxergou que algumas lojas virtuais estavam sem movimento nenhum!

Como pode em pleno século em que estamos, totalmente moderno, as lojas virtuais não estarem se saindo bem?

Para o consumidor, ao que tudo indica, as vantagens de comprar online são muitas. E, até certo momento, se fala em uma troca da preferência: deixando de lado as compras presenciais e partindo para as digitais.

Só que… Parece que o jogo virou.

A ideia deste conteúdo é trazer 5 conselhos para quem quer vender na internet e deixar de lado esse cenário sombrio do cemitério digital.   

As 5 dicas que trouxemos servem como conselho para você que quer vender cada dia mais na internet. acompanhe!

5 conselhos inteligentes para quem quer vender mais na internet

1 – conhecer o campo

O primeiro conselho é muito simples: você tem que conhecer o campo onde vai jogar, né.

Isso vale não apenas para times de futebol ou qualquer outro esporte como também para quem vai vender na internet ou em shoppings ou em qualquer lugar do mundo.

Vender na loja física é muito diferente de vender em uma loja online.

Os consumidores se comportam de outra forma e há uma grande diferença nisso.

Um bom exemplo é considerar o preço do seu produto: você sabe quanto custa o seu produto? Na internet existem outros aspectos que você precisa levar em conta.

Porque pode não ter todo gasto que uma empresa física tem, só que tem o custo da hospedagem do site, a taxa cobrada pelo meio de pagamento que você vai escolher, o prazo para essa grana entrar na sua conta.

Portanto, apenas vender mais barato não resolve. Você tem que saber o preço do seu produto.

Isso não significa que vender pela internet é mais caro do que tem uma loja física! Mas, o interessante é você ter conhecimento para entender que a dinâmica é diferente.

2 – organizar o site

A loja online não igual à loja física e disso você já sabe.

Mas, assim como uma loja física tem que estar bem estruturada, o site também precisa ser organizado para gerar uma melhor experiência ao usuário.

Para começo de conversa, você não precisa contratar uma super equipe de especialistas em tecnologia para colocar o seu site no ar.

Existem plataformas prontas que podem ser o pontapé inicial por seu mundo online onde você pode montar o seu site de forma bem intuitiva mudando kohl escolhendo fotos e outras coisas.

Essa é uma ótima forma de começar!

E outra dica valiosa, ainda falando sobre organização do site, lembre-se que um bom site é aquele que vende, tá?

Cuidado com as opiniões de outras pessoas que não são os seus clientes ou nunca venderam na internet – as vezes é só palpite!

Você vai ouvir dizer que o vermelho é melhor amarelo ou que a foto de cachorro é melhor que a foto de criança e por aí vai.

Só que se essa pessoa não tem experiência na internet ou não está dizendo isso com base em alguma coisa real, então, é melhor não acreditar tanto assim.

3 – conhecer o cliente

Uma grande vantagem de vender na internet é poder conhecer o seu consumidor um pouco melhor do que acontece na loja física.

O Google tem uma ferramenta que você pode colocar, por exemplo, o sapato e ele vai dizer quantas pessoas buscaram essa palavra dentro do Google.

E ainda vai te dizer palavras parecidas que também tiveram uma grande busca.

Outra forma de entender melhor o seu cliente é olhar sites e redes sociais dos seus concorrentes do seu ramo.

Dá uma olhada no que essa galera está comentando na internet porque isso vai te ajudar a pegar algumas informações e entender melhor cabeça desse consumidor.

4 – investir em anúncios

Vender online envolve estratégias de marketing!

E aqui vale citar a beleza de anunciar na internet: por isso, tem que gastar dinheiro com anúncios porque vale a pena!

Imagine que você é encanador e quer divulgar seu serviço. Qual desses anúncios chamaria mais a sua atenção:

  • Vazamentos nunca mais
  • Encanador de confiança

Na internet é possível testar os dois.

E como você faz isso? Divulga os 2 anúncios ao mesmo tempo e no mesmo período!

Daí, você vê qual deles está gerando mais renda para o seu negócio!

Depois, você coloca o seu dinheiro naquele que está valendo a pena, entendeu?

5 – saber a logística do ecommerce

Falando sobre logística, tem a má notícia que é o fato de que a logística do e-commerce tem algumas características diferentes do que você está acostumado.

Por exemplo: o cliente não vai até sua loja pegar o produto!

Ele espera receber o produto no conforto do lar dele. Portanto, você vai depender de uma transportadora.

Agora, vamos para a notícia boa: você pode testar essa logística também.

E o ideal é fazer isso antes de mergulhar de cabeça nessa história.

Porque existem lugares na internet que estão prontinhos para você anunciar e vender o seu produto. Eles são os chamados marketplace, que em uma tradução a gente pode chamar de locais de comércio!

Então, uma ideia é escolher um desses marketplaces para trabalhar de forma mais segura.